Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vai fazer concurso público? Saiba como elaborar o melhor plano de estudos!

Veja como conciliar o tempo de estudos com as diversas atividades do dia

A elaboração de um eficiente plano de estudos pode ser determinante para se manter determinado e em dia com as matérias que devem ser estudadas para concursos públicos.

Muitos estudantes têm dificuldade em conciliar o tempo de estudos com as diversas atividades da vida, como trabalho e família. Além disso, dificuldades de concentração em determinados assuntos dificultam a organização e foco no que, de fato, deve ser estudado para concursos públicos.

Portanto, para otimizar seus estudos e manter-se concentrado mesmo quando a disciplina diz respeito a um assunto que não lhe agrada muito, você deve saber planejar devidamente seu plano de estudo. Organizando um cronograma que concilie seu tempo de estudo com atividades complementares e família, somado à correta distribuição de matérias, você vai conseguir o que procura: sucesso em seu concurso público.

Para isso, veja então as dicas que separamos para lhe ajudar a montar o melhor plano de estudos para concursos, considerando diversos fatores do dia-a-dia do estudante, e ajudando você a lidar com os estudos da melhor maneira possível! Não deixe de conferir!

O que devo considerar na hora de montar meu plano de estudos?

   Além do cronograma em si, existem alguns fatores que devem ser bem pensados antes de montar totalmente seu plano de estudos, como o tempo disponível, quantidade de disciplinas a serem estudadas, e entre outros.

   Por isso, o primeiro passo a ser tomado é estabelecer prioridades quanto aos fatores que devem ser considerados na hora de começar a estudar para concursos públicos. Veja quais são esses fatores e como lidar com cada um.

  1. Reconheças em quais matérias tem mais dificuldade:

   Nos últimos meses tivemos acesso a várias inscrições de concursos públicos, distribuídas em todas as regiões do Brasil. Com essa diversificação, você deve optar não só pelo concurso público que lhe dê maior remuneração, mas deve considerar também se o seu perfil profissional se encaixaria no cargo, e se você conseguirá estudar o necessário para se sair bem na prova.

   Portanto, decida qual prova deseja cursar e foque nessa meta. Depois disso, analise detalhadamente o edital e veja quais matérias tem mais dificuldade e facilidade. Reconheça suas fraquezas e habilidades, e só assim você estará apto a estabelecer um plano de estudos eficiente!

   Ao identificar as matérias em que tem maior facilidade, você estará livre para se dedicar às mais complicadas, estudando-as mais horas por dia e praticando com exercícios, provas anteriores e simulados. Separe sempre um momento em seu plano de estudos para dar uma olhada em gabaritos comentados e vídeo aulas, pois podem lhe ajudar a tirar maiores dúvidas em disciplinas mais complexas.

Em contrapartida, não deixe de estudar as matérias em que tem maior facilidade apenas por já saber! Revise todos os conteúdos que já sabe, realize exercícios da banca organizadora da prova e não relaxe somente porque conhece todo o conteúdo. Pratique, pratique e pratique!

  1. Analise seu tempo disponível ao estudo:

   A primeira ideia a ser colocada no papel diz respeito ao tempo disponível para estudar. Não fique desesperado acreditando que você não terá tempo de estudar tudo que está no edital do concurso! Se você tiver organização, pode aprender o máximo possível com o tempo que tem. Dessa forma você conseguirá estudar todo o conteúdo necessário para realizar a prova.

   Ao invés de estudar o dia inteiro, acreditando que só assim conseguirá cumprir a meta de estudar todo o edital, comece devagar, com um tempo pequeno, e depois acrescente horas ao seu estudo. Procure começar com apenas uma disciplina por dia, e conforme seu tempo de estuda vai aumentando, comece a alternar essa matéria com mais uma.

   Na hora de separar seu tempo, não esqueça de considerar as pausas necessárias para que você possa descansar e retomar os estudos. Tire tempo para ir ao banheiro, realizar refeições e quem sabe até se descontrair com um programa de televisão! Mas tudo com organização e disciplina! Não se perca no tempo, e nem estude o dia inteiro.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

  1. Estabeleça metas alcançáveis:

   Ao definir quanto tempo você tem para estudar diariamente e também ter consciência das matérias mais fáceis e difíceis em sua opinião, você está pronto para estabelecer metas mensuráveis. Conhecendo suas limitações e capacidades, você pode começar a pensar no que realmente pode alcançar em um dia, uma semana e até um mês de estudo.

