Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: ADICIONAL do benefício é confirmado no valor de R$1.200

Ao todo, mais quatro parcelas do auxílio no valor de R$300. Dessa forma, será pago um adicional de R$ 1.200 do benefício.

A prorrogação do auxílio emergencial no valor de R$300 foi confirmada pelo presidente Jair Bolsonaro. O pagamento das parcelas extras até o fim do ano foi confirmado pelo presidente e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Estão confirmadas, no total, mais quatro parcelas do auxílio no valor de R$300. Dessa forma, será pago um adicional de R$ 1.200 do benefício.

De acordo com o presidente, ele procurou um “meio-termo” sobre o tema, uma vez que o auxílio emergencial com valor de R$600 custa R$50 bilhões mensalmente à União.

Enquanto havia políticos que defendiam que a prorrogação continuasse com valor de R$ 600, sua equipe econômica defendia R$ 200. O novo valor de R$300 pôs fim ao impasse entre o chefe do executivo e o ministro da Economia Paulo Guedes.

A extensão do auxílio já foi oficializada por meio de medida provisória e terá que ser aprovada por deputados e senadores no Congresso Nacional. 

Muitos não receberão as parcelas extras

Mesmo sendo prorrogado o auxílio emergencial por mais quatro parcelas, no valor de R$300, muitos beneficiários vão ter direito a menos parcelas da prorrogação anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com informações do Governo, somente quem começou a receber o auxílio em abril receberá todos os pagamentos. Os demais beneficiários terão direito a menos parcelas.

O Ministério da Cidadania, pasta responsável pelo auxílio, revelou que o número de parcelas de R$ 300 vai depender de quando o trabalhador começou a receber o benefício.

“Quem começou a receber o auxílio emergencial em abril terá direito às quatro parcelas. Quem passou a receber a partir de julho, por exemplo, terá direito a apenas uma parcela do novo benefício, que será paga no mês de dezembro”, disse a pasta.

Porém, o grande impasse é que foram constados milhares de brasileiros que receberam o benefício de forma tardia por conta da falha na análise do Governo. Com isso, diversos beneficiários começaram a receber o auxílio depois dos pagamentos do auxílio de R$600 ter iniciado.

Além disso, muitos beneficiários fizeram o pedido mais tarde e também alguns beneficiários receberam somente após contestar uma negativa ou, ainda, ter conseguido o auxílio apenas após entrar com uma ação judicial.

Pagamento do auxílio emergencial

A justificativa do Governo para realizar os pagamentos até 31 de dezembro de 2020 é por conta da Medida Provisória que prorrogou o auxílio.

O auxílio emergencial criou gastos extraordinários que só foram autorizados pelo Congresso em função do estado de calamidade, decretado por causa da pandemia do novo coronavírus. O estado de calamidade vai justamente até o dia 31 de dezembro deste ano.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

O ministério diz ter “comprometimento com o respeito às contas públicas” e declarou que “ninguém ficará para trás nas ações de proteção social, principalmente, os mais vulneráveis”.

Leia Também:

9 Comentários
  1. Marcos Antônio Diz

    Quero saber quando sera creditada minha quinta parcela qui ja era pra te sido creditado desde dia 9 de setembro i até agora nada

  2. Edileuza catarino dos santos Diz

    Eu sou do bolsa familia e nao recebir a 5 parcela e gostaria dr saber se ainda vou receber?nao tenho emprego e nei outro benificio

  3. Álvaro Luiz Viana Cardoso Diz

    É um jogo de interesse próprio que não tão nem aí para o povo
    A questão do emergencial , a oposição tem medo da popularidade do governo se mantiver o valor de$600 , o resto
    é baba ovo do governo , ou o povo sai pra rua fazer barulho ou já era , protesto virtual os cara tiram sarro da cara do povo

  4. Ederson Diz

    Até hoje não consegui receber nem uma
    Parabéns ao congresso

  5. Natalia Diz

    Como fica as pessoas como eu que não recebeu a quita pacerla pelo bolsa familia(cancelado pelo
    ministerio).o meu foi cancelado mes de agosto e ante agora não recebi nada

  6. Hannah Diz

    Tem gente que foi aprovado no final de Júlio e ainda não recebeu nenhuma parcela ,

  7. Giselle da silva amorim Diz

    Eu também gente estou desempregada a 7 anos…sou de Itaocara Rj

  8. JOSÉ QUITERIO DOS SANTOS Diz

    Boa Tarde
    Eu José Quiterio dos Santos, fiquei desempregado nessa pandemia

  9. Walmir Diz

    Quando será o pagamento da sexta parcela da prorrogação do auxílio emergencial. Os que foram inscritos pelo Site da Caixa Econômica ?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?