Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Curiosidades: Principais mudanças no Enem ao longo dos anos

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1988, desde então passou por diversas mudanças. Se você quer ficar por dentro das principais mudanças no Enem ao longos dos anos está no texto certo!

Muitos estudantes que prestam o exame não fazem ideia do seu percurso histórico e das principais mudanças que sofreu, mas é interessante conhecer o processo através do qual milhões de jovens brasileiros acessam instituições de ensino superior em todo o país.

Nesse sentido, apresentamos algumas curiosidades da história do Enem.

Principais mudanças no Enem

1. Voluntário e com finalidade de avaliação

Quando surgiu em 1988, o Enem funcionava exclusivamente como um sistema de avaliação da qualidade na formação dos estudantes recém formados no ensino médio. Nesse sentido, a participação era de natureza voluntária, apesar do estudante pagar uma taxa de inscrição.

2. Critério para Programa Universidade Para Todos (ProUni)

Com o passar do tempo o valor da taxa de inscrição foi aumentando, de modo que os alunos de escolas públicas foram contemplados com a isenção da taxa em 2001.

Três anos depois, em 2004, a realização do Enem se tornou critério de participação do ProUni, programa do governo que concede bolsas de estudo a estudantes de baixa renda.

Assim o Enem dá seus primeiros passos em direção ao que se tornou hoje: principal exame de seleção das universidades brasileiras.

3. Número de questões e certificação

Uma das principais mudanças sofridas pelo Enem, foi o aumento no seu grau de dificuldade, pois o Enem ganhou maiores proporções no decorrer dos anos, com a sua transformação em uma das principais portas de acesso ao ensino superior.

Assim, com a criação do Sistema de Seleção Unificada em 2009, a prova que a princípio consistia em 64 questões e uma redação passou a ter 180 questões, e sua aplicação foi dividade em dois dias.

Além disso, o Enem passou a emitir certificação equivalente a de conclusão do ensino médio, hoje função exclusiva do Encceja.

4. Nota mínima

No ano seguinte, em 2010, com a implementação do Sisu, o Ministério da Educação (MEC) estabeleceu nota mínima de 450 ponto na média das questões objetivas e nota acima de zero para a redação.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Assim, em 2013 os estudantes são possibilitados a participar do program Ciências Sem Fronteiras através da média obtida no exame, média que passará a ser aceita para participação no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), em 2015, ampliando ainda mais a importância do exame para os estudantes brasileiros.

5. Dias de aplicação das provas e Enem Digital

A aplicação das provas, que era realizada em um sábado e um domingo consecutivos, passou a ser realizada em dois domingos, após consulta pública do MEC em 2018.

Em 2020, o Enem anunciou uma nova modalidade de aplicação das provas, o Enem Digital, cuja realização deverá ocorrer no início do próximo ano. Essa promete ser a maior dentre as principais mudanças no Enem para os próximos anos, pois o MEC pretende tornar o Enem completamente digital, diminuindo os gatos da realização das provas.

E aí? Gostou destas curiosidades? Deixe seu comentário.

Veja também Enem 2020: Dicas de aplicativos para corrigir sua redação.

5 curiosidades sobre o Enem que você precisa saber

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?