Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Gastos do trabalhador aumentam 160% no dia de recebimento do auxílio emergencial

Estudo realizado pelo Nubank mostra o aumento no gasto no dia em que o auxílio é pago

O Nubank realizou estudo para verificar a atividade dos trabalhadores após receberem o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600. Segundo o estudo, o gasto dos trabalhadores aumenta 160% no dia em que o valor do auxílio é depositado na conta poupança social digital da Caixa Econômica Federal.

Segundo o estudo, aproximadamente 25% do valor do auxílio é retirado da conta. Em 5% dos casos, o dinheiro é retirado por saque. Em outros 16%, a retirada acontece por meio de pagamento de boletos. E em 36% dos casos, a retirada acontece por transferência bancária, via TED.

Ainda de acordo com o Nubank, a retirada do dinheiro acontece de forma gradual depois do dia de depósito do valor. Em nota, a empresa explicou que o estudo concluiu que a renda básica emergencial está sendo utilizada para suprir necessidades financeiras imediatas de forma controlada. Ou seja, o dinheiro está sendo usado de forma que dure por mais tempo.

O estudo foi realizado entre 20 de abril e 29 de maio. Para isso, foram entrevistados cerca de 500 mil clientes do banco digital que receberam o auxílio emergencial de R$ 600 em sua conta no Nubank. Já no padrão de consumo no cartão de crédito não foi registrada alteração. O estudo avalia que isso aconteceu pelo fato do auxílio emergencial ter data para acabar e, dessa forma, os beneficiários evitam se comprometer com parcelas.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?