Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como garantir a ANTECIPAÇÃO dos R$ 1.045 do auxílio-doença

Por causa pandemia, o INSS libera parcelas do auxílio apenas com atestado médico.

Em razão da pandemia da Covid-19, e como uma das consequências, o isolamento social, as agências do INSS estão fechadas temporariamente, suspendendo as perícias médicas presenciais.

No entanto, para que os segurados não fiquem sem assistência, uma portaria estabeleceu regras para concessão do auxílio-doença pela internet. O segurado que precisa do benefício faz o pedido pelo Meu INSS, no site gov.br/meuinss ou através do aplicativo do mesmo nome, e encaminha seu atestado médico.

As mudanças, porém, têm causado questionamentos aos segurados. Dentre as dez dúvidas que a Previdência destacou, as principais dizem respeito ao valor pago durante a pandemia e o envio dos documentos por meio do Meu INSS.

Enquanto a suspensão do atendimento presencial nas agências estiver em vigor, quem pedir o auxílio-doença e enviar o laudo médico receberá o benefício por incapacidade antecipado, no valor de um salário mínimo mensal (R$ 1.045). Já o segurado que tinha perícia agendada e foi cancelada em decorrência do isolamento, pode fazer uma nova solicitação, pelo Meu INSS, para receber a antecipação.

O segurado que tiver direito a um valor maior será reparado pelo INSS quando as agências voltarem a funcionar. Os R$ 1.045 serão pagos durante três meses, incluindo as possíveis prorrogações, segundo a Previdência. Ao fazer o envio do documento, ele deve ser fotografado ou digitalizado para ser anexado no sistema e deve conter a assinatura do médico, a doença e o tempo de afastamento.

Vale ressaltar que, o pagamento só será feito após análise do pedido por um médico perito, que vai avaliar o atestado enviado. É possível o segurado acompanhar o requerimento pelo Meu INSS ou pela central telefônica 135, que funciona de segunda a sábado, de 7h às 22h.

Quem tem direito ao auxílio

  • O auxílio-doença é um benefício pago para o profissional que temporariamente fica incapacitado para atividades no trabalho.
  • Para ter direito, o segurado deve ter contribuído para a Previdência Social por, no mínimo, 12 meses, chamado de carência.
  • No entanto, se o afastamento for decorrente de acidente de trabalho, não há exigência de tempo mínimo para receber o benefício.

Saiba como pedir

Depois de entrar no Meu INSS, selecione a opção “Agendar Perícia”. Quem ainda não possuir senha, precisa se cadastrar para poder fazer o login.

Depois de fazer o login, basta fazer o seguinte:

  • Clique em “Agendar Perícia”
  • Selecione a opção “Perícia Inicial” e, em seguida, clique em “Selecionar”
  • Na pergunta “Você possui atestado médico”, selecione “SIM” e clique em continuar
  • Preencha as informações pedidas e clique em “Avançar”
  • Em “Anexos”, clique no sinal + para inserir o documento e clique em “Anexar”
  • Agora basta selecionar o documento (seu atestado médico) que você quer anexar, clicar em “Abrir” e, em seguida, em “Enviar”
  • Siga os passos seguintes e clique em “Gerar Comprovante” para que você o salve em seu computador ou celular
  • Em caso de dúvidas, confira o passo a passo disponibilizado pelo INSS.

Cuidados

O atestado médico deve ser anexado ao requerimento e deve seguir os seguintes requisitos:

  • Estar legível e sem rasuras;
  • Conter a assinatura do profissional emitente e carimbo de identificação, com registro do Conselho de Classe;
  • Conter as informações sobre a doença ou CID;
  • Conter o prazo estimado de repouso necessário.
  • Trabalhador na fila do auxílio-doença receberá 1 salário mínimo.

