Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Caso Watergate: Entenda o contexto e a renúncia de Nixon

Conheça como ocorreu um dos maiores escândalos da política norte-americana

Você já ouviu falar do caso Watergate? Basicamente, consiste em um dos acontecimentos mais importantes da história recente dos Estados Unidos.

Trata-se de um episódio de espionagem política que marcou a década de 70, resultando na renúncia do então presidente Richard Nixon, em 1974.

Repleto de mistérios e reviravoltas, o tema aparece constantemente em vestibulares de todo país, assim como no ENEM. Desse modo, vale a pena estudá-lo.

Campanha presidencial e a invasão ao prédio Watergate

Durante os dois mandatos de Dwight Eisenhower, Richard Nixon atuou como vice presidente dos EUA. Logo após, resolveu se candidatar à campanha presidencial em 1968. Venceu as eleições e se tornou o 37° presidente dos Estados Unidos.

Entretanto, durante a campanha eleitoral para reeleição em 1972, houve um suposto assalto na sede do Partido Democrata, localizado no complexo luxuoso de edifícios Watergate.

Em uma das salas do partido democrata, cinco homens foram vistos instalando escutas e tirando fotos de documentos.

De acordo com a polícia, um dos assaltantes recebeu 25 mil dólares do comitê de campanha de Nixon.

Porém, na época, o “fictício” assalto não recebeu muita atenção da mídia e opinião pública e Nixon acabou sendo reeleito contra o democrata George McGovern.

Processo de Impeachment e renúncia do presidente

Dois jornalistas do jornal Washington Post decidem investigar. Para tal, contam com informações anônimas de um informante do FBI.

Começou a partir daí uma reviravolta no caso. Tanto que em 1973 criou-se um comitê do senado com maioria democrata para apurar as denúncias da imprensa.

As investigações duraram até junho de 1974 e levantaram diversos abusos cometidos por responsáveis pela campanha de reeleição de Nixon. Por exemplo:

  • Equipe de espiões formados para servir a Casa Branca
  • Rede de escutas proibidas aos adversários
  • Desvios de dinheiro
  • Roubo de documentos confidenciais
  • Financiamento de campanha ilegal por parte de empresas
  • Atrapalhar investigações

O processo de impeachment do presidente parecia naturalmente inevitável. Em virtude disso, em agosto de 1974 o presidente Richard Nixon renuncia à presidência dos EUA.

Watergate – Herança

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Com a renúncia, o então vice presidente Gerald Ford tomou posse, absolvendo logo após o ex-presidente dos crimes cometidos.

Porém, o caso de Watergate serviu para o mundo ficar ligado nos casos em que líderes usam a máquina pública para interesses particulares.

Em decorrência disso, o termo “gate” tornou-se um sufixo utilizado pelos meios de comunicação para referir-se a casos de vazamentos de informações sigilosas.


O tema marcou a história não só dos Estados Unidos, mas da era da informação de um modo geral. Vale a pena conhecer o caso para entender os efeitos da mídia na vida política e social, além disso, pode cair nas provas. Desse modo, não deixe de estudá-lo!

Leia também outro artigo interessante – Atentados de 11 de setembro: Entenda o fato que ocorreu há 19 anos

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?