Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Bolsonaro volta a estimular Renda Brasil e dá ‘cartão verde’ para novo programa

Novo programa do governo pode ser anunciado amanhã, 22 de setembro

Pouco depois de Jair Bolsonaro (sem partido) decretar o fim das discussões sobre o Renda Brasil, Márcio Bittar (MDB-AC), senador e relator do Orçamento de 2021, recebeu cartão verde do presidente para retomar as conversas sobre a criação de um novo programa social.

Bittar deve incluir a proposta de um novo programa social pós-pandemia no Orçamento de 2021. De acordo com o Estadão, o objetivo do governo é retomar as discussões no Congresso. Para isso, Bittar se reuniu com Paulo Guedes, ministro da Economia, para discutir possíveis fontes de financiamento desse novo programa. Essa discussão sobre como financiar um novo programa foi a chave para Bolsonaro desautorizar publicamente as conversas sobre o Renda Brasil até o final de 2022.

Bolsonaro vetou publicamente as conversas sobre o Bolsa Família após sua equipe econômica fazer repetidos anúncios sobre ideias para o programa sem que a medida fosse acertada. A gota d’água foi a declaração de que o governo cogitava congelar aposentadorias e pensões por dois anos.

Diferente do que vinha acontecendo desde então, Bittar usou estratégia diferente e evitou dar valores ou declarar de onde poderiam sair os recursos para o novo programa. “Para evitar informações desencontradas, que vazam, em que pese terem lógica mas acabam sendo abortadas, peço desculpas mas não vou fazer nenhum tipo de especulação enquanto a proposta não estiver pronta”, disse ele.

A expectativa é de que até amanhã, terça-feira (22), o governo deve apresentar uma proposta de um novo programa.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?