A portaria estabelece que sendo atendidos os demais requisitos necessários para a concessão do auxílio-doença, inclusive a carência, quando exigida, a antecipação de 1 salário mínimo mensal “será devida a partir da data de início do benefício e terá duração máxima de três meses”.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

De acordo com a portaria, em algumas situações, os beneficiários vão ter que ser submetidos à perícia médica no INSS, depois do término do regime de plantão reduzido nas agências. São elas:

  • Quando o período de afastamento da atividade, incluídos os pedidos de prorrogação, ultrapassar o prazo máximo de 3 meses;
  • Para fins de conversão da antecipação em concessão definitiva do auxílio-doença;
    quando não for possível conceder a antecipação do auxílio-doença com base no atestado médico por falta de cumprimento dos requisitos exigidos.
  • A portaria alerta ainda que a “emissão ou a apresentação de atestado falso ou que contenha informação falsa configura crime de falsidade documental e sujeitará os responsáveis às sanções penais e ao ressarcimento dos valores indevidamente recebidos”.

Leia Também:

brasil 123  
23 Comentários
  1. Rosilene Diz

    Dei entrada no auxilio doença desde 17/04 pelo meu INSS e até o dia de hj está em análise..
    Isso e descaso com nós trabalhadores ..

  2. Anderson Diz

    O ser humano fica indignado com essa situação, estou tbm esperando muito falta de respeito

  3. Davi Silva Diz

    INSS não serve pra nd, todo mês desconta o valor do seu salário e quando vc precisa o que acontece? Vc que se lasque, estou afastado desde março, sem nenhum rendimento, quase 3 meses sem nem conseguir comprar 1 pão, minha família e eu estamos vivendo de doação pra se alimentar, pq contas todas atrasadas, pq ninguém para de cobrar pq o inss está me devendo, desde 10/04 em análise pra receber 1 salário mínimo e nem muda o status enquanto conheço gente q nem quer saber de trabalhar recebendo a segunda parcela do auxilio emergencial, o Inss só serve pra acabar com sua dignidade como cidadão, pq se vc paga tudo em dia, e se machucar e cair no sistema se prepare pra ficar com nome sujo e passar necessidade

  4. Marivaldo Diz

    Enviei atestado desde o dia 15/04/20 e até hj está em análise moro de aluguel n sei mas o q fazer e vc n vê uma reportagem sobre o assunto

    1. Adriana Aparecida Beraldo Diz

      O meu ficou laudo atestado ficou em análise até agora e o perito ainda negou meu auxílio, msm eu fazendo um procedimento cirúrgico na coluna e com dor.

  5. ELIZETE VARÃO 6 Diz

    O d meu pai está em análise ao mês e nada

  6. marina godinho da silva Diz

    olha eu faz desde março q estou esperando.enviei o atestado dia 10 d abril até agora nada .está em análise preciso comprar médicamentos caro .sofro d dores crônicas inreversivel olha está dificil

    1. Katia Diz

      Minha irmã luta contra 6 tipos de canceres,artrite reumatóide, necrose nas bacias,só falta nem andar,não anda mais de transporte público,gasta sem poder com inúmeros tipos de medicamentos,tem hipocalcemia vive em hospitais internada e vive com a ajuda de amigos e parentes.estou indignada, revoltada decepcionada pq sua perícia foi indeferida pode um negócio desse,gente?existem miliahares de pessoas que não sobrevive com um câncer e ela luta pela vida com garra, força,fé, e coragem.alguem pode me explicar como se nega um pedido de auxílio doença desses?existe este órgão chamado INSS?puta q pariu, aliás quem pariu essas criaturas que se dizem médicos peritos?com certeza não deve saber o q é uma dor de um câncer pq é só olhar p ela e a pessoa normal já sabe a ela não está nada bem que médicos incompetentes são esses q são colocados a frente de um órgão tão necessário q não sabe avaliar e nem ler pq os resultados dos exames estão na frente deles e mesmo assim esses fdps indeferem o pedido da minha irmã.tenho certeza q não é só ela q está passando por isso,ei tbm me encontro nesta posição sem poder trabalhar e meu pedido foi negado.minha vontade era de esfregar meus laudos e os delas na cara de um infeliz desse,o q eu espero é que a lei do retorno chegue bem rapidinho pra eles e que morram secos e vão parar no inferno.

