Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso CRO GO 2019 tem resultado final homologado

Conselho Regional de Odontologia de Goiás abriu edital para o preenchimento de mais de 200 vagas

O Conselho Regional de Odontologia de Goiás homologou o resultado final do concurso público (Concurso CRO GO 2019) para o preenchimento de 220 vagas. Desse total, 16 são para preenchimento imediato e 204 são para cadastro reserva. O Instituto Quadrix, banca organizadora do certame, organizou o certame. (veja aqui – homologação).

O edital do concurso CRO-GO 2019 conta com vagas para os cargos de Técnico de Informática (25), Assistente Administrativo I (50 vagas), Fiscal Regional I (25 vagas), Técnico de Fiscalização (45 vagas), Auditor de Controle Interno I (25 vagas), Contador (25 vagas) e Fiscal I (25 vagas). Os salários oferecidos variam entre R$1.549,00 e R$ 5.828,00. Além disso, os profissionais contarão com:

  • a) Vale Alimentação, no valor de R$ 1.050,00 (mil e cinquenta reais) por mês, para aos empregados que laboram 40 horas semanais, e 75% do valor para os profissionais que laboram 30 horas semanais;
  • b) Plano de Saúde (Médico, Hospitalar e Odontológico) com coparticipação de acordo com a utilização;
  • c) Plano de Cargos e Salários;
  • d) Licença maternidade de 120 a 180 dias, conforme Acordo Coletivo de Trabalho e legislação vigente;
  • e) Vale transporte, conforme legislação vigente;
  • f) Auxílio creche e pré-escola de acordo com a legislação vigente.

Sobre os cargos do concurso

Assistente Administrativo I

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Realizar as atividades de apoio administrativo, tais como: efetuar ligações telefônicas, enviar e receber fax e e-mail, anotar recados, fazer cópias ou encadernações de documentos em geral. Realizar atendimento telefônico e presencial recepcionando clientes, visitantes e fornecendo informações; Operar sistemas informatizados ligados a sua área de atuação; Receber, conferir, armazenar e entregar documentos; Digitar correspondências e demais documentos relacionados à sua rotina diária; Organizar e controlar as informações e tramitação de documentos da Unidade em que atua, providenciando triagens, entregas internas e ou externas e arquivamento; Executar atividades de apoio a transporte e logística; Atuar em serviços de suporte a reuniões e eventos; Operar equipamentos relacionados à sua área de atuação.

Salário: R$1.549,00

Fiscal Regional I

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Disponibilidade para viagens em períodos e dias de acordo com as necessidades do CRO-GO; e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “B” ou superior, conforme Artigo 145 do Código Nacional de Trânsito e Resoluções 168/2004 e 285/2008, do CONTRAN, com pontuação que permita, nos termos da legislação de trânsito, o pleno exercício do direito de dirigir.

Atribuições: Efetuar serviços de fiscalização e inspeção de profissionais; Executar os planos de trabalhos, previamente definidos pelo Fiscal Cirurgião Dentista; Fazer cumprir as determinações legais do Órgão; Prestar informações, orientações, ouvir dúvidas, reclamações ou sugestões dos profissionais fazendo o encaminhamento; Propor a realização de visitas de fiscalização a profissionais, estagiários e entidades vinculadas ao Órgão; Receber denúncias, programar e realizar as apurações necessárias; Autuar inscritos que cometeram qualquer irregularidade, falsos profissionais e entidades ilegais, emitindo o respectivo relatório; Tomar todas as providências, relacionadas a denúncia de falsos profissionais; Fiscalizar o exercício da profissão de todas as categorias, bem como consultórios odontológicos, clínicas mantidas pelos sindicatos, gabinetes mantidos pelos Governos Federal, Estadual e Municipal, planos de saúde e laboratórios de prótese dentária e de empresas que comercializam e/ou industrializam produtos odontológicos; Acompanhar a Polícia Civil e/ou Vigilância Sanitária, nas apreensões de consultórios ilegais de falsos profissionais; entre outras.

Salário: R$2.260,00.

Técnico de Fiscalização

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Disponibilidade para viagens em períodos e dias de acordo com as necessidades do CRO-GO; e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “B” ou superior, conforme Artigo 145 do Código Nacional de Trânsito e Resoluções 168/2004 e 285/2008, do CONTRAN, com pontuação que permita, nos termos da legislação de trânsito, o pleno exercício do direito de dirigir

Atribuições: Fiscalizar o exercício da profissão de todas as categorias odontológicas; Fazer cumprir as determinações legais do Órgão; Receber os protocolos de denúncias, programar e realizar as apurações necessárias; Fazer cumprir as determinações legais do Órgão; Programar e realizar visitas de fiscalização a profissionais, estagiários e entidades vinculadas ao Órgão; Elaborar, planejar e executar os roteiros de viagem para fiscalização, durante o ano, na área de abrangência de Goiânia e Região Metropolitana; Autuar inscritos faltosos, falsos profissionais e entidades ilegais, apresentando o respectivo relatório à liderança do Setor; Auxiliar a Comissão de Vistoria Técnica a Clínicas Odontológicas; entre outras.

