Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Portas fechadas – Por que as empresas falem? – Parte 1

Você sabe o motivo pelo qual as empresas vão à falência no Brasil? Acompanhe essa série de artigos, pois trouxemos os dados e as sugestões para não ser a sua empresa a próxima a entrar nessa triste estatística.

Os principais motivos pelos quais as empresas fecham

Dividimos a série “Portas Fechadas” em 6 partes. Nesta primeira parte falaremos sobre os dados que o Sebrae aponta como base para fechamento das empresas.

Trouxemos dados de uma pesquisa do Sebrae sobre os motivos que levam as empresas à falência. Os dados da pesquisa estão corroborados com a descrição dos motivos apurados.

Micro e pequenas empresas representam 30% do PIB do Brasil

As micro e pequenas empresas cumprem um importante papel na economia nacional, segundo dados apurados pelo SEBRAE, os micro e pequenos empreendedores representam 30% do PIB do país.

25% das empresas fecham em dois anos

Um crescimento exponencial nos últimos anos, porém em outra pesquisa realizada também pelo SEBRAE, aproximadamente 25% das empresas fecham suas portas nos primeiros dois anos, e nos primeiros quatro anos o percentual pode chegar em 50%.

São dados um tanto quanto contraditórios, ao mesmo tempo que muitas empresas ganham vida, outras tantas não resistem às dificuldades do mercado.

Os principais motivos que levam as novas empresas à falência

A razão por trás desses números não é uma só, como resultado, a pesquisa apresenta os principais motivos que levam as novas empresas à falência.

É importante ressaltar que esses dados não contemplam a crise pandêmica atual.

Nas próximas postagens falaremos sobre as sugestões de postura para que a sua empresa não entre nessa estatística.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?