Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Reforma administrativa pode economizar mais de R$ 800 bilhões

A economia seria de municípios, Estados e União, entre R$ 673 bilhões e R$ 816 bilhões

De acordo com cálculos feitos pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), uma reforma administrativa pode significar economia entre R$ 673 bilhões e R$ 816 bilhões em dez anos. Atualmente, controle de gastos com pessoal e mudança nas regras do setor público estão sendo discutidas para a reforma administrativa. A economia seria de municípios, Estados e União.

Com o congelamento de salários por dois anos, o impacto da economia seria fruto dessa ação, além de possíveis mudanças nas carreiras que ainda podem acontecer. O governo atualmente discute propostas sobre o tema.

Estados e Distrito Federal são os com mais espaço para diminuir os gastos com a folha do funcionalismo. Eles podem economizar entre R$ 286,2 bilhões e R$ 339,7 bilhões, quando comparado a um cenário sem reforma. Já nos municípios, a economia pode ser de R$ 200 bilhões a R$ 224 bilhões. Na União, a economia deve ficar entre R$ 186,9 bilhões e R$ 252,3 bilhões.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (14) pelo Ipea na nota “Ajustes nas despesas de pessoal do setor público: cenários exploratórios para o período 2020-2039” e publicado pelo Estadão/Broadcast. O órgão visa subsidiar o debate que acontece na Câmara sobre a reforma administrativa. Recentemente, Paulo Guedes, ministro da Economia, já havia citado o potencial de economia de R$ 300 bilhões com a reforma.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

14 Comentários
  1. Mandachuva Diz

    Gostaria de saber porque não consegelar os salários dos políticos em geral, acabe com as mamatas e mordomias dessa classe que nem um concurso prestou, vivem a gastar o dinheiro do erário e são esses mesmos que em época eleitoral, beijam abraçam e fazem discursos prometendo mil e uma coisas, agora querem mexer com a parte mais fraca dessa corrente, bando de sem vergonha, sangue sugas.

  2. Claudio Diz

    Reforma administrativa só vai abrir caminho para a demissão de servidores públicos para aumentar o cabide de empregos dos políticos e da rachadinha do Clã Bolsonaro.

  3. F. Silva Diz

    Mas pra que afinal de contas esta economia toda? Engana-se quem acha que esse valor será convertido em benefícios para o povo, servirá apenas para encher ainda mais o bolso de políticos corruptos. Existem distorções sim, que devem ser corrigidas, mas empobrecer o servidor público em geral não tornará o país mais rico.

  4. Antonio Carlos Diz

    Estão falando da reforma administrativa igual falaram da trabalhista. E olha como piorou os problemas com o desemprego no Brasil. Não adianta, pra tirar dos mais pobres vão sempre ter falsos motivos e resultados. É uma falácia dizer que a reforma administrativa vai gerar uma economia de bilhões. Mentira!!!

  5. Benedito Diz

    Quer uma boa reforma,? Comece com as reformas política diminuindo a quantidade de deputados e senadores e a diminuição dos seus pares e bajuladores nos seus gabinetes, mundo de puxa sacos só para entregar papel higiênico.

  6. Maxsuel Diz

    A reforma deveria ser para o. Paulo Guedes que não sabe nem administra a a casa dele com esses aumentos absurdo aí diz que a economia está controlada só se for no bolso dele o Paulo Guedes é quem deveria ser demitido pois não tá fazendo nada que preste pelo brasil

  7. Vitor Diz

    A reforma tem que acontecer….começando por eles que ganham muitas ajudas ….paletó, moradia ,gasolina, cartão corporativo…..etc…etc….etc….não respeita a lei da transparência….não divulgando quanto ganha os militares da reserva e seus parentes inclusive o presidente e Mourao ….a família bolsonaro nunca fez nada pelo povo …governa para os empresários…onde se viu presidente tocar no coração dos donos de Supermercados para baixar os preços….vc tá de brincadeira…

  8. Severino Lino do nascimento Diz

    Alguma coisa tem que ser feito,do jeito que está não pode continuar, quando uma pessoa entra no serviço público, já entra sem querer fazer nada.e pô cima abusado com as pessoas.

  9. NaniNani Diz

    Sou funcionária pública e sempre estou estudando para concorrer a outros cargos ou apenas me atualizar. Então meus esforços irão todos por água a baixo e terei minha carreira estagnada pela reforma, sendo que estão querendo acabar com a estabilidade. Como vou trocar meu atual cargo por outro que não me trará segurança?
    DIGA NÃO A REFORMA!!!!
    Sindicatos SE MANIFESTEM!!!

  10. Sérgio Murilo Diz

    Se demitir muita gente vai ter economia, se tirar direitos vai ter economia, se pagar menos vai ter economia, se contratar menos vai ter economia, mas a que custo? Falar em economizar é muito simplório, existem várias coisas nas entrelinhas. Inclusive que esta estimativa de economia com a “reforma administrativa” não está contemplando a corrupção que aumentaria e maiores gastos que a precariedade dos serviços públicos trariam.

  11. Camila Diz

    Essa economia é para um período de 10 DEZ ANOS! Não tá economizando nada!

  12. Igor Diz

    Faz uma reforma administrativa começado por vocês. cortando os auxílios que por sinal paga salario de vários trabalhadores.

  13. Catiane Diz

    #600 reais vamos Brasil todos juntos pela a democracia e o direito do povo eu tenho 5 filhos como que 300reais vai dar pra sustenta eles Bolsonaro porque você não tenta sustenta a sua família com 300reais bolsonario
    Air eu quero ver se você não vai mudar para 600 reais
    #600 reais vamos Brasil todos juntos

  14. Maria Aparecida Diz

    Diminuindo funcionários públicos, os serviços deixaram de ser oferecido pelo estado? Pq a terceirização abre espaço para contrato fraudulentos, profissionais menos qualificados, como temos visto os contratos já existentes terceirizados.
    Países de primeiro mundo com qualidade de vida e serviços públicos de qualidade chegam a ser maiores que o as do Brasil, o que não tem e os grandes desvios de recursos, e nestes países não tem tanta regalias para políticos, coisa que A “tal” reforma não ousa em mexer, ou seja os maiores salários e benefícios continuam intactos, e quem vai pagar a conta é o trabalhador. Portanto que análise mais tendenciosa do IPEA, e está caça as bruxas em relação ao servidor/trabalhador chega a ser ridícula. Sem comentários!!!!🤔

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?