Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso ADAPAR 2019: Secretário confirma autorização com 80 vagas!

O edital do certame foi autorizado no dia 27 de agosto pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.


Na última quarta-feira, 28 de agosto, o secretário de Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, confirmou a abertura de novo edital de concurso público da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Concurso ADAPAR 2019). O edital do certame foi autorizado no dia 27 de agosto pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.

O edital do concurso será liberado com 80 vagas. “O governo autorizou concurso público, na última terça, 27, para a Adapar. Serão 30 médicos veterinários e 50 técnicos agrícolas”, disse o secretário na manhã da última quarta-feira, 28, durante audiência pública na Assembleia Legislativa sobre o fim da vacinação da febre aftosa.

Em julho, o governo anunciou a abertura de novos concursos públicos no Estado, que vão gerar cerca de 6 mil vagas. No anúncio, o concurso ADAPAR foi um dos confirmados pelo chefe do executivo.

Concurso ADAPAR 2019

Agora, com a autorização do concurso ADAPAR, a expectativa é pelo início dos preparativos. A Agência vai formar a comissão que ficará responsável pelo certame e contratação da banca.

Para concorrer ao cargo de Médico Veterinário, o candidato deve ter graduação na respectiva área. O Técnico Agrícola deve ter nível médio técnico completo. Os salários ainda não foram anunciados. No entanto, conforme tabela do órgão, os ganhos oscilam entre R$2,6 mil e R$6,5 mil.

Último Concurso ADAPAR foi em 2014

O último edital do concurso ADAPAR foi divulgado em 2014, quando contou com 200 vagas, nos cargos de assistente de fiscalização da defesa agropecuária, nas funções de técnico de laboratório e técnico de manejo e meio ambiente. Os salário chegaram a até R$2.152,88.

Além disso, o concurso contou com vagas para os cargos de fiscal de defesa agropecuária, nas funções de engenheiro agrônomo e veterinário. Os salários chegaram a até R$5.382,20.

O certame foi organizado pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina (Cops/UEL). A banca aplicou provas objetivas com 40 questões de Língua Portuguesa, ECA, Informática, Atualidades e Conhecimentos Específicos, além de uma avaliação médica.

Sobre

O Paraná com os seus solos, sua gente e seu trabalho sempre demonstrou vocação para a produção agrícola, ao longo da história. Os ciclos da erva mate, da madeira, do café e do algodão, são substituídos na década de 70 pelas pastagens com bovinos e lavouras de milho e soja, que se transformam em produção de suínos e aves que alimentarão paranaenses, brasileiros, pessoas e povos de diferentes regiões do mundo. Para apoiar de forma adequada a sua vocação agropecuária, foi criada, em 1944, a Secretaria de Estado dos Negócios da Agricultura, cuja reforma em 1976, criou o Departamento de Fiscalização (DEFIS) para atender, especificamente, as questões ligadas à defesa sanitária animal e vegetal.

Missão: Promover a saúde animal, a sanidade vegetal, a inocuidade dos alimentos, a conformidade do comércio e uso de insumos agropecuários, o uso adequado do solo agrícola, com responsabilidades compartilhadas entre as partes interessadas, em benefício da sociedade.

Visão: Consolidar-se como instituição de excelência em defesa agropecuária.

Valores: Comprometimento, Cooperação, Credibilidade, Efetividade, Ética, Imparcialidade, Inovação, Qualidade, Responsabilidade, Sustentabilidade e Transparência.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.