Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio de R$ 600: Como verificar se o CPF foi usado em fraude

Se fraude for detectada, é necessário registrar uma denúncia

Recentemente, foi divulgado que pessoas como o filho de William Bonner e Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, tiveram seus CPFs usados no cadastro do auxílio emergencial. Há pessoas que têm os seus CPFs usados em fraude para receber o auxílio de R$ 600 e sequer sabem sobre o uso criminoso.

Muitos brasileiros têm a suspeita de que tiveram seus CPFs utilizados em fraudes, com uso de dados no cadastro dodo benefício. A página oficial do auxílio pode ser usada para verificar as informações.

Para verificar se os seus dados foram usados em fraude, entre no site oficial do auxílio emergencial. Na página, informe seu CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. No campo do nome da mãe, é possível marcar como “mãe desconhecida”.

Ao preencher esses dados, o cidadão poderá ver a situação de seu CPF. Há cinco possíveis respostas que ajudam a entender se houve fraude ou não.

Benefício aprovado: O cidadão é elegível. A data de aprovação não representa a data de pagamento, que segue calendário próprio, geralmente por mês de aniversário dos beneficiários.

Benefício não aprovado: O cidadão não é elegível para o auxílio de R$ 600. O site também conta o motivo da inelegibilidade.

Requerimento não encontrado: Acontece quando o requerimento ainda não foi recebido pela Dataprev.

Requerimento retido: O Ministério da Cidadania deixou o cadastro retido por complexidade de cruzamentos e cenários. A Dataprev irá reprocessar os dados.

Dados inconclusivos: Quando dados informados durante o cadastro impedem a análise. O sistema orienta para que um novo cadastro seja feito com os dados corretos.

Ao verificar a resposta dada pelo site, é possível saber se o seu CPF foi usado para o auxílio emergencial em uma fraude. Caso a fraude seja detectada, é necessário registrar denúncia no Fala.BR, disponível pelos telefones 121 ou 0800-7070-2003 e online.

Leia Também:

brasil 123  
9 Comentários
  1. Silvio Diz

    Meu alxelio foi negando a mensagem que eu recebi foi de que membros da minha família receberam mas quem porque eu não sei

  2. Ilza Diz

    Tentei enviar uma denúncia pois meu cpf foi utilizado para solicitar o auxílio, que felizmente foi negado pelo fato de ter emprego formal e não consegui concluir pois informa que meu e-mail não é válido, sendo que está corretíssimo. Não entendi nada…enfim desisti!

  3. Edna Maria Lisboa Diz

    se alguem puder me informar se existe caixa tem no whatsapp por favor me ajudem.não posso ficar sem esse dinheiro porque eu compro remedios muito caros tenho fibromialgia e não consegui remédio pelo estado se quiserem saber se estou falando a verdade é só verificar no sus.faço tratamento no ame em bauru.bjos obrigada.

  4. Edna Maria Lisboa Diz

    Estou desconfiada que meu CPF foi clonado.porque eu quero mudar o gmail e não consigo.sempre me passam para whatsapp.existe o app do whatsapp do caixa tem mesmo ou isso é golpe? Alguém pode me dizer.obrigada

    1. Ariele Diz

      +55 800 726 0104 caixa

    2. Rosane Lima Diz

      Acho que é golpe tbm…
      Nunca ouvi falar em whatsapp do Caixa Tem

  5. Isabel Pereira de Carvalho Diz

    Estou em análise desde o dia 07 de abril. Além de tudo estou desempregada.

  6. Sueli Diz

    Estou passando por período difícil eu e marido desempregado meu filho acidentado e não consigo o auxílio emergencial não consigo entender porque não recebemos já que tenta gente que não precisa está recebendo e injusto isso

    1. Silvio Diz

      Meu alxelio foi negando a mensagem que eu recebi foi de que membros da minha família receberam mas quem porque eu não sei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?