Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio emergencial negado: Governo proíbe novo pedido após contestação

Quem teve o cadastro negado após contestação não pode fazer novo pedido

Quem teve o cadastro do auxílio emergencial de R$ 600 negado só poderá fazer contestação uma vez. Se, após contestado, o governo mantiver a recusa, não é possível fazer um novo pedido do auxílio.

O Ministério da Cidadania explicou que quem faz contestação não pode fazer nova solicitação depois. A contestação pode ser feita uma única vez. Ainda de acordo com o site do Ministério da Cidadania, nos casos em que é necessário corrigir ou completar informações erradas, é possível fazer nova solicitação.

Porém, se o cidadão discordou do resultado e acreditar que o que foi apontado pelo governo está incorreto, a única saída é a contestação. Após a contestação, uma nova solicitação não poderá ser feita. Se a contestação for acatada pelo sistema, o cidadão poderá receber o auxílio.

Novas solicitações passam por análise junto aos demais pedidos. Já as contestações são analisadas separadamente, de acordo com atualização das bases analíticas da Dataprev, responsável por dar os resultados de cada requerimento.

Ou seja, é possível fazer uma nova solicitação e apenas uma contestação. Os cadastros para o auxílio emergencial de R$ 600 só podem ser feitos até o fim desta quinta-feira, 2 de julho. Mesmo após o fim do prazo de cadastro, os requerimentos continuarão sendo analisados e todos feitos até 2 de julho receberão resposta.

Leia Também:

brasil 123  
4 Comentários
  1. Souza Silva Diz

    Meu marido desempregado eu tmb,e lá aparece que ele tem emprego formal. Onde está esse emprego eu não sei,fez a contestação e a merda do trem não sai de contestação em analise.ja perdi até a conta de quanto tempo tem isso. É uma vergonha mesmo esses governantes,o brasileiro já passa dificuldade ,vem uma praga dessas 3 piora a situação.e quem menos precisa consegui ,e o pai de família mesmo fica a ver navio.Tem gente fazendo festinha com esse auxílio, enquanto que na mesa do outro falta o que comer .Vergonha viu.

  2. Carlos André do nacimento Silva Diz

    Sou casado minha mulher tá grávida Tou desinpregado e minha mãe e minha receberam o auxílio mais não dividiram comigo não aí o governo pença que porquê elas receberam vai dividir com a gente e não aprovão o benefício só sabe quem passa

  3. Joseli Diz

    Pois eu não tive a oportunidade de contestar nen uma vez,achei muita sacanagem comigo, teve pessoas que pode contestar várias e várias vezes e eu não pude nem uma vez. Simplesmente foi negado e pronto.

    1. Jobson Diz

      Eu tbm não pude contestar nenhuma vez.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?