Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Como minimizar os efeitos da ansiedade nos estudos

A ansiedade pode ser muito prejudicial aos estudos, principalmente quando o estudante está se preparando para processos seletivos, como o Enem ou Concursos Públicos, por exemplo.

No atual contexto da pandemia causada pelo coronavírus, pesquisas têm revelado o aumento da ansiedade entre estudantes e profissionais da educação. A ansiedade, no dicionário Caldas Aulete, é definida como sensação de aflição, receio ou agonia, sem causa aparente e inquietação ou impaciência causada por algum desejo ou vontade

Assim, ela pode alcançar níveis paralisantes, que impedem a realização profícua de atividades. Nesse sentido, os estudos podem ser muito prejudicados pela ansiedade, que se agrava no atual cenário de crise sanitária e econômica.

Veja abaixo algumas dicas para minimizar os efeitos da ansiedade nos seus estudos!

Aceite seus limites

Quando estamos em uma fase preparatória e queremos muito passar em um determinado vestibular ou concurso, tendemos a querer dar o máximo de nós. Isso é natural, pois ser aprovado em um desses processos seletivos pode mudar nossas vidas.

Contudo, é fundamental aceitar os seus limites para garantir sua saúde emocional. Os estudos exigem muito da sua cabeça, então aceitar que há o momento de parar é indispensável para evitar o esgotamento mental.

Pratique execícios físicos

Além disso, seu corpo também precisa estar saudável, pois a sua produtividade pode cair muito se você ficar doente. O cérebro, durante a atividade física, libera um hormônio chamado endorfina, conhecido como o hormônio da felicidade.

Nesse sentido, os exercícios físicos podem ajudar muito a diminuir os impactos da ansiedade nos estudos, pois faz bem não só para o corpo, mas também para mente.

Evite determinados alimentos

Segundo estudo realizado por cientistas da Universidade de Minnesota (EUA), determinados alimentos podem aumentar a ansiedade e a depressão.

O consumo excessivo de alimentos que bloqueiam a produção de serotonina, por exemplo, pode causar um agravamento do quadro de ansiedade. Além disso, consumo elevado de açúcar pode causar a diminuição dos níveis de uma proteína que incentiva o crescimento de neurônios.

Desse modo, evite consumir muito café, chocolate, adoçantes, álcool e fast food e garanta uma alimentação mais saudável.

Não abra mão de momentos de lazer

Abrir mão dos momentos de lazer durante a fase de preparação para alguma seletiva é um erro terrível, pois o estudante fica irritadiço e, assim, aumenta o risco de procrastinação nos estudos.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

O ideal, então, é separar bem os momentos de estudo e de lazer. Relaxar com amigos, com a família, meditar, ver um filme ou ouvir música, por exemplo, pode melhorar e muito a qualidade do seu aprendizado e ajudará você a lidar melhor com a ansiedade.

Gostou deste texto? Então deixe seu comentário.

Veja também: Curiosidades: 5 fatos sobre o Ensino no Brasil.

Pesquisas revelam os impactos da pandemia na educação

 

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?