Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso IBAMA 2020/2021: CONFIRMADO novo pedido de edital

O quantitativo de vagas do próximo EDITAL IBAMA 2021 ainda não foi informado. No entanto, a expectativa é que um novo concurso seja solicitado com 2 mil vagas, como aconteceu no último pedido

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais e Renováveis (IBAMA) vai solicitar a abertura de um novo edital de concurso público (Concurso IBAMA 2020/2021) ao Ministério da Economia. A confirmação foi dada pelo órgão na última sexta-feira, 15.

Para fazer o pedido de novo concurso IBAMA 2020/2021, o Instituto deverá solicitar um novo certame até o dia 31 de maio, data limite para que os órgãos vinculados ao Poder Executivo Federal enviem seus pedidos para liberação de novos concursos. A análise será feita pelo Ministério da Economia.

O quantitativo de vagas do próximo EDITAL IBAMA 2021 ainda não foi informado. No entanto, a expectativa é que um novo concurso seja solicitado com 2 mil vagas, como aconteceu no último pedido, feito no ano passado. Caso o concurso seja autorizado este ano, o edital será publicado até 2021.

IBAMA oferece careiras de níveis médio e superior

A expectativa é que mais informações sobre o pedido de concurso do IBAMA sejam passadas nas próximas semanas. No entanto, até lá, é possível ter uma estimativa sobre esses dados, a partir do pedido feito no ano passado.

Em 2019, o IBAMA solicitou a abertura de novo concurso público para o preenchimento de 2 mil vagas, em cargos de ensino médio e superior. Os salários chegaram a até R$8 mil.  O edital do concurso do IBAMA havia sido solicitado para os cargos de Técnico Administrativo (847 vagas), Analista Ambiental (894 vagas) e Analista Administrativo (313 vagas).

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

“O IBAMA encaminhou ao Ministério do Meio Ambiental, acompanhado da minuta de Ofício com endereçamento ao Ministério da Economia. A proposta e as justificativas referentes à necessidade de se obter junto ao Ministério da Economia, a competente autorização para a realização de concurso público para o provimento de 313 cargos de Analista Administrativo, 894 cargos de Analista Ambiente e 847 cargos de Técnico Administrativo, da Carreira de Especialista em Meio Ambiente, do quadro de pessoal efetivo do IBAMA”, disse o órgão em nota.

MPF recomendou novo concurso público do IBAMA

Ministério Publico Federal (MPF) enviou, no segundo semestre do ano passado, uma recomendação ao Governo Federal para que o concurso público do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) seja autorizado. No entanto, o certame não recebeu o aval do Ministério da Economia.

Existe uma expectativa para que o pedido de concurso seja judicializado, assim como aconteceu com o INSS. Se isso acontecer, a Justiça poderá determinar a abertura de concurso Ibama. Até novembro do ano passado ainda não havia nenhuma ação judicial sobre o tema, segundo o MPF.

Enquanto o concurso não é aberto, segue em trâmite o inquérito civil mencionado na recomendação. O processo apura o grave déficit de pessoal no Ibama e as dificuldades no desempenho regular das atribuições, em especial em a fiscalização, no Estado do Acre. O processo foi aberto em 2016.

O inquérito recebeu uma última movimentação no dia 02 de dezembro. No entanto, até agora, nenhuma delas indica uma ação judicial. O processo referente à Recomendação nº 7 de 2019, que pede a abertura de um novo concurso do IBAMA, está parado desde outubro.

O Governo Federal, através do Ministério da Economia, respondeu o documento de recomendação do Ministério Público Federal (MPF) para um novo certame do órgão.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do órgão, o Ministério encaminhou ao MPF um documento em que consta limitações fiscais e orçamentárias do governo. Sendo assim, ainda não há previsão para autorização imediata do concurso.

O setor ainda frisou que a análise anual de pedidos para novos concursos obedecem aos novos critérios técnicos, estabelecidos no Decreto 9.739, publicado em março de 2019. Além disso, a pasta informa que todos os órgãos federais devem seguir tais regras para a elaboração de pedidos de concursos ao Ministério da Economia.

No dia 16 de outubro, o MPF confirmou que o Ministério da Economia havia respondido a recomendação que pede a autorização do concurso do IBAMA para 2 mil vagas. A recomendação foi protocolada no dia 05 de setembro e o Governo teve prazo de 30 dias para acatá-la ou não. Na ocasião, o teor ainda não havia sido divulgado.

A recomendação do MPF pedia que a União, por meio do Ministério da Economia, autorizasse o concurso Ibama em prazo de 30 dias para reposição da força de trabalho, em quantitativo não inferior às vagas e cargos em aberto e para a formação de cadastro de reserva. Além disso, o texto pedia:

    • que o Ibama promovesse adequações necessárias para permitir a regular autorização do concurso e, uma vez autorizado, instituísse a comissão organizadora e elaborasse o cronograma da seleção de modo que a tramitação até a posse dos aprovados não ultrapassasse 180 dias; e
    • que o Ministério da Economia e o Ibama realizassem os estudos necessários para quantificar o mínimo ideal de cargos e adotem todas as medidas necessárias, em caráter urgente, para deflagrar o concurso.

Últimos concursos públicos do IBAMA

Os últimos editais do IBAMA foram abertos em 2012 e 2013. Os editais foram abertos para os cargos de técnico administrativo, analista ambiental e analista administrativo. Na ocasião, o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) organizou o certame.

Leia também o Notícias Concursos no Google Notícias

O concurso IBAMA contou com prova objetiva, composta por 50 questões de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos. Além disso, para o cargo de analista, houve prova de redação. Todas as etapas foram de caráter eliminatório e classificatório.

As questões das provas objetivas foram distribuídas entre diversas matérias, com os programas variando de acordo com cargo.

As matérias cobradas abrangeram: Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades, Matemática, Ética no Serviço Público, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Legislação do Setor de Meio Ambiente (Ibama), Noções de Administração, Orçamento, Finanças e Contabilidade Pública, Noções de Gestão de Pessoas, Administração de recursos materiais e Noções de Arquivologista.

Informações do concurso

Leia Também:

brasil 123  
1 comentário
  1. Karina Nascimento da Silva Diz

    Legal se funcionar mesmo muito bom.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?