Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Demissão: Quem recebeu o seguro-desemprego terá direito ao auxílio de R$600

Sobre o cidadão que recebeu a última parcela do seguro-desemprego em junho, após cumprir todos os requisitos da lei, ele receberá as parcelas de julho e de agosto

Quem recebeu a última parcela do seguro-desemprego no mês de junho e realizou o cadastro do auxílio emergencial de R$600 até o prazo limite, 2 de julho, terá direito a mais duas parcelas do auxílio emergencial de R$600. A confirmação é da Caixa Econômica Federal.

As duas últimas parcelas compõe o acréscimo anunciado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido).

“Sobre o cidadão que recebeu a última parcela do seguro-desemprego em junho, após cumprir todos os requisitos da lei, ele receberá as parcelas de julho e de agosto”, informou a assessoria, em nota.

O trabalhador que cumprir todos os requisitos para recebimento do auxílio emergencial possui chance de receber os recursos. As parcelas vão ser pagas conforme os calendários, divulgados pela instituição bancária. Mas quem ainda não solicitou o auxílio de R$600 dentro do prazo de cadastro (até 2 de julho) não possui mais o direito.

O auxílio emergencial de R$600 é uma das medidas adotadas pelo governo para amenizar os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

Novos aprovados no auxílio emergencial

Os novos cadastrados no auxílio emergencial e que não contavam com o programa do seguro-desemprego farão jus as cinco parcelas. Isso não depende da data de aprovação do benefício.

No entanto, quem teve o benefício negado e identifique que a avaliação não está correta, ainda não será possível contestar. Após contestação, a análise continuar a mesma. No entanto, se o beneficiário considerar apto a receber os recursos, pode buscar auxílio na Defensoria Pública da União.

Veja também: Além do auxílio de R$600, conheça os programas sociais pagos em 2020

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

21 Comentários
  1. Aldo oliveira dos santos Diz

    E uma vergonha o presidente da caixa falar, e não cumprir o que disse , to desempregado e foi negado 2 vezes, lamentável e vergonhoso não cumprir com seus atos, Deus ta vendo.

  2. Aldo Diz

    E uma vergonha o presidente da caixa falar, e não cumprir o que disse , to desempregado e foi negado 2 vezes, lamentável e vergonhoso não cumprir com seus atos, Deus ta vendo.

  3. valeria satti gregório Diz

    Por favor não consigo me cadastrar eu não trabalhao.registrada e sim contrato de serviço até o final do ano preciso e meu salário ê bem menos que 3000.

  4. valeria satti gregório Diz

    Por favor fiz meu pedido foi negado sendo que meu emprego ê sob contrato e minha renda bem menor que 3.000

  5. Léo Silva Diz

    Recebi a última parcela do seguro-desemprego em junho/20, entrei com a solicitação do auxílio e foi negado, dizendo que estou recebendo o seguro. Contestei e foi negado novamente. Hj, continuo desempregado e sem renda alguma. Pior é ver algumas pessoas que os pais tem ótimos empregos e recebem o seguro-desemprego, sem nunca terem trabalhado na vida.

  6. Natália Diz

    Minha última parcela foi em junho do seguro desemprego…E uma palhaçada eles insistir q estou recebendo ainda .. o mais triste é saber q tem muitas pessoas na minha situação é nada se resolve pq acredito q todos precisam …😔

  7. Igor Diz

    Pedi o benefício em 1 semana antes de terminar para cadastrar!
    Tinha recebido a última parcela naquele mês!
    Não tinha mais benefício algum vindo do GOVERNO!

    FIZ E NEGARAM DIZENDO QUE RECEBIA SEG. SENDO QUE JA TINHA ACABADO.

    CONTESTEI! 4 SEMANA DEPOIS NEGARAM DE NOVO!

    E AGORA?

    TENHO DIREITO SIM DE RECEBER MAS NAO TEM COMO CADASTRAR!

  8. Desirée Diz

    Minha última parcela do seguro foi em junho, solicitei o auxílio em julho , no último dia e foi negado alegando que eu ainda estou pegando o seguro . Agora não consigo contestar pq vc só pode contestar 1 vez e também não consigo ligar no 121 que disseram que é nesse número que pode contestar. Só por Deus mesmo! Eles fazem de tudo pra vc não receber o auxílio . E infelizmente muitas pessoas não precisam estão recebendo.

  9. Wanderson Diz

    Fui demitido em junho,não tive direito em seguro desemprego e fui negado afirmaram que eu tenho emprego formal,sendo que eu solicitei depois que deram baixa na carteira e eu fazer o saque do fgts

  10. Maria das Graças Diz

    O meu esposo recebeu a última parcela do seguro desemprego em março. Fez o auxílio e nunca foi aprovado. A data preve diz que ñ foi aprovado, a caixa diz que ainda está em análise pela data preve.

  11. Dih Costa Diz

    Minha última parcela foi em julho. Tô despregada e sem direito a receber nem o auxílio emergencial nem as parcelas do seguro desemprego caso seja aprovada. Como faz agora… Só Jesus!

  12. Dianbison Diz

    Vergonha toda pessoa desempregada ou perdeu emprego tinha ter direito a receber

  13. Aparecida Diz

    Eu que nem recebi seguro e ainda a constatação deu negada dizendo que tenho emprego formal. E está numa análise automática. Será que vou conseguir

  14. Maria aparecida da silva Diz

    E cadê a prorrogação do seguro-desemprego porque até agora o governo não resolveu nada e nós estamos desempregado e não tem mais seguro-desemprego para receber já saiu a última parcela minha agora em agosto e até agora eu não vi a prorrogação do seguro-desemprego e também os trabalhador tem direito

  15. Patrícia Diz

    Fiz meu cadastro dentro do prazo … Foi negado por causa do seguro desemprego … Recorri e foi negado novamente pelo mesmo motivo e aí o que faço

  16. FABIANA SILVA DOS SANTOS Diz

    Fiz meu primeiro cadastro em maio
    Em junho foi negado por motivo receber seguro desemprego, porém minha última parcela foi em Abril
    Refiz o pedido do Auxílio em junho novamente e até hoje estou em análise .será que ainda recebo?

    1. Edileusa Diz

      Recebi a última parcela em junho fiz meu cadastro em julho deu negado costestei foi negado novamente dizendo que estou recebendo seguro desemprego e assim está já faz 2 meses que acabou meu seguro e continua falando que estou recebendo palhaçada.

      1. Michele de souza siqueira Diz

        Recebir a ultima parcela do seguro desemprego em junho fiz o pedido de7 megado contestei e a cintestação me foi negada sou mae provedora moro.de aliguel tenho 4 filhos e estou desemprega,e foda essa situação viu

  17. Eleon pereira Diz

    Minha última parcela do seguro desemprego terminou em junho , até agora não foi aprovado no auxílio emergencial de 600 Reais tô sem trabalhar por conta do novo coronavirus já fez dois meses que não recebo o seguro desemprego e nem seguro defenso como eles tão falando

    1. Sonia Diz

      Tudo mentira, também terminei de receber meu seguro desemprego em maio, fiz a solicitação do auxílio emergencial em junho depois de um tempão em análise, foi negado entrei com uma contestação que ficou em análise novamente até ser negado de novo.

    2. Silvana Paula Diz

      Fui demitida em janeiro, minha filha fez o cadastro, mais reprovaram, dizendo que a composição familiar superava o limite, mais somente meu esposo está com renda em casa, a Dataprev pegou o valor dos 15 dias que trabalhei e somou com a renda do meu esposo, mais sai do trabalho em janeiro e minha filha fez o cadastro em abril

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?