Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

A maternidade incentivando o empreendedorismo

Crescimento do empreendedorismo feminino

A maternidade vem incentivando o empreendedorismo e fazendo com que ele cresça cada vez mais.

Isto porque muitas mulheres, depois de terem filhos, sentem a necessidade de estar mais perto deles.

E, muitas vezes, isso não é possível, pois trabalham longe de casa, gastam muito tempo em meios de transporte e pouco se dedicando aos filhos.

Devido a isso, recorrem ao próprio negócio, pois assim elas terão a liberdade de fazer seu próprio horário, trabalhar em casa muitas vezes e conciliar a maternidade e o profissional.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae em 2019, já mostrava esse avanço no empreendedorismo feminino.

Dos empreendedores femininos, 24 milhões eram mulheres, e a cada 10 dessas mulheres, 3,9 viraram “donas de negócios”.

Evolução do Empreendedorismo feminino

Sabemos que a luta das mulheres para alcançarem uma posição no mercado de trabalho sempre foi grande.

Porém, nos dias atuais, mesmo diante a alguns quadros ainda de preconceito, essa imagem de “frágil” vem sendo modificada.

As mulheres vem cada vez mais mostrando sua força, seu empoderamento e se tornando donas de seus próprios negócios.

Elas vem conquistando cada vez mais espaço e reconhecimento, tanto na vida pessoal quanto na vida profissional.

Mas por trás de tudo isso, ainda algumas mulheres ainda sentem medo de falhar, de não dar conta de tudo, de não conciliar as funções, mas mulheres são guerreiras, no fim acabam conciliando tudo e mais um pouco.

E a cada dia buscam formas de superar essas barreiras, de uma forma leve e se sentindo cada vez mais seguras.

Quando uma mulher empreende ela se torna dona de sua própria história, tendo mais chances até de interromper ciclos de violência contra si e sua família.

Negócios mais procurados pelas mulheres para empreender

Na verdade não existem ramos específicos, pois a mulher pode ser o que ela sonha ser.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Mas alguns negócios ainda são os preferidos por elas como:

  1. Venda de salgados
  2. Artesanato
  3. Venda de bolos e bolos de potes
  4. Decoração de festa
  5. Revenda de cosméticos
  6. Revenda de roupas/lingerie
  7. Edição de vídeos
  8. Revisão de textos
  9. Assistente virtual entre outros.

Como começar a empreender

É muito importante que a pessoa faça algo que ela realmente se identifique, goste e se dedique aquilo.

Além de ter em mente como será implantado seu negócio, deve decidir se será uma loja virtual ou loja física, pois hoje são diversas as opções para começar a empreender.

Após decidir o ramo, ela deve se informar de todas as providências legais que devem ser tomadas para a abertura do negócio. Deixando tudo regularizado perante o governo.

Conte-nos se você já é uma empreendedora, e se encontra alguma dificuldade hoje em dia em empreender!!

Leia Também:

brasil 123  
1 comentário
  1. Virginia Santos Diz

    Eu sou Virginia Santos, empreendedora, mãe, avó. O Empreendorismo entrou na minha vida pra ficar depois que tive minha filha. No estou tentando dificuldades para empreender porque já estava na era digital. Mas tive que reinventar meus produtos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?