Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Redação do ENEM: Conheça a estrutura do texto dissertativo-argumentativo

Nós explicamos como funciona o texto dissertativo-argumentativo, que é o gênero pedido no Exame Nacional do Ensino Médio

O ENEM geralmente pede que o candidato escreva a sua redação no gênero textual “dissertativo-argumentativo”. Esse termo sempre está presente no folha relativa à redação e você provavelmente já deve ter ouvido falar dele.

Mas, afinal, o que quer dizer um texto dissertativo-argumentativo? Como ele deve ser elaborado? Qual a sua estrutura? O que não pode faltar?

É importantíssimo que haja treino de redação durante os estudos para o ENEM, assim como há para quaisquer outras matérias. Assim você vai ganhando prática sobre o estilo de escrita. Mas para isso, claro, é preciso conhecer como deve ser feito.

A seguir você pode ver como funciona a estrutura de um texto dissertativo-argumentativo.

Introdução do texto dissertativo-argumentativo

A primeira parte do texto dissertativo-argumentativo é a introdução. Ela pode representar a maior dificuldade para boa parte dos estudantes, afinal, o começo pode ser muito difícil. Por onde iniciar? Devo usar algo “triunfal”?

São muitos os estilos para criar essa introdução. Os mais assertivos contam com uma frase ou uma expressão conhecida / célebre que vai dar o gancho para que você discorra sobre o “problema” da redação.

Em todo o caso, é preciso que a sua tese esteja nessa introdução. A expressão, que pode ser algo relacionado a um filme, livro, uma música, um autor, filósofo, entre outros, vai embasar essa tese, digamos.

Normalmente, essa parte possui um parágrafo. É o suficiente.

Veja um post nosso acerca disso que vai ajudar muito: Redação: As 4 melhores formas de iniciar seu texto e dica bônus

Desenvolvimento

Logo após apresentar a sua tese, deve continuar o texto dissertativo-argumentativo, cuja fase é chamada de “desenvolvimento”.

É essencial que esteja ligada ao problema que foi colocado no primeiro parágrafo e discorra sobre ele para apresentar dados e referências / alusões históricas, fatos noticiosos, etc. Isto é, é a parte perfeita para embasar o que você está escrevendo.

A opinião pode estar implícita em suas palavras. Mas lembre-se que o texto é impessoal e  todo escrito em terceira pessoa.

No desenvolvimento é normal que o candidato escreva dois parágrafos, mas não há um padrão e nem uma regra pré-estabelecida. Para ligar os trechos, vale apostar em termos de ligação.

Conclusão

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

O final do texto dissertativo-argumentativo ganha o nome de “conclusão”. Geralmente possui um parágrafo finalizado e deve propor uma solução para o problema apresentado na introdução e embasado no desenvolvimento.

Retome o que você escreveu, mas com poucas palavras, usando termos de ligação e transmitindo uma mensagem para o leitor do texto. Essa é uma parte que geralmente causa embrulhos nos candidatos.

Veja um post que pode te ajudar nisso: Redação do ENEM: a conclusão perfeita em 3 dicas

Esperamos que tenha entendido como é a estrutura do texto dissertativo-argumentativo. Qualquer dúvida, deixe uma mensagem abaixo!

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?