Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Secretaria de Cultura DF 2020: Comissão organizadora é definida

Secretaria de Cultura do Distrito Federal confirmou que vai abrir um novo concurso; Grupo de trabalho do certame foi definido

A Secretaria de Cultura do Distrito Federal vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso Secretaria de Cultura DF 2020). Foi divulgado no Diário Oficial do DF desta segunda-feira, 17 de fevereiro, a comissão organizadora do novo certame.

Segundo o texto, o grupo de trabalho vai ficar com a responsabilidade de analisar as especialidades e cargos da carreira de atividades culturais, visando à formulação de pedido de realização de concurso público.

Vão fazer parte da comissão, ao todo, os seguintes membros: José Correia Lima Neto Guimarães (presidente); Luiz Claudio Alves de Souza (presidente substituto); e Jovealiano Augusto Pomeranzi (membro).

A comissão de trabalho do concurso deverá concluir os estudos sobre o certamente dentro do prazo de até 90 dias, ou seja, até maio deste ano, a pasta terá o quantitativo de cargos e especialidades que serão oferecidos no próximo edital.

A expectativa é que logo após a conclusão dos estudos, a comissão do concurso elabore o projeto básico do edital para, posteriormente, contratar a banca organizadora do concurso. Após contratação da empresa, o edital será publicado. O edital é aguardado para este ano.

Último edital do concurso da Secretaria de Cultura DF foi divulgado em 2014

O último edital do concurso da Secretaria de Cultura do DF foi publicado em 2014. Na ocasião, o edital abriu 100 vagas para atividades culturais, nos cargos de técnico e analista de atividades culturais. O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) tem a responsabilidade do certame, que contou com provas objetivas, discursivas e de títulos, sendo as duas últimas somente para a carreira de analista.

O cargo de atividades culturais foi destinado para candidatos com nível médio e médio técnico, nos cargos de: agente administrativo; técnico em conservação; e técnico em contabilidade. Em 2014, os ganhos chegaram ao valor de R$4.160.

Para nível superior, as chances foram para carreira de analista de atividades culturais, nas áreas de: Biblioteconomia; Administração; Museologia; Artes Plásticas; Artes Cênicas; Conservação e Restauro; Contabilidade; Direito; Jornalismo; Letras; Estatística; História; Pedagogia; Radiofusão; e Arquivologia. Aqui, os salários chegaram a até R$5.999,99.

A prova objetiva do concurso contou com 50 questões, sendo 25 de Conhecimentos Básicos e 25 Específicos. O primeiro bloco contou com questões de Língua Portuguesa (08), Raciocínio Lógico e Matemático (05), Legislação Aplicada aos Servidores do Distrito Federal (05), Microinformática (04) e Atualidades (03).

Para ser aprovado, o candidato precisa obter, no mínimo, 13 acertos em cada um dos conhecimentos avaliados.

O concurso de 2014 ficou válido por dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.