Salário: R$1.549,00

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

Auditor de Controle Interno I

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior ou Tecnólogo Completo.

Atribuições: Planejar e/ou apoiar no planejamento das atividades de auditoria, Definir verificações e amostras para realização de testes de trabalho, analisando a veracidade dos documentos e a conformidade com as normas exigidas, Apontar desvios, formular recomendações e propor correções às irregularidades encontradas, acompanhando tratamento e verificando providências quanto às recomendações efetuadas, Prestar apoio e orientação visando à solução de problemas apontados em auditorias, Assessorar e acompanhar auditorias externas, apoiando e acompanhando as áreas em respostas às auditorias, se for o caso, Realizar sindicâncias, entrevistando pessoas, colhendo documentos e provas e elaborando laudos ou relatórios de sindicância, Exercer a plena fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do Conselho, quanto à legalidade, economicidade, aplicação de subvenções e renúncia de receitas, Verificar a exatidão e a regularidade das contas e a boa execução do orçamento, adotando medidas necessárias ao seu fiel cumprimento, entre outras.

Salário: R$3.114,00.

Contador

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, em grau de bacharel, em Ciência Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Registro no Conselho Regional de Contabilidade do Estado de Goiás (CRC-GO).

Atribuições: Estabelecer métodos e práticas de auditoria contábil e financeira; Coordenar, supervisionar e orientar as atividades contábeis de todas as áreas internas; Prestar assessoria contábil aos Diretores e Conselheiros do CRO-GO; Supervisionar a confecção e transcrição de atos exigidos por legislação específica; Coordenar a preparação do relatório das atividades do CRO-GO, correspondente à gestão de cada exercício, colhendo informações setoriais e procedendo à redação da minuta do relatório geral, para posterior envio ao TCU e CFO; Elaborar estudos, programas e projetos de interesse do CRO-GO, submetendo-os a apreciação da Presidência; entre outras.

Salário: R$5.828,00.

Fiscal I

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior, em grau de bacharel, em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Registro no Conselho Regional de Odontologia de Odontologia de Goiás (CROGO). Disponibilidade para viagens em períodos e dias de acordo com as necessidades do CRO-GO; e Carteira Nacional de Habilitação Categoria “B” ou superior, conforme Artigo 145 do Código Nacional de Trânsito e Resoluções 168/2004 e 285/2008, do CONTRAN, com pontuação que permita, nos termos da legislação de trânsito, o pleno exercício do direito de dirigir.

Atribuições: Orientar os inscritos quanto às normas pertinentes ao registro, sua manutenção e cancelamento; Fiscalizar o exercício ilegal no campo de atuação da odontologia, apurando denúncias, informações recebidas formalmente ou obtidas a partir de pesquisa em mídias diversas; Emitir notificações/comunicações/intimações e autos de infração de acordo com a legislação e normas vigentes; Proceder a visitas “in loco” para obter e constatar informações; Analisar processos e informá-los tecnicamente, elaborando pareceres; Emitir Certidões; Colaborar na execução do Plano Anual de Trabalho da fiscalização verificando e acompanhando o seu cumprimento; Colaborar na elaboração do cronograma anual de fiscalização para cumprimento do Plano Anual de Trabalho; Colaborar no acompanhamento da execução do Planejamento de Fiscalização verificando o seu cumprimento; Colaborar na elaboração de estratégias de fiscalização de acordo com o previsto no plano de trabalho; entre outras.

Salário: R$3.183,00.

Técnico de Informática

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de conclusão de curso de nível médio profissionalizante em Tecnologia da Informação ou de curso de nível médio acrescido de curso na área de Tecnologia da Informação ou curso de denominação e conteúdo equivalentes, expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Serão aceitos,também, cursos de graduação concluídos na área de Tecnologia da Informação.

Atribuições: Monitorar e controlar o sistema do CFO, imprimir relatórios, cuidar da manutenção e funcionamento, visando atender as necessidades dos usuários;Fazer o planejamento, administração de suporte de redes, análise de relatórios gerenciais e contato com fornecedores.Fazer reunião com funcionários para coletar dados e informações para adequar os sistemas às necessidades do CRO-GO; Levantar dados de equipamentos e sistemas; Testar garantia do bom funcionamento de sistemas operacionais, equipamentos, cabeamento, tomadas de rede e placas; Preparar e apresentar à Diretoria proposta orçamentária de sistemas e equipamentos a serem desenvolvidos e adquiridos;Fazer estudos e levantamentos de casos;Fazer adaptação e/ou tradução do conteúdo das telas e dos programas que fazem parte do sistema, adequando-os à realidade da empresa; Definir as mudanças necessárias nas rotinas do CRO-GO para adequá-las as novas regras de sistema fazendo a divulgação e treinamento dos funcionários; Acompanhar os técnicos no trabalho de implantação de sistemas;Realizar auditorias nos microcomputadores dos usuários para checar o uso indevido; Elaborar projetos na área de informática para o CRO-GO; Disponibilizar senhas de segurança para o pessoal autorizado, cadastrando os usuários e garantindo seu acesso ao uso de trabalhos na rede;Manter atualizado o site do CRO-GO;Testar e garantir o acesso à internet.

