Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Shoppings brasileiros passarão a vender pela Amazon

Entenda como vai funcionar.

Uma apuração feita pela Folha de São Paulo, alguns shoppings vão manter as vendas alternativas de venda e entrega de produtos mesmo depois da quarentena.

A medida de vender on-line acompanha a manutenção do sistema delivery e drive-thru em diversos estabelecimentos.

Parceria com a Amazon

A parceria começou a valer a partir do dia 1º de Junho, dia que marcou a reabertura gradual de alguns estabelecimentos em São Paulo e no Rio de Janeiro.

O objetivo é ter páginas de todos os centros comerciais do grupo na Amazon até o fim do ano, segundo Diego Marcondes, diretor de marketing da Ancar Ivanhoe.

A empresa está investindo não só na segurança dos funcionários e consumidores, como também na digitalização das marcas que vendem nos shoppings.

Retire aqui

Consiste na venda on-line e que o cliente retira na loja.

O consumidor combinará com a loja um horário e as lojas deixarão as compras em um armário fora do estabelecimento, funcionará como parte do drive-thru.

Shoppings participantes

Alguns shoppings em determinadas regiões atenderão essa venda:

  • Rio de Janeio – Nova América, Boulevard, Botafogo Praia, Madureira, Nova Iguaçu e Rio Design Barra
  • São Paulo – Pátio Paulista, Eldorado, Itaquera, Golden Square, Parque das Bandeiras e CenterVale
  • Fortaleza – North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei, Via Sul
  • Natal – Natal Shopping
  • Brasília – Conjunto Nacional
  • Cuiabá – Pantanal Shopping
  • Rondônia – Porto Velho Shopping

Reinvenção na Crise Covid-19

Diversas vem sendo as formas das lojas, comércios, indústrias se adequarem a todas as mudanças que vieram com a pandemia, para não precisarem fechar as portas.

E o sistema delivery foi um deles, algumas lojas em shoppings inclusive aderiram também ao Delivery. Neste caso, estão realizando as vendas pela internet por meio de aplicativos e entregando aos clientes em casa.

E a tendência é que esse sistema delivery continue aumentando mesmo após a crise, pois até mesmo a forma de enxergar a compra do consumidor mudou, hoje ele tem uma nova visão, sem contar na comodidade e conforto de comprar dessa forma.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Lembrando sempre de respeitar as normas de higiene impostas pelo Ministério da Saúde, para  a segurança do entregador e do cliente.

 

 

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?