Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio R$ 600: Governo libera NOVA ferramenta para quem teve o pedido negado

Cerca de cinco milhões de brasileiros devem ser beneficiados pelo novo sistema. Veja

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, confirmou que vai ser criada uma ferramenta de contestação para pessoas que tiveram o auxílio emergencial negado anteriormente. De acordo com cálculos do governo, cinco milhões de brasileiros devem ser beneficiados pelo sistema.

“Nós estamos construindo o que chamamos de ‘esteira de contestação’, que vai ser pelo número 121, mas que ainda não está pronto”, disse Onyx, sem entrar em detalhes, durante entrevista ao “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes.

A nova ferramenta deve ser anunciada pelo governo até o final desta semana.

Liberado em abril com intuito de manter uma renda para trabalhadores informais e famílias de baixa renda em meio à pandemia, o auxílio emergencial do governo federal soma aproximadamente R$ 123 bilhões em recursos orçamentários. Atualmente, o governo executa o pagamento da segunda parcela do programa.

Quem pode receber o auxílio emergencial

O projeto altera uma lei de 1993, que trata da organização da assistência social no país. De acordo com o texto, durante o período de três meses será concedido auxílio emergencial de R$ 600 ao trabalhador que cumpra, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  • seja maior de 18 anos;
  • não tenha emprego formal;
  • não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
  • que não tenha recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

O auxílio vai ser cortado caso aconteça o descumprimento dos requisitos acima. O texto também deixa claro que o trabalhador deve exercer atividade na condição de:

  • microempreendedor individual (MEI); ou
  • contribuinte individual do Regime Geral de Previdência Social que trabalhe por conta própria; ou
  • trabalhador informal, seja empregado ou autônomo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), até 20 de março de 2020, ou que se encaixe nos critérios de renda familiar mensal mencionados acima.

A proposta estabelece que apenas duas pessoas da mesma família poderão receber cumulativamente o auxílio emergencial e o benefício do Bolsa Família, podendo ser substituído temporariamente o benefício do Bolsa Família pelo auxílio emergencial, caso o valor da ajuda seja mais vantajosa para o beneficiário. A trabalhadora informa, chefe de família, vai receber R$ 1.200.

Como pedir o auxílio

Os trabalhadores poderão solicitar o auxílio emergencial de R$600 das seguintes formas:

  • 1. O cidadão, no primeiro momento, deve acessar a página inicial oficial do site da Caixa (https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio);
  • 2. Na página seguinte, são mostrados os requisitos necessários para ter direito ao auxílio emergencial de R$600 a R$1.200;
  • 3. Após isso, o trabalhador informal deve preencher dados como nome completo, CPF e data de nascimento;
  • 4. Logo após, será necessário o preenchimento do número do celular para recebimento de um código de verificação por SMS;
  • 5. Assim chegar por SMS, o código de verificação deve ser colocado no campo “código recebido”;
  • 6. Feito isso, o cidadão deverá informar a renda, o ramo de atividade (as opções oferecidas pelo sistema são Agricultura e Pecuária, Extrativismo/Pesca, Comércio, Produção de Mercadorias, Prestação de serviços, Trabalho Doméstico, Outros), estado e cidade;
  • 7. Em seguida, o trabalhador escolhe se quer receber em conta já existente ou criar uma poupança digital;
  • 8. O trabalhador poderá escolher se deseja receber o valor do auxílio em uma conta já existente ou criar uma poupança digital;
  • 9. Após informar a opção, trabalhador deve fornecer seu documento (RG ou CNH);
  • 10. Em seguida vêm os dados fornecidos pelo trabalhador;
  • 11. Na tela final, aparece o aviso de que o pedido do auxílio emergencial está em análise.

