Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Captação da poupança bate recorde em maio

Banco Central divulgou dados nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, 4 de junho, o Banco Central divulgou que em maio a poupança bateu recorde de captação. A aplicação financeira mais tradicional dos brasileiros voltou a ser bastante usada pelos brasileiros durante a pandemia do novo coronavírus.

Em maio, os brasileiros depositaram R$ 37,2 bilhões a mais do que retiraram da poupança. Em maio de 2019, os brasileiros haviam sacado R$ 718,7 milhões a mais do que havia sido depositado.

O número de maio de 2020 representa a maior captação líquida para todos os meses desde 1995, início da série histórica. Com o resultado de maio de 2020, a poupança tem entrada líquida de R$ 63,9 bilhões até agora neste ano.

Em janeiro e fevereiro, a aplicação estava no vermelho. Nos dois primeiros meses do ano, os brasileiros sacaram R$ 15,93 bilhões a mais do que depositaram. Em março, com o início da pandemia do coronavírus, a situação começou a mudar. Em março, os depósitos superaram os saques em R$ 12,17 bilhões. Em abril, os depósitos superaram os saques em R$ 30,46 bilhões.

O aumento de depósito na poupança pode ser explicado pela instabilidade atual de outros investimentos. Com a crise econômica e mercado financeiro instável, títulos do Tesouro Direto estão com taxas de juros oscilando.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?