Salário: R$1.908,00

Inscrição Concurso CRO GO 2019

Os interessados em concorrer a uma das vagas puderam se inscrever até as 23 horas e 59 minutos do dia 18 de julho de 2019, no site oficial da banca organizadora do certame (http://www.quadrix.org.br). A taxa de inscrição custou R$55,00 para nível médio e R$70,00 para nível superior.

Etapas e Provas

Todos os candidatos serão avaliados por provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório. As avaliações foram aplicadas no dia 04 de agosto de 2019, com quatro horas de duração.

A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, será composta de 120 (cento e vinte) itens, valerá 120,00 pontos e avaliará as habilidades e os conhecimentos do candidato.

Cada área de conhecimento será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que deverão ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item. Haverá, no cartão-resposta, para cada item, duas áreas de marcação: a área designada com a letra C, que deverá ser preenchida pelo candidato caso julgue o item CERTO, e a área designada com a letra E, que deverá ser preenchida pelo candidato caso julgue o item ERRADO. 10.3 Para obter pontuação no item, o candidato deverá marcar uma, e somente uma, das duas áreas do cartão-resposta.

Os itens da prova objetiva poderão avaliar habilidades relacionadas à aplicação do conhecimento, abrangendo compreensão, análise, síntese e avaliação, valorizando o raciocínio e envolvendo situações relacionadas às atribuições do cargo e ao conteúdo programático constante no Anexo II deste Edital.

Cada item da prova objetiva poderá contemplar mais de uma habilidade e mais de um conhecimento relativo à respectiva área de conhecimento.

Validade

O prazo de validade do presente CONCURSO PÚBLICO é de 2 (dois) anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final do concurso no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado, 1 (uma) única vez, por igual período, por conveniência administrativa.

Sobre o CRO GO

O Conselho Regional de Odontologia de Goiás (CRO-GO) e os demais Conselhos Regionais e o Conselho Federal de Odontologia compõem a autarquia federal responsável pela inscrição e cadastro de todos profissionais e estabelecimentos de Odontologia em atividade no País. Dotados de personalidade jurídica de direito público e autonomia administrativa e financeira, os Conselhos são encarregados também de, em todo o território brasileiro, fiscalizar o exercício profissional, regido pelo Código de Ética Odontológica.

A criação do Conselho Federal de Odontologia e dos Conselhos Regionais de Odontologia foi fruto de um processo histórico que começou no Brasil colonial, com os barbeiros ou sangradores, passou pela fundação dos primeiros cursos de Odontologia, em 1884, e culminou na promulgação da Lei 4.324, de 14 de abril de 1964. Cerca de dois anos depois, veio a regulamentação da profissão de cirurgião-dentista, por meio da Lei 5.081, de 24 de agosto de 1966. Paralelamente os Conselhos Regionais foram se estruturando.

O CRO-GO está representado no interior por sete Delegacias Regionais, que são sub-sedes do Conselho nas diferentes regiões onde estão situadas. São elas: Delegacia Regional de Anápolis, Delegacia Regional de Rio Verde, Delegacia Regional de Itumbiara, Delegacia Regional de Porangatu, Delegacia Regional do Entorno do Distrito Federal (Luziânia-GO), Delegacia Regional do Vale do São Patrício (Ceres/Rialma) e Delegacia Regional de Catalão.

Elas oferecem todos os serviços prestados na sede e cada uma dispõe de um delegado e um fiscal. Funcionam de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. As delegacias são importantes, pois descentralizam as ações do Conselho. Fazem com que os serviços oferecidos pela Entidade estejam cada vez mais próximos dos cirurgiões-dentistas, dos profissionais auxiliares e, mais ainda, da sociedade.

Informações do concurso
  • Concurso: Conselho Regional de Odontologia de Goiás
  • Banca organizadora: Instituto Quadrix
  • Escolaridade: médio e superior
  • Número de vagas: 195
  • Remuneração: entre R$1.549,00 e R$ 5.828,00
  • Inscrições: até as 23 horas e 59 minutos do dia 18 de julho de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$55,00 para nível médio e R$70,00 para nível superior.
  • Provas: 04 de agosto de 2019
  • Situação: PUBLICADO

Edital Concurso CRO GO 2019

Retificação

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Sem comentários
  1. luana delmondes martins Diz

    Já se sabem quantas vagas serão para cada região?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?