Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso SES DF: 4 mil vagas estão Orçamento de 2020

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal tem o quantitativo de 4.673 vagas no Orçamento para o ano de 2020

Excelente notícia. A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal tem o quantitativo de 4.673 vagas para serem preenchidas. A previsão está no Orçamento de 2020 para o DF com uma reserva de mais de R$300 milhões para despesas com os novos servidores.

As oportunidades da SES-DF estão distribuídas entre os cargos de Auxiliar em Saúde (70 vagas), Cirurgião Dentista (60 vagas), Especialista em Saúde – Administrador (600 vagas), Enfermeiro (500 vagas), Médico – 20 horas (500 vagas), Médico – 40 horas (450 vagas), Técnico em Saúde – 40 horas (115 vagas), Técnico em Saúde – 20 horas (800 vagas), Auditor Fiscal de Atividades Urbanas (163 vagas), Motorista – SAMU (100 vagas), Técnico em Enfermagem (115 vagas), Agente Comunitário de Saúde (100 vagas), Agente de Vigilância de Saúde (100 vagas), Agente de Vigilância Ambiental em Saúde (1.000 vagas).

Todos os cargos que estão no orçamento são para funções já existentes, que ficaram vagos por aposentadorias, mortes, exonerações ou desligamentos em geral. A contratação  dos servidores será feito através do regime estatutário, que prevê estabilidade empregatícia.

A reserva financeira feita no orçamento significa que, caso o novo edital de concurso SES-DF seja autorizado, a pasta já conta com recursos iniciais para o certame.

Vale destacar que os cargos constarem no orçamento não é uma certeza de que os concursos serão realizados, mas apenas um indicativo. Para alguns cargos, por exemplo, já foram protocolados pedidos de autorização de concursos: médico, enfermeiro e auxiliar de saúde.

Último concurso SES DF

O último concurso da Secretaria de Saúde do Distrito Federal foi divulgado em 2018, quando contou com 414 vagas, distribuídas entre a Carreira Médica (294), Carreira de Assistência Pública à Saúde (72), Carreira de Enfermeiro (30) e técnicos em saúde da Carreira de Assistência Pública à Saúde (20). O Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) teve a responsabilidade do certame.

Sobre a prova de Médicos, Enfermeiros, Especialista e Técnicos em Saúde

A prova objetiva foi composta de 50 (cinquenta) questões, de múltipla escolha, com 5 (cinco) alternativas em cada questão, para escolha de 1 (uma) única resposta correta, e pontuação total variando entre o mínimo de 0,00 (zero) ponto e o máximo de 75,00 (setenta e cinco) pontos, de acordo com os conteúdos programáticos:

a) conhecimentos básicos: 25 (vinte e cinco) questões com peso 1 (um) para cada questão, sendo: 8 (oito) questões de Língua Portuguesa, 4 (quatro) questões de Raciocínio Lógico e Matemático, 5 (cinco) questões sobre Legislação Aplicada aos Servidores do Governo do Distrito Federal, 5 (cinco) questões sobre o Sistema Único de Saúde (SUS) e 3 (três) questões de Atualidades; e b) conhecimentos específicos: 25 (vinte e cinco) questões com peso 2 (dois) para cada questão.

Foram considerados classificados na prova objetiva os candidatos que acertarem o mínimo de 13 (treze) questões de conhecimentos básicos e 13 (treze) questões de conhecimentos específicos. O candidato não poderá, sob pena de eliminação do certame, obter pontuação igual a 0 (zero) nas questões de Língua Portuguesa.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.