Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso SEED PR Professor 2019: Edital tem comissão formada!

Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (Concurso SEED PR 2019)


Cresce a expectativa de abertura do edital de concurso público da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte do Paraná (Concurso SEED PR 2019) para o cargo de Professor. O grupo de trabalho do certame foi formado. A portaria, com o nome dos membros da equipe, foi publicada no Diário Oficial do Estado, edição do dia 08 de novembro.

Segundo o documento, a comissão terá objetivo de “elaborar estudos e sugestões sobre concursos para o magistério no Paraná”. A equipe será coordenada pela SEED-PR e terá representantes de órgãos da: Seperintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti); Conselho Estadual de Educação (CEE); Fórum de Pró-Reitores de Graduação das Universidades Brasileiras (Forgrad); e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Paraná.

Agora, com a comissão formada, o próximo passo será a realização dos estudos sobre o novo concurso da SEED-PR, assim como o número de vagas e o cronograma de realização do certame.

Em maio, a assessoria de imprensa da SEED-PR informou que a pasta já estudava a viabilidade de realização de um novo edital.

“A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEED) informa que, conforme anunciado pelo Governado Carlos Massa Ratinho Júnior, estão em trâmite estudos para realização de concurso para aproximadamente 1.000 de professores para a carga horária de 20 horas” disse na época.

Sobre o cargo de Professor 20 horas

O cargo de Professor 20 horas requer Licenciatura Plena na disciplina de inscrição. O profissional dessa área deve participar na elaboração da proposta pedagógica da escola; elaborar e cumprir plano de trabalho segundo a proposta pedagógica da escola; zelar pela aprendizagem dos alunos; estabelecer e implementar estratégias de recuperação para os alunos de menor rendimento; ministrar os dias letivos e as horas-aula estabelecidas; participar integralmente dos períodos dedicados ao planejamento, à avaliação e ao desenvolvimento profissional; colaborar com as atividades de articulação com as famílias e a comunidade; desincumbir-se das demais tarefas indispensáveis ao atingimento dos fins educacionais da escola e do processo de ensino-aprendizagem.

Última seleção foi divulgada em 2018 para mais de 15 mil vagas

A Secretaria abriu três editais de processo seletivo em 2018 para o preenchimento de 15.500 vagas temporárias em cargos de todos os níveis de escolaridade (fundamental, médio e superior). Os aprovados iriam atuar nos 32 Núcleos Regionais de Educação, com possibilidade de ampliação de acordo com a necessidade de substituição na Rede Estadual de Educação. Os salários oferecidos podiam chegar a até R$ 1.523,83 mensais, além de benefícios.

De acordo com o edital, as vagas foram destinadas aos cargos de Professor de Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais, Assistente Administrativo, Técnico Agropecuário, Técnico Florestal, Auxiliar de Serviços Gerais em Limpeza/Merenda, Manutenção/Manejo, Atendente, Professor do Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos, Professor de Arte, Professor de Biologia, Professor de Ciências, Professor de Francês, Professor de Inglês, Professor de Italiano, Professor de Japonês, Professor de Língua Portuguesa, Professor de Matemática, Professor de Química, Professor de Mandarim, Professor de Polonês, Professor de História, Professor de Sociologia, Professor Pedagogo, Professor de Alemão, Professor de Espanhol, Professor de Ucraniano, Professor de Libra, Professor de Educação Física, Professor de Filosofia, Professor de Física, Professor de Geografia, Professor de Artes Visuais, Professor de Música, Professor de Teatro, Professor de Esportes, Professor de Dança, Professor de Ensino Religioso, entre outros cargos. Os inscritos foram avaliados por títulos.

Último concurso foi em 2013

O último concurso da Secretaria de Educação do Paraná foi divulgado em 2013, quando contou com 13.771 vagas, distribuídas entre os cargos de professor e pedagogo. A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) teve a responsabilidade do certame.

As oportunidades foram para ingresso nas especialidades de Artes, Biologia, Ciências, Educação Física, Filosofia, Geografia, História, Espanhol, Inglês, Língua Portuguesa, Matemática, Química e Sociologia. Na época, o salário era de R$1.348,94 (R$1.044,94 de vencimento básico mais R$304,00 de vale-transporte). As vagas foram para os 32 Núcleos Regionais de Educação (NRE’s).

O concurso contou com prova de conhecimentos, redação dissertativo-argumentativa, prova didática, avaliação de títulos e análise médica.

A prova objetiva contou com 40 questões, distribuídas entre disciplinas de Fundamentos da Educação, Conhecimento Comum e Conhecimentos Específicos.

Somente foram corrigidas as redações (Fase 2) dos candidatos que obtiverem número de acertos igual ou superior a 24 (vinte e quatro) acertos do total de questões na Prova de Conhecimentos. Além disso, o candidato deverá obter, no mínimo, 12 (doze) acertos na área de Conhecimentos Específicos, no mínimo 4 (quatro) acertos na área de Fundamentos da Educação e 3 (três) acertos em Conhecimento Comum. Serão automaticamente excluídos do Concurso Público os candidatos que não atingirem o número de acertos mínimos previsto neste subitem.

Para obter aprovação na Prova de Conhecimentos, o candidato precisou alcançar o mínimo de 6 (seis) pontos na redação.

Na prova prática, os candidatos precisaram ministrar uma aula de 20 minutos, que foi avaliada por um professor e um pedagogo.

Informações do concurso

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.