Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso da Receita Federal: órgão confirma pedido para 3.360 vagas! Até R$ 21 mil

As oportunidades são para candidatos com níveis médio e superior, com iniciais que chegam a até R$ 21.029,09

A expectativa pela abertura de um novo edital de concurso público (Concurso Receita Federal 2021) é grande. O órgão confirmou que enviou ao Ministério da Economia um novo pedido de autorização para preenchimento de nada menos que 3.360 vagas em diversos cargos.

De acordo com o órgão, a solicitação do Concurso Receita Federal 2021 foi feita dentro do prazo, ou seja, até 31 de maio. A ideia é que o certame tenha recursos previstos no orçamento federal de 2021.

As oportunidades são para candidatos com níveis médio e superior, com iniciais que chegam a até R$ 21.029,09.

O pedido do concurso para áreas tributária e aduaneira visa o preenchimento de 2.050 vagas. Foram 550 para a carreira de auditor-fiscal da Receita Federal do Brasil e 1.500 para analista-tributário da Receita Federal do Brasil.

O candidato aprovado no cargo de Analista no concurso Receita Federal 2021 fará jus a uma remuneração inicial de R$ 11.684,39, enquanto a carreira de Auditor conta com inicial de R$ 21.029,09.

Além das vagas para analista e auditor, a solicitação também conta com preenchimento de vagas em cargos da área administrativa. Foram pleiteadas 1.000 vagas para assistente técnico administrativo, 270 para analista técnico administrativo, 4 para arquiteto e 16 para engenheiros e 20 para contador.

O cargo de Assistente Técnico Administrativo, de nível médio, tem salário inicial de R$ 4.137,97. Já o cargo de analista técnico administrativo,de nível superior, a remuneração inicial é de R$ 5.490,09. Para arquitetos, engenheiros e contadores, todos com exigência de nível superior, os salários ainda serão confirmados.

Prepare-se: Apostila Concurso Receita Federal 2021

Concurso Receita Federal 2021

O secretário de gestão e desempenho de pessoal, Wagner Lenhart, em entrevista ao jornal O Dia, falou sobre autorizações de concursos federais, previstas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020, e destacou a prioridade para reposição de pessoal nas áreas Jurídica, de Tecnologia da Informação (TI) e de Receita.

De acordo com o secretário, as contratações de servidores serão em casos excepcionais, em funções estratégicas. O secretário, vinculado ao Ministério da Economia, revelou que os demais cargos vagos serão substituídos por digitalização.

De acordo com o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, para equilibrar as contas da União, será necessária a revisão de gastos obrigatórios, como despesas com servidores. Além disso, é necessário estabelecer uma política de contratação do serviço público.

“Para mudar isso, não pode ter reajuste para servidor e tem de ter menos concurso público. É a mesma coisa que foi feita na segunda metade dos anos 1990”, disse Almeida, em entrevista ao jornal O Globo.

Essa política, na visão do secretário do Tesouro Nacional, deverá ser adotada nos três primeiros anos após a reforma da Previdência.

Os secretários ainda falaram que não há espaço no orçamento para aumento com as despesas de folha salarial. “Isso é uma deliberação que a Casa Civil e o presidente realizam. Nossa recomendação técnica, e não é só nossa, é da Secretaria de Orçamento e Finanças, é de que não haja reajustes ano que vem por falta de recursos”, disse o secretário Wagner Lenhart.

A solução será uma reforma na contratação de servidores federais. A admissão será com salários menores e com novos planos de carreira, de modo que os funcionários não atinjam o teto com facilidade e em poucos anos. “Todo mundo vai ter que fazer isso, inclusive a Justiça”, defendeu o titular da pasta.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Último Concurso da Receita Federal

O último concurso Receita Federal realizado para área de apoio, função de assistente técnico-administrativo do Ministério da Fazenda aconteceu em 2014. Foram 263.770 inscritos para as 1.026 vagas  oferecidas, representando uma média de 257 candidatos por vaga).

Ademais, na época foram oferecidas 1.026 vagas, em que os inscritos foram avaliados por meio de provas objetivas.

Foram cobradas questões de Língua Portuguesa, Matemática e Raciocínio Lógico, Conhecimentos de Informática, Atualidades, Gestão de Pessoas e do Atendimento ao Público, Ética do Servidor na Administração Pública, Administração Pública Brasileira e Regime Jurídico dos Agentes Públicos.

Para nível superior, cargo de auditor, o último certame também aconteceu 2014, com provas sobre Língua Portuguesa, Espanhol ou Inglês, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Administração Geral e Pública, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Auditoria, Contabilidade Geral e Avançada, Legislação Tributária e Comércio Internacional e Legislação Aduaneira. Em todo o país, houve 68.550 inscritos para 278 vagas (247 candidatos por vaga).

Por fim, cargo de analista, também com requisito de nível superior, o certame foi realizado em 2012. As questões foram sobre Língua Portuguesa, Espanhol ou Inglês, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Direito Constitucional e Administrativo e Administração Geral.

Além disso, foram cobradas questões de Direito Tributário, Contabilidade Geral, Legislação Tributária e Aduaneira (área Geral) ou Direito Tributário, Contabilidade Geral e Informática (área de Informática).

Foram registrados 93.692 inscritos para 750 vagas (média de 125 por vaga).

Sobre a Receita Federal

A Secretaria da Receita Federal do Brasil é um órgão específico, singular, subordinado ao Ministério da Fazenda, exercendo funções essenciais para que o Estado possa cumprir seus objetivos.

O órgão é responsável pela administração dos tributos de competência da União, inclusive os previdenciários, e aqueles incidentes sobre o comércio exterior, abrangendo parte significativa das contribuições sociais do País.

Também subsidia o Poder Executivo Federal na formulação da política tributária brasileira, previne e combate a sonegação fiscal, o contrabando, o descaminho, a pirataria, a fraude comercial.

Além disso, o órgão previne e combate o tráfico de drogas e de animais em extinção e outros atos ilícitos relacionados ao comércio internacional.

Prepare-se: Apostila Concurso Receita Federal 2021

Leia Também:

8 Comentários
  1. Fernando Macedo Diz

    Arrocha nos estudos… você é novo… tenha fé e bola pra frente. Boa sorte e Abraços

  2. Isabel Diz

    Não fale assim do rapaz. Cada um com suas dúvidas

  3. Sandro Diz

    Vamos deixar claro que o fato da receita abrir uma solicitação, não quer dizer que o atual governo federal, que usa como slogan a ideia de diminuir o estado, vá acatar e abrir processo. Não existe nada vindo no governo federal que dê algum tipo de esperança. Logo, isso é muito mais uma notícia com a intenção de vender cursos e apostilas, do que realmente uma notícia embasada. Fazem isso há anos com a previdência social e até hoje não existe perspectiva de um concurso. Fiquem espertos!

  4. Marcelo pfleger Diz

    Preciso saber qual a idade máxima desses concursos, pois tenho 40 anos de idade, e duas faculdades. A primeira ciência da computação e a mais recente, ontopsicologia.

    1. JC Diz

      não há limite de idade, tendo 40 anos pode perfeitamente participar.

    2. Jonas Diz

      Tem que ser entre 18 e 70 anos.

      1. Passei Diz

        Moço.
        Cê tem 40 com pergunta de 80. Kkkkkkk

    3. Estevao Lee Diz

      Não existe mais isso de idade máxima há muitos anos ! Só em específicos e raríssimos casos. Isso era antigameeeeente!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?