Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Revisão mensal do auxílio de R$600 e R$300 vai excluir beneficiários indevidos

O TCU entende que a revisão mensal vai ajudar o Governo a excluir do cadastro quem não tem mais direito ao benefício porque, por exemplo, conseguiu emprego formal.

O auxílio emergencial passará a ter revisão mensal da lista de beneficiários a partir do mês de outubro. A decisão foi anunciada pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Inicialmente, o TCU determinou que a revisão mensal da lista começasse ainda em setembro. No entanto, o Ministério da Cidadania disse que não teria condições de começar o recadastramento a tempo e pediu o adiamento para outubro.

O TCU entende que a revisão mensal vai ajudar o Governo a excluir do cadastro quem não tem mais direito ao benefício porque, por exemplo, conseguiu emprego formal.

De acordo com dados da última auditoria do TCU, o total de pagamentos indevidos do auxílio emergencial pode chegar a R$ 42 bilhões. O montante fica próxima do custo mensal do programa, avaliado atualmente em R$ 51 bilhões.

O Governo anunciou a prorrogação do auxílio emergencial até dezembro com valor de R$300. Serão pagas, ao todo, mais quatro parcelas, ficando o benefício em vigor até dezembro.

Auxílio prorrogado até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por quatro meses no valor de R$ 300. A extensão do auxílio será oficializada por meio de medida provisória e terá que ser aprovada por deputados e senadores no Congresso Nacional.  

“Não é um valor o suficiente muitas vezes para todas as necessidades, mas basicamente atende. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então, decidimos aqui, até atendendo a economia em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300”, disse Bolsonaro. 

Neste ano, o Executivo depositou cinco parcelas de R$ 600 para os beneficiários do auxílio, visando ajudar os brasileiros de baixa renda, trabalhadores informais, MEIs, autônomos e desempregados.   

O presidente Jair Bolsonaro já havia informado sobre a redução do valor do benefício e argumenta que, se o valo pode parecer pouco para os brasileiros afetados pela pandemia, “é muito para quem paga, no caso, o Brasil”.  

De acordo com cálculos feitos pela equipe econômica, o custo mensal do benefício foi de R$ 50 bilhões por mês durante a primeira fase do programa. 

Veja também: Veja quem poderá receber o adicional de R$1.200 do auxílio emergencial

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

29 Comentários
  1. Yaira soto Diz

    Eu acho que é uma perdida de tempo. Eu fui revisada. Chiraram meu auxílio de Agosto a 5ta. Parcela, sou bolsa família. Agora em setembro só cobre 130 reais. Um mês sim receber essa ajuda. Sou desempregada chefes de família, tem 3, pessoas a meu cargo. Tam matando de fome ao povo. Essa revisão em um fraude

  2. RENATA SOARES LEITE Diz

    E uma palhaçada,
    está colocando as pessoas do auxílio emergencial na reavaliação no analise , porque o governo não dá dinheiro pos pobres se fosse o governo ele não cortava nada mais o pobre no Brasil não tem nada .

  3. Shirlei carmo de Almeida Diz

    Recebi 3 parcela e agora fui ver e está bloqueado estou desempregada e tenho um filho e dois netos que eu que cuido não sei porque me bloquearam

  4. José Mário da Costa e Silva Diz

    Mais de 50 dias para reavaliar meu auxílio estou a dois meses sem renda. Enquanto não define a avaliação nem posso contratar. Vou passar fome aos 63 anos? Ainda nao sou aposentado nem possuo bens e devido minha idade ninguém quer mais me alugar carro para eu vltar a rodar aplicativo. Socorro!!! CPF 89662245804

  5. Fabiana Diz

    Gente fala sério… Quando Bolsonaro falou do isolamento vertical, justamente para não ter crise econômica, ninguém quis. Agora tão culpando o governo??? Auxílio quer dizer uma ajuda. Eu estou desempregada, mas aproveitei a pandemia para ganhar meu dinheirinho fazendo feijoada e vendendo em casa nos sábados. Tem dado certo, quem quer consegue levantar uma renda extra com certeza. Agora ficar revoltadinhos porque auxílio ta chegando no fim???? Fala sério né.

  6. Vinicius Diz

    E mentira isso . O meu entrou em revisao mes passado e ate hoje nada de dizer se aprovou de novo ou se fui negado . so recebi 3 parcelas .

  7. Inês terto da Silva Diz

    Estou em análise des de abril e nada gostaria que desse um basta quando vamos sair da análise meu Deus na datbrev eles alega que estou empregada mais não sei atou preciso de ajuda urgente e receber o que e de direito agora pergunto eu estou desempregada sem renda 😞 quando vou sair e ter meu auxílio emergência liberado e tem gente que realmente está com emprego formal e está recebendo

  8. Very Diz

    Absurdo total moro de aluguel tenho filho de 7 anos pai dele falecido, eu sou autônoma, e está batendo a aposentadoria dos meus pais , que não me sustentam e nem moramos na mesma casa , não tenho aonde reclamar, recebi o primeiro e estou em avaliaçao desde de Abril , ninguém da nenhuma explicação, a caixa econômica e o dataprev cadê ????

