Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4 passos para criar o hábito de estudar

O tempo para se criar um hábito varia muito de pessoa para pessoa. De acordo com muitos especialistas, se você simplesmente repetir um comportamento por um determinado número de dias, consegue se habituar.

Entretanto, a formação de hábitos não é tão simples. Afinal, enquanto alguns se fixam em nossa rotina facilmente, como almoçar no mesmo horário, por exemplo, outros tendem a fugir das nossas possibilidades. Estudar inegavelmente entra como uma das atividades mais difíceis de incluir no dia a dia.

Ainda assim, em vez de se concentrar em um prazo específico, o processo de formação de hábito ocorre um dia de cada vez. Ao empregar certas estratégias, dá para acelerar essa conquista. Veja algumas dicas!

1. Defina metas pequenas e específicas

Se você está trabalhando no desenvolvimento de hábitos, provavelmente tem grandes objetivos em mente: manter uma casa mais organizada, por exemplo, ou entregar os trabalhos no prazo. Essas metas são essenciais para sua motivação a longo prazo, mas não vão ajudá-lo a estabelecer e manter novos hábitos.

Por quê? Imagine definir a meta abstrata de “ser mais organizado nos estudos”. Nesse cenário, você criou uma meta tão vaga e abstrata que não será capaz de rastrear sua própria taxa de sucesso. Mesmo se você, digamos, estudar tudo o que propôs no dia, ainda pode se sentir um fracasso ao olhar para todos os trabalhos da faculdade que precisa fazer.

Um hábito é simplesmente um comportamento repetido. Antes de desenvolver um novo, você precisará definir uma pequena meta comportamental específica.

Por exemplo, em vez de “ser mais organizado”, tente “estudar uma matéria por dia”. Esse objetivo funciona porque é concreto. É um comportamento que você pode repetir indefinidamente até que se torne automático – em outras palavras, um hábito.

2. Facilite para você mesmo

Digamos que você precisa estudar para um concurso determinado. Você está motivado para iniciar, afinal, sonha em ingressar para o serviço público. Então por que o hábito de aprender as matérias necessárias não persiste?

A priori, pense nas barreiras logísticas e mentais que podem estar impedindo você. Talvez você esteja cansado demais, por exemplo. Em vez de tentar lutar contra a exaustão, pense em maneiras de contornar a barreira. Dormir melhorar, resolver problemas, enfim, encontre a solução para você.

Essa estratégia de reenquadramento se aplica a qualquer hábito que você lutou para manter. Em vez de ficar frustrado consigo mesmo, pense em maneiras de eliminar as barreiras e tornar o processo mais fácil.

4. Use lembretes para criar o hábito

Experimente post-its, listas de tarefas, alarmes diários e qualquer outra ferramenta que você possa usar para criar lembretes externos. Lembre-se de que o processo de criação de um novo comportamento pode envolver interromper um comportamento antigo.

Os lembretes internos também são importantes. Se você se encontrar preso a um processo de pensamento inútil, pode usar lembretes mentais para quebrar o padrão. Escolha uma frase para repetir sempre que surgirem pensamentos negativos.

Se você se surpreender pensando “Odeio estudar”, oponha-se a esse pensamento com “… mas adoro como me sinto quando estudo tudo o que preciso”.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

5. Dê tempo a si mesmo para criar esse hábito

Lembre-se de que a formação de hábitos não é uma trajetória ascendente direta. Se você escorregar um dia, não se estresse. Um pequeno erro não apagará o trabalho que você já fez. Desenvolver novos hábitos leva tempo, mas com uma abordagem inteligente e estratégica, seus hábitos durarão por toda a vida.


E então, gostou das dicas? Leia também – Concurseiros: Dicas para organizar o cronograma de estudos

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?