Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

URGENTE: Governo vai aceitar pagar mais duas parcelas de R$ 600 do auxílio

O Governo Federal decidiu estender o auxílio emergencial por mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$600.

O Governo Federal decidiu estender o auxílio emergencial por mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$600. A informação foi dada por integrantes da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Inicialmente, o Governo Federal tinha intenção de pagar mais três parcelas de R$300. Após isso, defendeu um escalonamento descrente: R$500, R$400 e R$300. No entanto, o Congresso não aderiu à ideia.

Uma parcela, sozinha, custa em média R$50 bilhões por mês aos cofres públicos, de acordo com conta das Instituição Fiscal Independente (IFI), do Senado. O benefício foi criado como forma de combater os efeitos da pandemia do novo coronavírus.

É importante ressaltar que para pagamento de mais parcelas de R$600 do auxílio emergencial, o governo não precisa enviar uma nova proposta ao Congresso. A lei que criou o auxílio possibilita ao Governo renovar o benefício, mas apenas com parcelas iguais às iniciais, aprovadas em abril.

Quem pode receber o auxílio emergencial?

O projeto altera uma lei de 1993, que trata da organização da assistência social no país. De acordo com o texto, durante o período de três meses será concedido auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador que cumpra, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • seja maior de 18 anos;
  • não tenha emprego formal;
  • não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
  • que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

  • microempreendedor individual (MEI); ou
  • contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
  • trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

Como pedir o auxílio

Os trabalhadores poderão solicitar o auxílio emergencial de R$600 das seguintes formas:

  1. O cidadão, enfim, no primeiro momento, deve acessar a página inicial oficial do site da Caixa (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio);
  2. Dessa forma, na página seguinte, são mostrados os requisitos necessários para ter direito ao auxílio emergencial de R$600 a R$1.200;
  3. Após isso, o trabalhador informal deve preencher dados como nome completo, CPF e data de nascimento;
  4. Logo após, será necessário o preenchimento do número do celular para recebimento de um código de verificação por SMS;
  5. Assim chegar por SMS, o código de verificação deve ser colocado no campo “código recebido”;
  6. Após isso, o cidadão deverá informar a renda, o ramo de atividade (as opções oferecidas pelo sistema são Agricultura e Pecuária, Extrativismo/Pesca, Comércio, Produção de Mercadorias, Prestação de serviços, Trabalho Doméstico, Outros), estado e cidade;
  7. Em seguida, o trabalhador escolhe se quer receber em conta já existente ou criar uma poupança digital;
  8. O trabalhador poderá escolher se deseja receber o valor do auxílio em uma conta já existente ou criar uma poupança digital;
  9. Após informar a opção, trabalhador deve fornecer seu documento (RG ou CNH);
  10. Em seguida vêm os dados fornecidos pelo trabalhador;
  11. Em conclusão, na tela final, aparece o aviso de que o pedido do auxílio emergencial está em análise.

Veja também: Auxílio emergencial de R$600 até o fim do ano? Veja os projetos dos senadores

Leia Também:

brasil 123  
26 Comentários
  1. Roberta Diz

    Graças a Deus eu consegui receber a primeira e a segunda e a terceira me ajudou bastante porque eu tenho filha que fez um mês

    1. Simone Diz

      Eu recebi a primeira e a segunda e agora veio essa de nova avaliação para receber a terceita só lembrando que só prejudica quem precisa pra quer fazer isso e só para complicar a vida de quem precisa agora estou em outra avaliação só Deus sabe se ainda vou receber.

      1. Simone Diz

        Já foi tão difícil receber a aprovação e agora mais essa situação

        1. Meire Diz

          Infelizmente fiquei desempregada em circunstâncias da pandemia… Não tive direito ao seguro desemprego, nem o auxilio emergencial porque declarei imposto em 2018. Não acho justo, tenho dois filhos para sustentar, e pq declarei há dois anos atrás, não quer dizer que hoje não estou precisando.. Esse é o nosso país, pessoas que não tinham direito receberam .Deus a de me honrar..

  2. Carla Diz

    Quem já recebeu as 3 parcelas de 600 reais do Auxílio Emergencial terá que fazer uma novo cadastro ou já tem direito as novas parcelas do Auxílio Emergencial sem precisar fazer o cadastro novamente?

