Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

FMI piora previsão de recuo do PIB para 2020

Para 2021, a estimativa é de crescimento da economia brasileira

A estimativa de contração da economia do Brasil foi grande na última atualização feita pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). A estimativa da contração da economia nacional tem como um de seus fatores a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Ao mesmo tempo em que prevê forte recuo em 2020, o FMI prevê crescimento maior da economia brasileira em 2021. Nos dados divulgados no relatório Perspectiva Econômica Global, o FMI projetou que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro deve cair 9,1% em 2020. Em abril, a previsão era de recuo de 5,3%. Na época, o recuo de 5,3% haviam sido previstos levando em conta os primeiros impactos da pandemia.

Se a previsão se confirmar, esse será o pior resultado de PIB brasileiro desde 1900, quando a série histórica foi anunciada. Entretanto, a previsão para 2021 é de que a economia do Brasil cresça 3,6%. No último relatório, essa previsão era de 2,9%.

De acordo com o FMI, entre os mercados emergentes a retração deve ser de 3% neste ano, 2% pior do que sua última estimativa, feita em abril. Em 2021, a estimativa para o grupo de mercados emergentes é de crescimento de 5,9%, puxada pela recuperação prevista pela China, que estima-se um crescimento de 8,2%. Sem a China, o grupo teria queda de 5% este ano e crescimento de 4,7% ano que vem.

Por fim, de acordo com o FMI, a pandemia do novo coronavírus foi responsável por uma crise maior que o esperado no primeiro semestre de 2020 e, por isso, a recuperação pode ser mais lenta e gradual do que anteriormente previsto.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?