Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Fundação Pró-Memória SP vai abrir novo concurso! Banca definida!

Um novo edital de concurso da Fundação Pró-Memória será publicado em breve para região de São Carlos (SP)

Um novo edital de concurso da Fundação Pró-Memória será publicado em breve para região de São Carlos (SP). O edital ainda não tem data de publicação, mas a expectativa é que não demore, uma vez que a banca organizadora do certame já está definida e será a GL Consultoria em Desenvolvimento Social e Ação Educativa. A confirmação veio através do extrato do contrato divulgado com a empresa no Diário Oficial do Estado de São Paulo do último sábado, 28 de setembro.

O contrato entre as partes foi assinado no dia 23 de setembro. Com isso, o edital deve ser em breve. Agora, o próximo passo deve ser o definir os últimos detalhes do cronograma.

As principais informações do concurso, como cargos, quantitativo de vagas, salários e mais detalhes ainda não foram revelados. Isso deverá acontecer somente com a publicação do edital.

A Fundação Pró-Memória de São Carlos, pessoa jurídica de direito público, com prazo de duração indeterminado, foi criada através da Lei n° 10.655, de 12 de julho de 1993, com a finalidade de preservar e difundir o patrimônio histórico e cultural do Município de São Carlos. Entre as atividades que desenvolve está a reunir, conservar e disponibilizar o conjunto de seus documentos originários dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de outros advindos da administração pública direta e indireta, como também de fundos e coleções particulares, de reconhecido valor histórico e cultural; e a de catalogar, inventariar e pesquisar os bens patrimoniais materiais e imateriais de São Carlos.

Último edital foi em 2014

O último edital da Fundação Pró-Memória de São Carlos-SP foi publicado em 2014, com quatro vagas mais formação de cadastro de reserva. As chances foram para os cargos de Agente de serviços gerais; Assistente administrativo; Agente em educação patrimonial; Procurador jurídico; Contador; e Museólogo.

Na ocasião, o Instituto de Gestão de Cidades, o IGECS organizou o certame, que contou com oportunidades para os cargos de ensino fundamental incompleto, médio e superior.

Para todos os cargos foram aplicadas provas objetivas, enquanto para o procurador ainda houve prova de títulos, com o intuito de classificar os candidatos. Foram três horas de prova, variando de 30 a 50 questões, com questões de Língua Portuguesa, Matemática, Informática e Conhecimentos Específicos.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?