  7. Cirlei rose ferreira da silva Diz

    Eu to afastada desde março mandei meu documentos pelo meu nss atestado laudo o médico mi deu três meses dia 4 de junho agora essa semana já vai acabar meu atestado v e eu só entro no meu nss só em analice nem comida tenho em casa mais esse povo tá tirando sarro da nossa cara só pode

    1. Paula Diz

      Verdade!!! O INSS só serve para tirar do trabalhador!!! quando precisamos nao temos retorno em nada!!!
      Estou desde março esperando e quando saiu a carta de concessão do INSS, fui na data prevista, 2 dia útil de junho para receber( hoje), e na agência tive a informação que tinha a conta em meu nome, mais não tinha dinheiro pois o INSS não fez o depósito!!!!

  8. Sheila Aparecida Diz

    Enviei o atestado pro meu inss eles mim concerderam só um mês sendo que meu atestado e de 3mês o inss mim liberou pra voltar os trabalho sem pericia mas a empresa não quer aceitar o que eu devo fazer

  9. Isabel Diz

    Estou desde 10/04 nessa perícia virtual e só está em análise. Não sei mais o que fazer alguém pode me ajudar.estou já sem nenhum recurso.

  10. Edimilson Francisco Diz

    O INSS tá de brincadeira já faz um mês que enviei os atestados até agora nada

    1. Fabiana Diz

      Bem vindo a peregrinação.
      Tenho descontado do meu pagamento todo o mês a teto máximo da previdência.
      Se serve pra alguma coisa.
      Pra nada.
      Uma humilhação.
      ESTOU afastada por cancer desde o dia 13 e
      De Março.

  11. Francisca Fabia Moreira Salvino Diz

    Realizei meu pedido de perícia em março de 2020, em abril eles pediram os documentos necessários laudo médico de 90 dias , enviei,em 26 de maio eles concluíram o pedido,dando o benefício de 01/05 a 01/06. Dando somente 1 mês de direito de receber o benefício.

    1. Andreza Diz

      Bom dia! Estou na mesma situação que a sua . A diferença que o mês que muda. E o telefone 135 não sabe esclarece nada.

    2. Fabiana Diz

      Bem vindo a peregrinação.
      Tenho descontado do meu pagamento todo o mês a teto máximo da previdência.
      Se serve pra alguma coisa.
      Pra nada.
      Uma humilhação.
      ESTOU afastada por cancer desde o dia 13 e
      De Março.
      O meu atestado como ainda não tinha passado pela cirurgia está como tempo indeterminado.
      Fiz a cirurgia. Vou fazer rádioterapia.
      Tô praticamente curada.
      E meu documento está em análise.
      Vou me curar antes da perícia.
      Mais o importante é descontar a previdência todo mês do salário do trabalhador.

      1. Mauricio Diz

        Fique feliz e agradeça a Deus você venceu o Câncer .

    3. Fabiana Diz

      Bem vindo a peregrinação.
      Tenho descontado do meu pagamento todo o mês a teto máximo da previdência.
      Se serve pra alguma coisa.
      Pra nada.
      Uma humilhação.
      ESTOU afastada por cancer desde o dia 13 e
      De Março.
      O meu atestado como ainda não tinha passado pela cirurgia está como tempo indeterminado.
      Fiz a cirurgia. Vou fazer rádioterapia.
      Tô praticamente curada.
      E meu documento está em análise.
      Vou me curar antes da perícia.
      Mais o importante é descontar a previdência todo mês do salário do trabalhador.

    4. Paula Diz

      Vc mesmo pede a prorrogação

  12. Ellen Rocha Dias Diz

    Uma palhaçada. Eles negam sem bem olhar os documentos. Não tem um canal de comunicação direta. Demoram para analisar. Enfim, uma bagunça. Não serão penalizados quando o erro é constatado por isso fazem dessa forma

  13. Ivone Diz

    Deveria liberar para pagar as férias vencida para aposentado por invalidez

    1. Cirlei rose ferreira da silva Diz

      O governo fala tanto em auxílio emergencial e deixa os doente passar fome continuar mais doente sem remédio eu já fãs três mêses afastada não consegui tomar a injeção que o médico passou pois entro naquele meu nss só em analice tá brincadeira virou palhaçada isso já não recebemos nada eu tô até com depressão ja

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?