Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso AL CE 2020: “Edital deve ficar para março”, diz Assembleia

Assembleia Legislativa do Ceará vai abrir um novo edital com 100 vagas; Oportunidades para níveis médio e superior

A Assembleia Legislativa do Ceará vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso AL-CE 2020). Previsto para ser publicado no dia 20 de fevereiro, o edital deve ficar para o início de março. As informações foram passadas pela Assembleia. O edital vai contar, ao todo, com 100 vagas.

“Quanto ao edital, deve ficar para o início de março, mas ainda não podemos cravar a data. Aguardando a empresa”, disse a AL-CE.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) vai organizar o certame. O extrato de contrato entre o Legislativo e a banca foi publicado  no Diário Oficial do Estado na noite da última segunda-feira, 17 de fevereiro. O documento publicado revelou etapas importantes do concurso, além da distribuição de vagas por cargos.

As vagas do concurso AL-CE 2020 serão abertas para Técnico Legislativo (30 vagas), Administração (05 vagas + 01 PcD); Arquitetura (01); Biblioteconomia – (01); Ciências Contábeis (04); Ciências Econômicas – (01); Consultoria técnica legislativa – (09 + 01 PcD); Controle Interno (04 + 01 PcD); Design Gráfico (02); Direito (22 + 02 PcDs); Engenharia Civil – (01); Engenharia Elétrica (01); Informática (04 + 01 PcD); Jornalismo (02); Língua Portuguesa (03); Psicologia (01); e Publicidade e Propaganda (03).

O concurso vai contar com prova objetiva (com questões de Conhecimentos Básicos e Específicos), exame discursivo/redação e análise de títulos (apenas para analistas).

No dia 31 de outubro, o presidente da Casa, o deputado José Sarto (PDT), afirmou que o concurso AL-CE está dentro de um pacote de reorganização e modernização, que foi aprovado pela própria Casa, também no dia 31 de outubro.

Segundo ele, a reformulação está sendo discutida desde fevereiro com os parlamentares e deve “modernizar todo o organograma da Casa”. Estão previstas 100 vagas para o certame, sendo 70 para nível superior e 30 para nível médio. Nos bastidores, deputados afirmam que pelo menos mil cargos já foram cortados com a reestruturação. Tratam-se de postos cujo vínculo empregatício não se deu por meio de concurso público.

O presidente do Legislativo acrescentou, ainda, que o concurso preencherá cargos que não eram sequer previstos na estrutura de funcionários da Assembleia.

“Desde 1993 que o organograma é o mesmo, que não tem uma reestruturação orgânica funcional. Na área de tecnologia da informação, por exemplo, não existia nenhum cargo. E a ideia é modernizar”, frisou. José Sarto explicou, também, que a Casa incorporou diversos órgãos com o passar dos anos, o que aumentou a demanda de funcionários e justificou a criação de novos cargos. “A Assembleia, ao longo do tempo, foi incorporando órgãos como o Procon, Conselho de Altos Estudos, Universidade do Parlamento (Unipace), Procuradoria, Escritório Frei Tito, Comitê de Prevenção aos Homicídios”, enumerou o deputado.

Plano de cargos e salários aprovado

No dia 18 de novembro, o governador Camilo Santana sancionou a estrutura e o novo plano de cargos, carreira e remuneração da Assembleia Legislativa do Ceará. Com o concurso AL-CE confirmado, o documento assinado pelo governador revela os salários previstos no concurso, assim com as áreas dos cargos de nível superior.

Segundo o texto, publicado no Diário Oficial do Estado, o salário inicial do cargo de técnico legislativo, de nível médio, é de R$2.224,90, podendo chegar a R$16.040.98. Já o analista legislativo, com exigência de nível superior, tem inicial de R$4.455,29, podendo chegar a R$24.505,37.

Segundo o plano de cargos, o analista legislativo conta com as seguintes áreas: Administração; Arquitetura e Urbanismo; Biblioteconomia; Ciências (Atuariais, Contábeis, Econômicas e Sociais); Controle Interno; Design Gráfico; Direito; Enfermagem; Engenharia (Civil, Elétrica e Mecânica); Estatística; Farmácia; Fisioterapia; Informática; Jornalismo; Língua Portuguesa; Medicina; Odontologia; Psicologia; Publicidade e Propaganda; Serviço Social; Taquigrafia; e Terapia Ocupacional.

Ainda de acordo com o plano de cargos, o concurso vai contar com duas etapas: prova objetiva (Conhecimentos Gerais e Específicos), para todos os candidatos; e exame de títulos, somente para nível superior (analista legislativo).

O Concurso AL CE 2020

O projeto de lei que autoriza a abertura do concurso público AL-CE 2020 para o preenchimento de vagas na Assembleia foi lido em plenário, conforme informou o presidente da Casa.

No Orçamento do Estado de 2020, já está previsto o valor de R$ 100 mil para a realização do concurso AL-CE 2020.

Último edital foi em 2012

O último edital de concurso da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) foi aberto em 2012. Na ocasião, foram 63 vagas para analista legislativo, com exigência de nível superior completo. Todos os aprovados nas vagas imediatas foram convocados.

Na ocasião, os salários eram de R$1.260 para jornada de 30 horas. A validade do certame foi de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período. A seleção contou ainda com formação de cadastro de reserva.

O Cebraspe, antigo CESPE/UnB organizou o edital, que contou com provas objetivas, discursivas e de títulos. O exame de múltipla escolha contou com 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos e 70 Específicos.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.