Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso SEE PB 2020: Edital depende de estudo a ser concluído ainda em agosto

A Secretaria de Educação do Estado da Paraíba pode abrir um novo edital de concurso público em 2020; Último edital foi em 2019

A Secretaria de Educação do Estado da Paraíba tem expectativa de abrir um novo edital de concurso público (Concurso SEE PB 2020) em breve. Na última terça-feira, 04 de agosto, o secretário de Educação do Estado, Cláudio Furtado, voltou a comentar sobre o novo concurso do órgão.

De acordo com o chefe da pasta, a Secretaria terá em mãos um estudo para saber sobre o futuro da seleção até o final de agosto.

Os estudos indicarão se o Governo irá chamar os aprovados e qual a possibilidade de um novo concurso.

“Houve a pandemia e a Secretaria começou um estudo das necessidades. Então, baseado nesse estudo, a gente pode olhar qual a fotografia e qual a possibilidade de chamar e qual a possibilidade de um novo concurso” declarou.

No dia 22 de julho,  o secretário de Educação da Paraíba, Cláudio Furtado, disse que os estudos do novo certame estão em andamento. De acordo com o chefe da pasta, a distribuição de vagas e o edital podem ser anunciados já no mês de agosto.

“A gente está estudando as necessidades. Nesse estudo de viabilidade (do novo concurso), a gente está vendo o que vai ser feito devido à pandemia. No mês de agosto, a gente terá uma reposta sobre isso”, disse o secretário em entrevista ao Programa Arapuan Verdade.

De acordo com o secretário, o último edital segue em vigor, após ter o seu prazo prorrogado por mais seis meses. Segundo o secretário, quase todos os aprovados foram convocados, faltando 80 vagas para serem preenchidas.

A confirmação de abertura do concurso também foi dada pelo governador do Estado, João Azevedo, no dia 15 de junho, durante entrevista no programa Frente a Frente, na TV Arapuan.

“Nós ainda temos a expectativa de poder realizar o concurso até o final do ano”, disse. “No primeiro nós chamamos as pessoas e muitos já estão trabalhando, mas a minha expectativa é realizar este ano o segundo concurso”, reforçou.

Os estudos para um novo certame foram autorizados pelo governador, logo após a posse de mil professores aprovados na seleção da Secretaria de Educação (SEE PB), que ocorreu no ano passado.

Durante a solenidade, o governo autorizou as Secretarias da Educação, Ciência e Tecnologia e da Administração a iniciarem os estudos para a realização de um novo concurso SEE-PB 2020 para o magistério estadual. Ao todo, estão previstas 1.000 vagas para professores.

O objetivo do governador do Estado é realizar um novo edital para a Secretaria da Educação/PB a cada ano, chegando ao fim de sua gestão com 4 mil novos professores. No dia 06 de janeiro, o novo edital foi anunciado nas redes sociais de João Azevêdo.

“No total, está previsto um investimento de R$1,8 bilhão em obras e ações, como um novo concurso para mais 1000 professores, ter 53% de escolas integrais, mais investimentos em Segurança, Infraestrutura e Saúde, entre outros. Manter o estado no rumo certo, sem perder o foco na gestão, nos dá a certeza de que estamos construindo um futuro cada vez melhor”, diz o texto.

Último edital SEE-PB abriu 1.000 vagas

A Secretaria de Estado de Educação da Paraíba abriu o último edital em 2019 para o preenchimento de 1.000 vagas para o cargo de Professor. O Instituto AOCP teve a responsabilidade do certame.

O edital do concurso SEE-PB para Professor contou com vagas para especialidades de Artes (72), Biologia (150), Educação Física (68), Filosofia (06), Física (47), Geografia (72), História (78), Língua Espanhola (18), Língua Inglesa (61), Português (195), Matemática (199), Química (28) e Sociologia (06). O vencimento é de R$ 2.110.12 (dois mil cento e dez reais e doze centavos). A jornada de trabalho será de 30 (trinta) horas semanais.

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

O concurso contou com provas objetivas e avaliação de títulos. A prova objetiva teve a duração de 4 (quatro) horas, incluído o tempo de marcação na Folha de Respostas.

A Prova Objetiva foi composta de 50 (cinquenta) questões distribuídas por áreas de conhecimentos. Cada questão da prova objetiva teve 4 (quatro) alternativas, sendo que cada questão terá apenas 1 (uma) alternativa correta, pontuadas conforme o edital. Foi atribuída pontuação 0 (zero) às questões com mais de uma opção assinalada, questões sem opção assinalada, com rasuras ou preenchidas a lápis.

A prova para todos os cargos contou, com exceção da função de Língua Portuguesa, com questões de Língua Portuguesa (10), Legislação Básica em Educação (10), Conhecimentos Pedagógicos (10) e Conhecimentos Específicos (20).

A prova para área de Língua Portuguesa contou com questões de Legislação Básica em Educação (10), Conhecimentos Pedagógicos (10) e Conhecimentos Específicos (30).

A Prova Objetiva foi aplicada nas cidades de Cajazeiras, Campina Grande, Catolé da Rocha, Cuité, Guarabira, Itabaiana, Itaporanga, João Pessoa, Mamanguape, Monteiro, Patos, Pombal, Princesa Isabel e Sousa no Estado da Paraíba, podendo ser aplicada também em cidades vizinhas, caso o número de inscritos exceda a capacidade de alocação do município. Veja o último edital.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?