Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio de R$600: Quem completou 18 anos ou perdeu o emprego poderá fazer contestação

Atualmente, há mais de 400 mil pedidos de auxílio em reanálise

Foi aberto pelo governo mais um canal de contestação do auxílio emergencial de R$ 600. A partir de agora, quem teve o pedido negado e acredita que o resultado está errado poderá fazer a contestação pelo site da Dataprev.

A recomendação é de que esse novo canal seja utilizado em casos específicos. Ou seja, como quando o beneficiário era menor de idade há pouco tempo e completou 18 anos recentemente. Outro caso é o de quem foi servidor público ou militar, mas perdeu o vínculo com o Estado. E é voltado também para trabalhadores que perderam o emprego, não têm direito ao seguro desemprego ou não recebem o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda.

Em todos os três casos, não era possível fazer a contestação pelo site ou app da Caixa Econômica Federal. Por isso, a Dataprev abriu o novo canal especialmente visando esse grupo. Até então, a contestação podia ser feita no site da Caixa, app Caixa – Auxílio Emergencial e por solicitação na Defensoria Pública da União (DPU).

No novo canal, no site da Dataprev, o cidadão deve inserir as informações de nome completo, data de nascimento, nome da mãe e CPF. Em seguida, será mostrado o botão de “contestação”. O processo e cruzamento de dados serão como antes. A Dataprev processa os dados, que são enviados para homologação pelo Ministério da Cidadania. Por fim, é enviado à Caixa para que o pagamento seja feito.

Se a contestação for negada, o cidadão poderá ver informações e detalhes no portal de consultas, que explicará o motivo para a negativa. De acordo com os dados mais atualizados, de 3 de agosto, há 438,5 mil cadastro do auxílio emergencial em reanálise.

Auxílio de R$600: Confira o novo calendário da 1ª a 5ª parcela

O calendário de pagamentos do auxílio emergencial de R$600 de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro foi divulgado pelo Governo Federal. Dezembro terá o último lote liberado para saques e retiradas do benefício.

Diferentemente do último calendário, em que eram separadas datas por lotes, agora o cronograma está dividido em ciclos de pagamentos (confira todos logo abaixo). São, ao todo, 4 ciclos, tendo como base o mês de nascimento do beneficiado.

Com o novo cronograma de pagamentos, o calendário divulgado anteriormente pelo Ministério da Cidadania foi substituído. A novidade, vale destacar, só é válida para quem se inscreveu para receber o benefício, ou seja, não vale para os beneficiados do Bolsa Família ou Cadastro Único.

Sobre o novo Calendário do Auxílio Emergencial de R$600

O novo calendário do auxílio emergencial, pago no valor de R$600, foram divididos nestes quatro ciclos:

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril: A 4ª e a 5ª parcela serão pagas entre 22 de julho e 30 de setembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio: A 3ª, a 4ª e a 5ª parcela serão pagas entre 22 de julho e 13 de novembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela entre 1º de junho e 4 de julho: A 2ª, a 3ª, a 4ª e a 5ª parcela serão pagas entre 22 de julho de 30 de novembro;
  • Quem se cadastrou no auxílio entre 17 de junho e 2 de julho: As cinco parcelas serão pagas entre 22 de julho e 30 de novembro.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

14 Comentários
  1. Andreia Oliveira Diz

    O meu ja faz 2 meses q está reanalise e nao sai maus disso. Parece q fazem de proposito pois estando em reanalise nao consigo contesta.

  2. Melissa Silva sobral Diz

    Fui reprovada já tenho 18anos e minha mãe estar desempregada estamos passando necessidade de alimentos

  3. Jovane Diz

    Não consigo entrar no caixa tem pede para verificar email ,mas não tenho resposta alguma

  4. Adriana alexa Diz

    Qual o site para fazer essa contestaçao,pois fiz e foi negado no app da caixa

  5. [email protected] Diz

    Meu filho fez cadastro e lá diz q ele recebe seguro desemprego, sendo que ele já tem 3 meses q ñ recebe mais, oque faço

    1. Melissa Silva sobral Diz

      Fui reprovada já tenho 18anos e minha mãe estar desempregada estamos passando necessidade de alimentos

  6. Neide Elias De assis Diz

    Não consigo fazer o long. Caixa tem.senha só da incorreta..

  7. Mari Diz

    Entre com processo pelo site da DPU ou Atermaçao pelo site do TRF da sua cidade.

  8. Renata Diz

    Recebi a primeira em abril,é não recebi mais

  9. Margarete Aparecida Gabriel Diz

    Solicitei o auxílio em 26/05/2020, foi negado e não permite contestar por esse canal, o site da dataprev, tb não dá acesso pelo aplicativo
    À informação da dataprev está errada.
    Gostaria de um canal para constatar, pois estou desempregada, não recebi seguro desemprego e nem o BEM.

  10. ROSSANA STÁBILE Diz

    Gostaria de saber se APOSENTADO do INSS vai receber algum auxílio ou 14′ salário

    1. William Barbosa Diz

      Meu auxílio foi negado por constarem que meus pais estão cadastrados no cadunico sendo que não estão recebendo nenhum auxílio , logo negaram por pilantragem mesmo , e o pior que não tem outro jeito de fazer o pedido de novo

  11. Cícero André Diz

    Olá bom dia eu fiz meu cadastro errado para receber auxilio como faço para refazer

    1. Rafaela Diz

      Boa tarde , mês passado foi meu ultimo pagamento do seguro desemprego, e agora será que ainda recebo o auxílio emergencial , queria saber como pois estou desempregada e tenho dois filhos preciso muito como faço?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?