   Antes de começar a estudar, veja até onde quer chegar, estabelecendo número de páginas ou capítulos que precisa ler e praticar para alcançar esse objetivo.

   Essa é uma ótima forma de otimizar seus estudos e, ao mesmo tempo, lhe deixar motivado, pois o organismo humano se sente estimulado quando estabelecemos prazos e metas a serem cumpridas. Faça essa competição com você mesmo e a vença todos os dias!

Como montar, de fato, meu plano de estudos para concursos públicos?

   Chegamos agora à parte mais esperada: como vamos, de fato, elaborar um plano de estudos eficiente, que concilie nosso tempo disponível com nossas dificuldades e facilidades? Bom, vamos ver isso agora!

   Existem diversas formas de se formar um plano de estudos, mas vamos tentar detalhar apenas um, bem fácil e prático de realizar, sendo muito eficiente.

   Organize, primeiramente, uma planilha no Excel de seu computador. Nele você poderá colocar no papel toda a sua rotina diária e, conseqüentemente, semanal. Ao escrever tudo o que você deve fazer semanalmente, fica mais fácil de separar as horas restantes para estudar.

   Ao abrir o Excel, estabeleça uma planilha com oito colunas e mais ou menos cinquenta linhas. Escreva os dias da semana nas colunas, começando a contar pela segunda, e distribua os horários do dia nas linhas, espaçando-os sempre de meia em meia hora.

   Depois que essa organização estiver pronta, você deve ir preenchendo todos aqueles horários em que está ocupado com escola, trabalho, cursinho ou qualquer outra atividade obrigatória. Você também pode pintar esses horário com uma cor qualquer. Com isso, a sua planilha fica organizada com espécies de legendas, que lhe ajudam a identificar mais rapidamente os horários ocupados ou não.

   É importante pintar ou escrever nos horários todos os seus afazeres obrigatórios, desde os mais complexos, como trabalho, até os mais simples, como refeições, banho e obrigações domésticas.

   A seguir, marque os horários em que você está ocasionalmente ocupado, não sendo assim uma obrigação total. Você pode marcar as obrigações diárias e semanais em vermelho e as ocasionais em amarelo, apenas para conseguir identificar rapidamente a diferença das ocupações dos horários. Procure se lembrar de tudo, e não desconsidere nada na hora de realizar as marcações na planilha!

   A partir do momento em que todas as suas obrigações diárias estão marcadas, desde as mais complexas até as mais simples, você pode distribuir, livremente, seu horário de estudo. Distribua as matérias mais difíceis para os dias em que você apresenta maior disponibilidade, e as mais fáceis para os dias mais apertados!

   Considere os finais de semana importantes, pois são os dias em que você dispõe de mais tempo e energia para estudar. Procure realizar simulados e exercícios aos sábados e domingos para revisar e fixar toda a matéria estudada ao longo da semana. Esse tempo é de suma importância para partir para outros tópicos na segunda-feira novamente.

   Através da adoção desse método de elaboração de planos de estudo, você consegue não só otimizar a qualidade de seu estudo, mas também consegue organizar melhor seu tempo, distribuindo-o ao longo da semana de acordo com as matérias corretas.

   Ao escrever um plano de estudos no papel, também fica mais fácil de conversar sobre a situação com amigos e parentes que morem na mesma casa que você, e então você pode pedir maior cooperação e compreensão para o cumprimento de todos os horários estabelecidos por você.

   O mais importante de tudo é ter foco e disciplina. Estabeleça um plano de estudos e o cumpra fielmente, hora após hora, dia após dia, semana após semana. Não adianta escrever um cronograma de estudos se você não o cumprir! Tenha compromisso com as disciplinas e tempo separados, e aí sim você estará pronto para se dar bem em qualquer concurso público ao redor do Brasil!

   O que está esperando? Elabora agora o melhor plano de estudos para concursos públicos e comece a estudar agora!

Veja também: 5 Dicas Básicas para Aprovação em Concurso Público

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?