  9. Alexsandra Diz

    Bem é um ótimo dinheiro pra quem tá desempregado ajuda muito,mais tem um porém tudo tá mais caro é uma demora pra receber cada dia que passa os alimentos estão caríssimo e daqui pra dezembro vai aumentar mais ainda.

  10. Regivan Chaves Diz

    Desculpa, quis dizer brevimente.

  11. Regivan Chaves Diz

    Bolsonaro vai muito na Honda do Paulo Guedes mas esqueci em lembrar, as eleições
    Virão [email protected]@[email protected]

  12. Paulus Marcio Flausino Diz

    Só recebi uma parcela depois não recebi mais ficou em avaliação é até hoje contínua em avaliação é eu estou desempregado é precisando muito é não consigo receber o auxílio. Preciso muito que vcs revê o meu cadastro porque estou precisando muito pesso que me ajudem

  13. ELIANA BARBOSA DOS Santos Diz

    meu ex marido declara meus filhos no imposto de renda por conta do convênio médico agora vão corta dependentes do imposto ta de sacanagem com o povo governo

  14. Adriana Diz

    MENTIRA! excluí indevidamente nada. Excluí quem precisa e nem diz o motivo, não abre canal para reclamar e o telefone não atende.
    Isso é pilantragem para não pagar o povo, como se esse dinheiro fosse muito, comparado ao tanto de impostos que pagamos.
    Esse governo é uma vergonha!

  15. Regina Diz

    Vamos fazer o que com 300 reais se os alimentos estão um absurdo.
    Não vai dá pra nada.
    É gás,luz, água e comida o que 300 reais faz.
    Políticos vamos fazer uma troca eu fico com seu salário e vcs ficam com os 300 reais.

  16. Mara Diz

    Acho que vcs estão é de palhaça com nós ser humano, pois ficam só enrolando dizendo qe está fazendo algo pra manter o mesmo valor.
    Acho qe vcs deveriam falar logo qe assinaram pra qe fiquem os 3000″a redução “Pois ñ da pra fazer mais nada pois a bolsa família já vão receber o primeiro lote da redução do auxílio, pois já começam receberem agora nesta quinta-feira….Chega de bla bla bla

  17. Luz Diz

    A análise é revisão deles é tão boa q tem um monte de gente de uma família só q trabalham de carteira assinada, tem casa própria, ganha muito bem q estão recebendo 1 200 como chefe de família… Muita sacanagem

  18. Cidadã Revoltada!!!! Diz

    Temos que escolher melhor quem NIS ” representa” e não ter memória curta em época de eleições, LEMBRAREMOS!!!!

  19. Cidadã Revoltada!!!! Diz

    Basicamente atende como?
    Gás 70,00
    Aguá/luz+- 120,
    Coma 30 dias com 119,00
    com a cesta básica inflacionada,há não pode ficar doente, quanta miséria estamos vivendo, vergonhoso, tantos impostos pagos…. Ninguém crê …vergonha,vergonha!!!;

  20. Lucinéia Vicente Pereira Lacerda Diz

    Sinseramente eu acho que é para quem nunca trabalhou não somos vagabundo estamos desempregado pôr causa de uma pandemia porisso fica em análise porque sempre trabalhei mais agora fica nesse análise até quando o povo está passando fome

  21. Lucinéia Vicente Pereira Lacerda Diz

    Eu não sei nem o que fazer cortou até a minha energia meu filho precisa estudar.e essa quinta parcela não sai queria saber o motivo não tenho emprego meu marido recebia o loas e cortarão também gente o que está acontendo

  22. Valter gomeri sobrinho Diz

    Sacanagem e covardia deste auxilio , muitos não recebeu ou só recebeu uma parcela como eu que sou intermitente e ainda fiquei sem trabalhar por causa da pandemia

  23. Fabiane Diz

    O problema que tira só de quem precisa. Pq conheço muita gente que trabalham e recebeu todas as parcelas do auxílio. Se fosse a fundos não tinha bastado esse bilhões por mês. Isso foi pq não olhou direito .

  24. Ariane Diz

    Eu só recebi a primeira em abril e mais nada sendo que recebo bolsa família e estou desempregada!!!!

  25. Henrique Diz

    Como a gnt faz p resolver o problema de desconformidade???

  26. CAMILA SILVA AZEVEDO Diz

    Faz 3 meses q estou em avaliação.

  27. CAMILA SILVA AZEVEDO Diz

    Ridículo tudo isso.
    Faz 3 meses q estou em avaliação.

  28. Roseane Barreira Brito Diz

    Eu tenho direito nunca trabalhei de carteira assinada não tenho renda nenhuma do governo e mesmo assim não fui aprovada, palhaça e quem não precisa recebe servidor público ativo e recebendo de boa é por isso que o Brasil vive quebrado porque não tem competência!!

  29. Celidalva Ribeiro Silva Diz

    Tem muita gente se lascando por causa desta miséria de revisão,muita gente excluída do auxílio emergencial injustamente, Affff

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?