Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio de R$ 600: Como contestar o resultado

Os cadastros que têm negativa podem ser contestados

Atualmente, ainda é possível se cadastrar para receber o auxílio emergencial. Os cadastros no site oficial e aplicativo permanecem abertos até o início de julho. Porém, alguns cidadãos têm os seus cadastros reprovados.

No fim de maio, o Ministério da Cidadania disponibilizou site para que o cidadão verifique os seus dados e andamento do cadastro. Os sites cidadania.gov.br/consultaauxilio e consultaauxilio.dataprev.gov.br servem como complemento ao site oficial da Caixa. Os sites são responsivos e se adequam ao celular ou computador que fazem o acesso.

Se for encontrada alguma inconsistência no requerimento do auxílio de R$ 600, é possível denunciar pelo Fala.Br. A plataforma está disponível pelos telefones 0800-7070-2003 e 121 ou pelo site falabr.cgu.gov.br.

Quando o cadastro do auxílio emergencial é reprovado, é possível revisá-lo. A ação deve ser feita por um novo cadastro no site da Caixa ou pelo aplicativo do benefício. Os dois principais motivos para o cadastro não ser aprovado, de acordo com a Caixa, são erros nos dados informados ou incompatibilidade de renda de acordo com o que está nas regras de recebimento do auxílio. Outro motivo comum para recusa é a incompatibilidade no CPF.

Ao entrar no site ou aplicativo e pedir para acompanhar a solicitação, selecione a opção “Contestação” e confirme. A contestação pode ser feita apenas uma vez por cidadão. A contestação será enviada para análise.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?