Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso ADASA DF 2019: Edital é adiado até março de 2020! Edital pode preencher até 75 vagas! Até R$10 mil

Edital contará com oportunidades em dois cargos

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal vai abrir um novo edital de concurso público (Concurso ADASA DF 2019) até março de 2020. De acordo com o documento publicado no Diário Oficial desta segunda-feira, 23 de setembro, o documento de abertura deve ser publicado em até 180 dias.

A contagem começa ser feita a partir de 9 de setembro. Sendo assim, o edital poderá sair até março de 2020. O prazo já havia sido estendido pela primeira vez em março deste ano. A expectativa era que o documento fosse divulgado em setembro, o que não ocorreu. O motivo do atraso não foi revelado.

A comissão que será encarregada de conduzir os trabalhos de realização do certame foi divulgada no Diário Oficial do dia 04 de julho. O grupo de trabalho é composto por Paulo Salles – Presidente; Eduardo Lobato Botelho – Membro; Silena Jaime – Membro; Cristina de Saboya Gouveia Santos – Membro; Nelson Gomes Moço Neto – Membro Suplente; e Cassio Leandro Cossenzo – Membro Suplente.

Também foi divulgado no Diário Oficial, edição do dia 02 de julho, um novo extrato de autorização do certame. Agora, com o novo documento, haverá inclusão de cadastro reserva. Sendo assim, o órgão poderá preencher 75 vagas – e não mais 25 como previsto na autorização inicial do concurso.

Com a nova distribuição, o cargo de regulador de serviços públicos contará com 54 oportunidades, sendo 18 em caráter imediato e as demais 36 para a formação de cadastro. Já o técnico de regulação de serviços públicos terá 21 chances, sendo dessas sete para início imediato e 14 para formar cadastro.

O Concurso ADASA DF

O certame já vem sendo aguardado desde 2013, quando o então governador, Agnelo Queiroz, sancionou a Lei 5.427, que criou 123 vagas para preenchimento por meio de concurso público. Apesar disso a proposta contempla apenas 25 vagas.

topapostilas.com.br

As oportunidades serão divulgadas para os cargos de Regulador de Serviços Públicos (54 vagas – 18 imediatas e 36 em cadastro reserva) e Técnico de Regulação de Serviços Públicos (21 vagas – 07 imediatas e 14 em cadastro reserva). Os salários chegam a até R$10 mil para os reguladores e até R$4.350 para os técnicos.

O cargo de Regulador requer diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em nível superior, expedido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação. O cargo deverá planejar, coordenar, controlar, avaliar e executar atividades de regulação, fiscalização e controle dos recursos hídricos e dos serviços públicos de saneamento básico, incluindo abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem e manejo de águas pluviais, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; gás canalizado; energia elétrica, entre outras tarefas.

Por fim, os técnicos deverão ter apenas  certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição educacional reconhecida pelo órgão próprio dos sistemas de ensino. Eles serão responsáveis por executar atividades de suporte técnico na área de regulação de recursos hídricos e de serviços públicos regulados pela ADASA; participar de ações fiscalizadoras; executar atividades de suporte administrativo tais como: pesquisa e planejamento, recursos humanos, orçamento, finanças, patrimônio, material, logística, entre outras atribuições.

Sobre a ADASA

As atividades de saneamento básico do Distrito Federal começaram com a construção da capital, quando foi criada a Divisão de Água e Esgotos, vinculada à Novacap. Logo foi implantado o primeiro sistema, o Catetinho, para abastecimento dos canteiros de obras e núcleos onde moravam os trabalhadores que construíam a nova capital. À medida que prosseguiam as obras de implantação da capital, foi concebido e construído o sistema Torto. Posteriormente, o sistema foi ampliado para Santa Maria e Torto, projetado para abastecer todo o Plano Piloto e os órgãos da administração federal. Em 1959, a Divisão transformou-se em Departamento de Água e Esgoto. Com o crescimento da cidade, os serviços públicos – como energia elétrica, saneamento e telefonia – foram constituídos como autarquias, ainda vinculadas à Novacap, mas com autonomia administrativa. Na área de saneamento foi criado o Serviço Autônomo de Água e Esgoto do DF, em 1964. Sua vida, no entanto, foi curta, pois logo a Novacap decidiu transformá-lo novamente em Departamento de Água e Esgoto.

Informações do concurso
  • Concurso: Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal
  • Banca organizadora: em definição
  • Escolaridade: médio e superior
  • Número de vagas: 75
  • Remuneração: até R$10 mil
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Link do último edital

Leia Também:

top planilha

Comentários estão fechados.