Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

LIBERADO! 4ª parcela retroativo do auxílio emergencial de R$600 é PAGA

Quarta parcela do auxílio está sendo paga para quem começou a receber a primeira em maio

Os beneficiários que começaram a receber o auxílio emergencial de R$ 600 em maio agora estão recebendo o pagamento da quarta parcela. Os beneficiários nascidos em julho recebem hoje.

O pagamento da quarta parcela de R$ 600 foi iniciado dia 28 de agosto e segue até 30 de setembro. Os beneficiários nascidos em julho poderão fazer o saque em espécie do auxílio a partir do dia 8 de agosto. Até lá, o dinheiro pode ser movimentado no app Caixa Tem.

Confira abaixo os detalhes do calendário de pagamento e de saque do auxílio.

Pagamento da quarta parcela

  • 28 de agosto: nascidos em janeiro
  • 2 de setembro: nascidos em fevereiro
  • 4 de setembro: nascidos em março
  • 9 de setembro: nascidos em abril
  • 11 de setembro: nascidos em maio
  • 16 de setembro: nascidos em junho
  • 18 de setembro: nascidos em julho
  • 23 de setembro: nascidos em agosto
  • 25 de setembro: nascidos em setembro
  • 28 de setembro: nascidos em outubro
  • 28 de setembro: nascidos em novembro
  • 30 de setembro: nascidos em dezembro

Saque e transferência da 4ª parcela

  • 19 de setembro: nascidos em janeiro
  • 22 de setembro: nascidos em fevereiro
  • 29 de setembro: nascidos em março
  • 1 de outubro: nascidos em abril
  • 3 de outubro: nascidos em maio
  • 6 de outubro: nascidos em junho
  • 8 de outubro: nascidos em julho
  • 13 de outubro: nascidos em agosto
  • 15 de outubro: nascidos em setembro
  • 20 de outubro: nascidos em outubro
  • 22 de outubro: nascidos em novembro
  • 27 de outubro: nascidos em dezembro

Auxílio prorrogado até dezembro

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a prorrogação do auxílio emergencial por quatro meses no valor de R$ 300. A extensão do auxílio já foi oficializada por meio de medida provisória e agora terá que ser aprovada por deputados e senadores no Congresso Nacional.

“Não é um valor o suficiente muitas vezes para todas as necessidades, mas basicamente atende. O valor definido agora há pouco é um pouco superior a 50% do valor do Bolsa Família. Então, decidimos aqui, até atendendo a economia em cima da responsabilidade fiscal, fixá-lo em R$ 300”, disse Bolsonaro.

Neste ano, o Executivo depositou cinco parcelas de R$ 600 para os beneficiários do auxílio, visando ajudar os brasileiros de baixa renda, trabalhadores informais, MEIs, autônomos e desempregados.

O presidente Jair Bolsonaro já havia informado sobre a redução do valor do benefício e argumenta que, se o valo pode parecer pouco para os brasileiros afetados pela pandemia, “é muito para quem paga, no caso, o Brasil”.

De acordo com cálculos feitos pela equipe econômica, o custo mensal do benefício foi de R$ 50 bilhões por mês durante a primeira fase do programa.

Veja também: Auxílio BEm: CONFIRA os pagamentos entre R$ 261,25 e R$ 1.813,03

Leia Também:

4 Comentários
  1. Elcides Alves de Carvalho Diz

    Recebi até a terceira parcela e meu auxilio está em avaliação e não libera a quarta parcela

  2. maria aparecida nobre Diz

    Mais QM recebia sem cartão ainda recede ou na o e só pra QM tem bolsa família
    Araripina

  3. Santos Diz

    Nao recebe merda nem uma

  4. Luis alberto moura e silva Diz

    Eu só posso agradecer pela ajuda que o presidente está dando na medida do possível

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?