Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

INSS facilita atualização de dados cadastrais para aposentadoria

o INSS deixou de exigir a documentação original para atualização do Cnis e também está aceitando cópias simples para  a realização da análise de requerimentos de benefícios.

Os segurados que estão em busca da aposentadoria e estão com falhas no CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) ou estão na fila de 777 mil requerimentos para cumprir exigências no INSS poderão conquistar a renda previdenciária com mais facilidade.

Neste mês, o INSS deixou de exigir a documentação original para atualização do Cnis e também está aceitando cópias simples para a realização da análise de requerimentos de benefícios. Portanto, as cópias autenticadas estão dispensadas.

De acordo com a portaria nº 892, a dispensa está válida desde o dia 2 deste mês e vale para requerimentos em andamento e em qualquer fase do processo de reconhecimento e manutenção de direito.

No entanto, existe  uma exceção, sendo nos casos de processos em que há apuração de irregularidade, cuja origem sejam as informações nos documentos. De acordo com o INSS, comprovantes originais também poderão ser exigidos havendo dúvidas do órgão quanto à autenticidade ou à integridade do documento.

Erro no Cnis

O segurado tem algum problema na concessão ou do cálculo do benefício quando há erro no CNIS. O segurado pode consultar o extrato previdenciário pelo Meu INSS.

Em “Extrato de Contribuição (CNIS)”, o segurado pode conferir o documento com todos os dados. Caso conste alguma inconsistência nas informações, a retificação pode ser feita pelo próprio Meu INSS. O envio de cópias legíveis de documentos como carteiras de trabalho, RG, CPF serão exigidos.

Leia Também:

5 Comentários
  1. Adriana augusto Diz

    Não vamos perder a fé

  2. Adriana augusto Diz

    Fé que a sorte tá acaminho

  3. Adriana augusto Diz

  4. Gilton Diz

    INSS dificulta tudo para depois protelar na justiça.6 meses sem funcionar e ainda está dificultando nos contribuintes que temos todo o direito de reaver o que já pagamos.

  5. Durval Ibanez Diz

    Pedi acerto de vínculo trabalhista através do aplicativo Meu INSS, pois havia um erro no meu CNIS na data de saida do meu último emprego. Anexei arquivos com cópia da minha carteira de trabalho comprovando o erro. Porém passado 32 dias o CNIS ainda não foi corrigido. Liguei na Ouvidoria reclamando e fui informado que pode demorar até 1 ano para corrigirem. Acho um absurdo tanta demora, pois basta só olhar os documentos anexos ao requerimento que vão constatar o erro facilmente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?