    1. Heyde Oliveira Diz

      Com certeza não vai precisar o recadastramento. Por que senão poderá virar uma bagunca, lembrando que tem muita gente que não conseguiu receber bem a primeira parcela ainda.

      1. Simone Diz

        Se estão fazendo reavaliação para receber a terceira parcela para prejudicar ainda mais, as pessoas que precisam pode ser que faça novo recadastramento para atrapalhar mais. Lamentável

  3. Élida Diz

    Meu seguro desemprego termina esse mês,eu posso solicitar o auxílio emergencial?

    1. Thiago Diz

      Pode te bater 25 a 30 fias

      1. Ely Moraes Diz

        Eu. Tô. Desempregado. A 2ano. E. Nem. Recebido. Esse. Auxílio. Pois. Não. Me. Enquadrava. Pois. Já. Recebem. Minha. Filha. Que. Tem 18 anos. Não. Mora. Comigo. Como. E. Isso. O lema. Do. Governo dizia. Que. Nem. Um. Brasileiro. Ia. Ficar. De. Fora. Eu. Fui mas. Um. Que. Fiquei. Sem.o. Auxílio.

  4. rosa Diz

    Bolsonaro nao tem nada a haver com isso idiota!

  5. Caren Diz

    Nunca vi isso. As pessoas que receberam em maio e não sabem usar o dinheiro no aplicativo estão tendo que esperar julho ou agosto pra retirar o dinheiro. Será que o Bolsonaro ficaria mais de um mês sem salário?

    1. Rose Diz

      Caren é verdade,quantas pessoas nao conseguem usar o aplicativo e tem que esperar tanto pra pegar o dinheiro…quanto desrespeito com o povo ,nao é mesmo????..Agora quanto o salario do bolsonaro????ele pode sim ficar o resto da vida sem salario……o que ele deve receber em um mes,pra nós,é premio de loteria.

    2. Maria Diz

      Não , já terá o direito automáticamente .

  6. Cleia marcia Diz

    As mães chefes de família também receberao os 600, ou 1.200?

    1. Michele Borges centeno Diz

      Tbm quero saber

    2. Sergio Diz

      Ate onde sei continua o mesmo valor , quem recebia 1.200 continua com as 2 cotas

  7. Paulo Diz

    Eu queria saber e da minha primeira que está em contestação desde abril e nenhuma resposta até hoje

    1. Ana Diz

      Eu também.

      1. Caren Diz

        Nunca vi isso. As pessoas que receberam em maio e não sabem usar o dinheiro no aplicativo estão tendo que esperar julho ou agosto pra retirar o dinheiro. Será que o Bolsonaro ficaria mais de um mês sem salário?

        1. Paloma leite Pereira Diz

          Bom dia, eu sou beneficiária do bolsa família, vou retirar os 1200,como foi nos três meses passados?

      2. Neia Diz

        A caixa depositou o auxílio no caixa tem mas esqueceu que muitos precisam do dinheiro pra pagar um aluguel ou comprar em estabelecimento que não tem a maquininha pra receber e colocar pra poder sacar no dia 19 de julho praticamente 1 mês pra poder transferir ou sacar ,e o pessoal da bolsa familia já recebe o dinheiro na boca do caixa isso é uma sacanagem com quem não recebe pelo bolsa familia ,eles podia olhar isso pra gente pq onde moro não consigo comprar nada com o aplicativo do caixa tem

        1. Tiago boger Diz

          Concordo com você!!

  8. Josi Diz

    Não estou conseguindo pegar a segunda parcela do auxílio

    1. Eletice Marques da silva Diz

      Eu queria saber se vão pagar o nosso décimo terceiro em setembro também, porque estamos passando por um momento muito difícil nas nossas vidas, somos idosos dependemos de remédios e alimentação saudável, por favor ajude os idosos também, nós temos despesas também, precisamos de ajuda financeira urgente.

  9. Roberto f da silva Diz

    Eu roberto acho otimo curcos gratuito por eu ter mas de cinquenta anos nao concigo trabalho e porssima nao tenho estudo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?