Veja também: Auxílio emergencial: Veja quem pode fazer saque e transferência nesta terça-feira (02)

Leia Também:

brasil 123  
17 Comentários
  1. Francielle Diz

    Isso é muito injusto todo mundo tinha direto a 2mil sem essa de está em análise tem muita gente que nem pegou o benefício todo mundo paga imposto esses 2mil ou mais é direito do povo esses políticos são uns safados ladrões

  2. Gildimar Diz

    Renata,, pó incrível que pareça vc está totalmente certa,, Eu também estou nesse caso tentando várias vezes e nada de aprovar onde nos jornais está passando que Silvio Santos teve seu benefício aprovado o filho de Wiliam boner também aprovou até Neymar teve o auxílio emergencial aprovado emquanto eu fico mendigando esse 600 e nada de aprovar isso é uma falta de respeito,, com a gente infelismente esse país que agente verve que chamamos de Brasil isso é um lixo,, pátria amada bralixo

  3. Antônio Diz

    Boa tarde me chamo Antônio Sérgio tavessia audino beneficiario do bolsa família sou de Gravataí RS tenho três filhas menores autônomo do grupo de risco com hepatite C ,esperei em abril pelo auxílio emergencial nao veio ,alegação da Dataprev de eu era agente público, corri atrás de certidões na receita Federal, Câmara Municipal de Gravataí para provar que atendia todas as exigências fiz contato com o n° 08007072003 onde relatei tudo estes fatos recebi um n° de protocolo que vai completar 30 dias já, entao veio a 2° parcela do bolsa e o valor continuou os mesmos R$123,00 ,ontem liguei para o 0800 da Dataprev e para minha surpresa na segunda análise não fui selecionado porque meus dados contam como se eu estivesse DETENTO ,tirei as certidões criminais estadual e federal e nada consta liguei novamente então me forneceram outro n° de protocolo já está Chegando a 3° parcela e eu ainda não fui selecionado meu email [email protected] meu cel 51995241831

  4. Renata Diz

    E uma falta de respeito que estão fazendo comigo é com bilhões de brasileiros que assim como eu não tem nenhum benefício do governo eu precisei mais não consegui graças a Deus sempre trabalhei pra não precisar agora que eu preciso mais do que nunca da dados inconclusivo 1 e 2 vez depois análise denovo…. Meu Deus precisar do governo é o mesmo que pedir esmola só que esmolamos por uma coisa que temos direito… E o mendigo pedi porque não tem trabalho não tem vínculos empregatício nada mesmo…. Que Deus tenha misericórdia de nós 😢

    1. Hélio querino de Souza Diz

      o pior é quê cangaceiros e dependentes químicos estão todos rindo da cara da gente que inferno é esse

  5. Val Diz

    Meses esperando e qnd aparece motivo da rejeição n permitem novas inscrições 😭😭😭😭😭 como pode isso

    1. Vaneide Diz

      O meu também foi rejeitado. Estou muito triste com isso, sei que tenho direito,mas eles não se deram ao trabalho de olhar que moro em outro Estado,bem longe da minha família que recebe bolsa família, se esse foi o motivo da rejeição, pois não deixa claro. E se o motivo da negação foi minha sobrinha de 6 anos que mora comigo a mais de 2 anos,eles também deveriam ter a dignidade e compaixão de aprofundar mais, pois prova que no cadastro da mãe dela não tem CPF e nem RG da criança, e que na receita federal o endereço dela diverge com o da mãe, o que torna ainda mais grave, a menina não frequenta mais a escola lá já tem mais de 2 anos, hoje estuda em outro Estado e em colégio particular. Eles preferiram passar o dinheiro para a mãe dela comprar celular e outras coisitas mais que não cabe a mim julgar. Enquanto eu aqui preciso para o tratamento da menina e meu colírio, pois tenho glaucoma e diabetes, pagar aluguel, água e luz atrasados e devolver os empréstimos que peguei confiando que receberia,mas não, eles esperaram 2 meses para dizer que não tenho direito, sendo que sei que tenho. Agora não me dão nem a oportunidade de solicitar outra vez ou contestar, já que a mentira tem mais valor para eles, pretendo uma nova solicitação e dizer que moro só, que não tenho meu tesouro de 6 anos em minha vida, ela ( criança) é a primeira a dizer: Vai mamãe,faz outro e fala que eu não tô aqui, precisamos desse dinheiro, e assim farei. Apesar da pouca idade (6 anos), ela é uma menina muito madura pra idade dela, converso muito com ela, explico a situação que estamos passando,ela é minha companheira e amiga. Quero ver a mãe saber o remédio que ela usa para o tratamento dela, se souber,eu já devo ter falo,pois aviso a ela tudo sobre a criança, se tá com febre, se tossil,se acordou enjoadinha, tudo sobre a menina passo pra mãe e pro meu irmão (pai). Será que a mãe sabe o tipo de leitura que a filha gosta?! O Danone preferido dela?! Os desenhos?! Talvez algumas coisas sim, pois a deixo a par de tudo, talvez outras coisas ela vai achar que sabe,pois conviveu 4 anos (incompleto) com a menina, desde que a garota chegou aqui, muito coisa mudou, hoje ela é tão meiga, tão beijoqueira e amigável, que meu peito enche de felicidade e os olhos jorram lágrimas de alegria. Dizem que me tornei em uma mãe que muitas que pariram não são,mas ainda me cobro mais, sinto que a cada dia posso melhorar e ela (criança) me ensina.

