Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Guerra do Paraguai: Os fatos mais importantes cobrados no ENEM

Essa é uma das batalhas mais importantes da América do Sul e sempre é citada na prova de História do ENEM

A Guerra do Paraguai é recorrente na parte de história do ENEM, assim como de outros vestibulares. Tida como a principal – e mais sangrenta – guerra da América do Sul, precisa essencialmente estar em seu cronograma de estudos.

Tal conflito se deu entre os anos de 1864 e 1870 e teve como combatentes países componentes da chamada “Tríplice Aliança”: Brasil, Argentina e Uruguai, os quais lutaram contra o Paraguai.

A presença do Brasil nesse combate foi uma das mais marcantes para a história do País em guerras. Por isso é um assunto tão cobrado no ENEM e em demais avaliações.

Conheça os fatos mais importantes que costumam aparecer nas provas para você começar a estudar já!

Por que a guerra começou?

À época, o Paraguai era governado pelo ditador Francisco Solano López, que chegou ao poder no ano de 1862.

Solano López aproximou-se de grupos argentinos e uruguaios, dentre eles os federalistas de Urquiza (adversários do governo argentino) e os blancos uruguaios, que por sua vez tinham desavenças com os governos brasileiro e argentino.

O Brasil se mostrou presente apoiando os colorados (grupo uruguaio), o qual fazia oposição ao comando blanco de Bernardo Berro. Esse apoio não agradou em nada o ditador paraguaio. E como resposta, em agosto de 1864, deu um ultimato para que o Brasil não interviesse militarmente no conflito uruguaio entre blancos x colorados.

Decisão do Brasil x Ataque do Paraguai

O ultimato de Solano López foi ignorado pelas autoridades brasileiras, que deram a carta branca para que houvesse a invasão do Uruguai. Com isso, os colorados tomaram o poder. Para se vingar, Solano López, então, decidiu atacar o Brasil.

As tropas paraguaias invadiram o território brasileiro através do Mato Grosso do Sul e aprisionaram uma navegação que transitava pelo rio Paraguai. Era o início do conflito.

Tríplice aliança

Diante de toda essa situação o governo brasileiro aproxima-se do Uruguai e da Argentina, propondo uma aliança para derrubar o governo de Solano López.

Em maio de 1865 é elaborado o Tratado da Tríplice Aliança.

Principais batalhas da Guerra do Paraguai

A guerra teve dois momentos distintos. O primeiro marcado pela ofensiva paraguaia em território brasileiro e argentino e uma segunda parte quando é formada a Tríplice Aliança, quando as tropas paraguaias são forçadas a recuar.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Grandes batalhas merecem destaque para os seus estudos para o ENEM.

Batalha de Tuiuti

Em maio de 1866, em Tuiuti, no sudoeste do Paraguai, foi travada tal batalha campal, considerada a mais sangrenta da América do Sul. Envolveu cerca de 55 mil homens e deixou pelo menos 13 mil mortos.

Batalha naval de Riachuelo

Foi travada em junho de 1865. O Brasil conseguiu uma vitória importante, pois derrotou a marinha paraguaia e impôs um bloqueio naval contra o país inimigo.

Batalha de Curupaiti

Foi uma batalha às margens do rio Paraguai no Forte de Curupaiti. Foi a maior derrota sofrida pela Tríplice Aliança, que perdeu milhares de soldados brasileiros, uruguaios e argentinos.

Tomada de Humaitá

Essa operação ocorreu em fevereiro de 1868, às margens do Rio Paraguai, na Fortaleza de Humaitá, um dos principais pontos estratégicos paraguaios durante a guerra.

Com a conquista da Tríplice Aliança, as tropas paraguaias perderam forças.

Batalha de Campo Grande

Outra batalha importante da Guerra do Paraguai é a de Campo Grande ou Acosta Ñu (conhecida assim no Paraguai). Aconteceu em agosto de 1869. Em decorrência do número elevado de soldados mortos, o Paraguai apostou em soldados com até 15 anos de idade. O conflito ocorreu em Eusebio Ayala e praticamente pôs fim a guerra.

Batalha de Cerro Corá

Foi uma das últimas batalhas da Guerra do Paraguai, em março de 1870. Ficou marcada pela morte do ditador Francisco Solano López pelas tropas brasileiras. Em decorrência disso, em junho de 1870 Brasil e Paraguai selam um acordo de paz.

Consequências da Guerra do Paraguai

A Guerra do Paraguai trouxe inúmeros prejuízos, tanto para paraguaios como para os brasileiros. Estima-se que 80% da população masculina adulta do Paraguai morreu em decorrência do conflito. Restou um altíssimo número de mutilados de guerra.

Para o Brasil, a guerra causou um fracasso econômico gigantesco, além da perda de milhares de vidas. Foi necessário o uso de empréstimos internacionais para equilibrar as finanças brasileiras.

A Guerra do Paraguai também marcou o fim dos conflitos entre os grupos políticos blancos x colorados e Federalistas e Unitaristas.

Essa é uma base para seus estudos sobre Guerra do Paraguai. O que achou? Complemente seu conhecimento para se dar bem no ENEM!

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?