Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Dicas NC – Concurseiros de primeira viagem: por onde começar?


Pode ser o salário acima da média ou apenas a estabilidade, mas cada vez mais pessoas procuram fazer dos concursos públicos a sua tábua de salvação para enfrentar os momentos de crise.

topapostilas.com.br

Se você é uma dessas pessoas, que está iniciando nesse universo – não se iluda – aprovação não é nada fácil e não depende somente da sua capacidade. Atualmente, tem muita gente que se dedica integralmente ao universo dos concursos – são os famosos concurseiros – ou seja, tem muita gente boa e preparada competindo diretamente com você, por cada vaga disponível.

Mas não se desespere, sempre é possível começar e recuperar o tempo perdido. Para tanto, preparamos algumas dicas para você começar sua maratona de concurseiro:

  1. Tenha paciência e pense em longo prazo – talvez essa dica não vá lhe garantir a aprovação, mas é fundamental entender que o processo de um concurso público não é uma solução imediata. Somente o processo de inscrição, provas e homologação dura em torno de um ano, para quem está começando neste universo, então, a média é de três anos para a primeira aprovação. Então, não procure prestar concursos pensando em solucionar um problema de desemprego, mas sim pense nas possibilidades que podem se abrir futuramente.
  2. Escolha carreira ou área de atuação – em que área você atua no momento? Este pode ser o melhor ponto de partida, para escolher o seu concurso. Se você já atua na área administrativa, por exemplo, busque concursos com sua formação, não saia atirando para todo lado, somente na expectativa de passar em qualquer um. Lembre-se que quanto maior nível de especialização exigir o cargo, a prova pode até ser mais complexa, mas o número de concorrentes por vaga diminui muito.
  3. Leia bem o edital – escolheu a vaga ou o concurso, agora é a hora de inscrever, mas antes vem à leitura do edital. Não é uma leitura fácil, muito menos prazerosa, mas é fundamental ler completamente o edital publicado, já que é nele que vão constar todas as informações pertinentes sobre o concurso escolhido, até mesmo para se ter certeza que essa vaga é o que você procura realmente. Observe questões como: data e local da prova, remuneração, quantidade de vagas disponíveis, quais os critérios para participação e para classificação, enfim todas as informações importantes sobre a vaga;
  4. Conheça a banca organizadora – Cada organizadora possui um jeito de aplicar provas, além de regras especificas para a pontuação e classificação e identificar qual é qual, é uma tarefa que realmente requer tempo. Mas, uma dica para ir treinando um pouco e começar a observar o jeito de cada organizadora, é buscar modelos de provas anteriores que ela aplicou, mesmo que seja para outros órgãos, já que elas costumam ter um padrão estabelecido.
  5. Dedicação e estudo – o que diferencia um concurseiro de um concorrente comum é o tempo que ele se dedica para o seu propósito. Acredite, não é sorte, é talento, dedicação e estudo.

Assim, primeiramente, tenha um objetivo definido, se o plano é passar para a Receita Federal – arregace as mangas e comece a trabalhar para isso. Com uma meta estabelecida, é fundamental ter um planejamento e uma rotina de estudos, ou seja, anote tudo que precisa estudar e estudo todo dia, pode ser 10 horas ao dia ou somente 01 hora, mas é importante não perder o foco. Se for o caso, procure os cursos preparatórios para concursos, assim como os para vestibulares, estes tipos de cursos possuem um foco especifico e podem ajudar bastante quem está iniciando neste caminho.

Leia Também:

top planilha

Comentários estão fechados.