  6. Val Diz

    O meu deu q n posso refazer solicitação mas to no cardunico mas q n tenho requesitos pra receber nunca trabalhei de carteira assinada e n tenho requisitos n entendo isso injustiça

    1. Claudevan silva Diz

      Aplicativo extremamente incompleto. E essa dataprev, uma porcaria. Já estou tentando pela terceira vez. E olhe que me enquadro dentro de todos os parâmetros. A informação é “Analise”….sinceramente não seio que analisam tanto

  7. Tiago Diz

    Bando de ladrões envergonha pra quem precisa nao foi liberado ainda tou des do dia 7 de abril e nem uma resposta e mais de não sei quantos mil de presidiário e foragidos como militares já receberam tomein vergonha na cara de vcs

    1. Angelica Bispo Diz

      Eu e meu filho, somos autonomos, e ainda em análise. 07/04, 23/04, 15/05. ANGÚSTIADA!!!!

  8. FLAVIO Diz

    Essa tau de dataprev e o ministério da cidadania van no brasilurgente da band só pra falarem mentiras dizem tau dia cam analisar e nada são todos mentirosos sem palavras eu estou desde Março em casa fiz meu cadastro em abril e até hoje nada

  9. Ângela Diz

    Sou comerciante ,meu estabelecimento está fechado a mais de 40 dias,quando abro pela grade vem a polícia e manda eu fechar. Minhas dividas estão correndo Juros pois não param o meu aluguel também bate a minha porta, pois o tal 600 reais não recebi, e tenho CNPJ pago tudo conforme a lei ,aí oque eu recebo em troca o meu estabelecimento fechado e a tal ajuda kkkķ só para quem não precisa,e muito injusto isso

  10. Sandra Diz

    Nossa como pode quase 2 meses de espera e vêm com a mentira que sou funcionário público sempre fui diarista se analisar direito vai ver que sou diarista autônoma não tenho registro em carteira a mais de 20anos e quando tive nunca fui funcionário público e pago meu inss co dificuldade affff

  11. Joselaine santos do naacimento Diz

    Na data prev deu nao aprovado, dizendo q recebo auxilio desemprego e nao recebo,o 111 deu q ta em analise e no auxilio emergencial da em analise o que eu faço

    1. Celia bovo Diz

      Meu filho recebeu mais de 28 mil em 2018, só q ficou desempregado em 2019, agora não consegui emprego por ser considerado do grupo de risco por ter asma, está sem nenhum ganho e foi negado, acho isso muito injusto.

  12. Marcel Cezar Diz

    Não estou entendendo 🤔?
    Nem a resposta ainda não nos deu .
    E já estão criando ferramenta para quem foi reprovado .
    Toma vergonha na cara e nós de a resposta dona Dataprev 😠

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?