Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Reforma Trabalhista Isenta Parcelas Salariais de Encargos Trabalhistas

Antes da Reforma Trabalhista, o §1º do art. 457 da CLT estabelecia que integravam o salário não só a importância fixa estipulada, como também as comissões, percentagens, gratificações ajustadas, diárias para viagem e abonos pagos pelo empregador.

Exceção destes valores referia-se a ajuda de custo e das diárias para viagem que não excedessem de 50% do salário percebido pelo empregado.

Entretanto, conforme discorreremos a seguir, a Reforma Trabalhista trouxe inovações relevantes acerca da remuneração do empregado.

 

Remuneração do Empregado

Inicialmente, a Reforma Trabalhista estabeleceu, no § 1º do art. 457 da CLT, que integram o salário a importância fixa estipulada, as gratificações legais e as comissões pagas pelo empregador.

Outrossim, o §2º do mesmo artigo também foi alterado pela Lei 13.467/2017, dispondo que, ainda que habituais, não integram a remuneração do empregado as parcelas abaixo:

  • Ajuda de custo (sem limites);
  • Auxílio-alimentação (vedado seu pagamento em dinheiro);
  • Diárias para viagem – qualquer valor;
  • Prêmios; e
  • Abonos.

Não obstante, além de não integrarem a remuneração, as parcelas supramencionadas não se incorporam ao contrato de Trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário.

MP 808/2017

Além disso, vale ressaltar que a Medida Provisória 808/2017, que vigorou de 14.11.2017 a 22.04.2018, havia alterado a Lei 13.467/2017, estabelecendo que, ainda que habituais, não integravam a remuneração do empregado as parcelas abaixo:

  • Ajuda de custo (limitadas a 50% da remuneração);
  • Auxílio-alimentação (vedado seu pagamento em dinheiro);
  • Diárias para viagem – qualquer valor; e
  • Prêmios.

Portanto, os valores pagos a título de ajuda de custo (superiores a 50% da remuneração), bem como os valores pagos a titulo de abonos, integravam a remuneração do empregado somente durante a vigência da citada MP 808/2017.

Ademais, consideram-se prêmios as liberalidades concedidas pelo empregador em forma de bens, serviços ou valor em dinheiro a empregado ou a grupo de empregados.

Isto em razão de desempenho superior ao ordinariamente esperado no exercício de suas atividades.

Ainda, o § 5º do art. 458 da CLT, incluído pela Reforma Trabalhista, estabelece que não compreende no salário e não fazem base para o salário de contribuição à Previdência Social os valores pagos a título de:

  • Serviço médico ou odontológico (próprio ou não);
  • O reembolso de despesas com medicamentos, óculos, aparelhos ortopédicos, próteses, órteses;
  • Despesas médico-hospitalares e outras similares, mesmo quando concedido em diferentes modalidades de planos e coberturas.

Demais Considerações Acerca da Remuneração: Variações no Ponto e Tempo de Transporte

Além disso, cumpre-nos salientar importantes modificações decorrentes do acréscimo de parágrafos ao art. 58 da CLT, por intermédio da Lei 10.243/2001.

Assim, referido dispositivo legal passou a versar sobre as parcelas não integrantes dos salários, relativos a variações no ponto e tempo de transporte do trabalhador.

Dessa forma, não serão descontadas nem computadas como jornada extraordinária as variações de horário no registro de ponto não excedentes de cinco minutos, observado o limite máximo de dez minutos diários.

Outrossim, o tempo despendido pelo empregado até o local de trabalho e para o seu retorno, por qualquer meio de transporte, não será computado na jornada de trabalho.

Por fim, salvo quando, tratando-se de local de difícil acesso ou não servido por transporte público, o empregador fornecer a condução.

Leia Também:

brasil 123  
1 comentário
  1. Rosevaldo Diz

    Bom dia,
    É obrigação do Empregador pagar valores referente as horas de viagem do colaborador?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?