Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso TRT SP 2ª Região 2018 é homologado para técnicos e analistas

FCC tem a responsabilidade; Concurso contou com 160 mil inscritos


concurso do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo (Concurso TRT SP 2ª Região 2018) foi homologado. A homologação ocorreu na tarde desta segunda-feira, 20 de maio, por unanimidade dos desembargadores integrantes do Órgão Especial. Agora, o certame ficará válido até 2021, podendo ser prorrogado. Para os aprovados na área de Segurança, ainda haverá o curso de formação.

O certame teve provas objetivas aplicadas no dia 22 de julho, para 106.797 inscritos, o que resultou na abstenção de 55.543 dos candidatos (34,22%), já que o certame contou com 162.340 inscritos no total.

Resultado Final Concurso TRT SP 

Para os cargos de técnico foram 92.989 inscritos. Desse total, 59.723 (64,23%) estiveram presentes, enquanto 33.266 (35,77%) faltaram. Para analista, foram 69.351 inscritos. No dia da aplicação das provas, 47.074 (67,88%) estiveram presentes e 22.277 (32,12%) faltaram.

As oportunidades do concurso foram para candidatos de ensino médio e superior.  De acordo com a organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas (FCC), o concurso registrou a participação de 162.340 inscritos. O destaque, conforme já esperado, foi o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa, com requisito de ensino médio, cujo número de inscritos foi de quase 86.000 candidatos. Outros cargos que contaram com grande interesse foram os de Analista – Área Judiciária (30.370 inscritos) e Analista – Área Administrativa (24.503 inscritos).

O certame oferece nada menos que 320 vagas em cargos de técnicos e analistas. Haverá ainda, formação de cadastro reserva para contratação conforme necessidade. As oportunidades do concurso TRT/SP 2018 são destinadas aos cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária (53 vagas), Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal (54 vagas), Analista Judiciário – Área Administrativa (27 vagas), Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade (01 vaga), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Arquivologia (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Biblioteconomia (01 vaga), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia -Segurança do Trabalho (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Estatística (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina Cardiologia (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina – Clínico Geral (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina do Trabalho (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina Psiquiatra (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Nutrição (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia (CR), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Serviço Social (01 vaga), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação (01 vaga), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade História (01 vaga).

Haverá ainda, oportunidades para Técnico Judiciário – Área Administrativa (144 vagas), Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Telefonia (01 vaga), Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança (35 vagas), Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem (CR) e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação (01 vaga).

De acordo com o edital publicado, os candidatos nomeados estarão vinculados ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e alterações posteriores) e demais normativos federais aplicáveis à Justiça do Trabalho, bem como à regulamentação interna do Tribunal. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

O salário do Analista chega a R$ 11.006,83, enquanto o Técnico tem remuneração de R$ 6.780,53.

Apostila Concurso TRT-SP 2ª Região 2018 – Atualizada

Sobre os cargos do Concurso TRT SP 2ª Região 2018

Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Direito, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; inserir, atualizar e consultar informações em base de dados; verificar prazos processuais; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Direito, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, lavrando no local o respectivo auto circunstanciado; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive Licenciatura Plena, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Ciências Contábeis, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Contabilidade.

Atribuições: Executar atividades relativas à elaboração do orçamento, planificação de contas, detalhamento de despesas, serviços contábeis, balanços, balancetes, demonstrativos de movimento de contas, cálculo de faturas, tabelas de vencimentos, folhas de pagamento e organização de processos de prestação de contas; elaborar planos, projetos e relatórios relativos à área de atuação; realizar perícias contábeis e cálculos judiciais; emitir informações e pareceres em questões que envolvam matéria de natureza técnica pertinente à área de atuação; prestar assessoria relacionada ao sistema de controle interno e auditoria; atuar no monitoramento e acompanhamento da execução orçamentária, financeira, contábil e patrimonial; examinar e emitir parecer em processos de tomadas de contas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Arquivologia

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Arquivologia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Executar atividades relacionadas à tramitação, utilização, avaliação e arquivamento de documentos; efetuar procedimentos de controle, identificação, classificação e descrição de documentos; avaliar e selecionar documentos para fins de preservação ou descarte; promover medidas necessárias à conservação, microfilmagem e destinação de documentos; prestar assistência em questões relacionadas à sua área de atuação; emitir informações e pareceres; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Biblioteconomia

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Biblioteconomia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Manter atualizado o inventário do acervo bibliográfico; proceder ao cadastramento das publicações editadas pelo Tribunal junto aos órgãos responsáveis pela padronização internacional de numeração de títulos de livros e periódicos; selecionar, indexar e catalogar material documental de interesse do Tribunal para consulta e/ou composição do acervo; desenvolver linguagem de indexação na área trabalhista para o Tribunal; alimentar os bancos de dados da área; organizar catálogos e mantê-los atualizados; efetuar a organização, o controle e o armazenamento do acervo; selecionar, coletar e organizar material documental referente à doutrina, à legislação e à jurisprudência de interesse do Tribunal; atender ao usuário, realizando pesquisas bibliográficas e de informações solicitadas; realizar intercâmbio com bibliotecas de órgãos públicos e instituições jurídicas nacionais e estrangeiras; registrar e controlar empréstimos, devolução e reserva do material bibliográfico; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Enfermagem, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Enfermagem.

Atribuições: Realizar procedimentos de enfermagem segundo prescrição médica ou odontológica; preparar e esterilizar material, instrumental e equipamentos; prestar auxílio ao médico ou odontólogo em técnicas específicas, quando da realização de exames e/ou tratamentos; prestar primeiros socorros; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; efetuar o controle de estoque e das condições de uso de equipamentos, materiais, instrumentos e medicamentos utilizados para atendimento médico e odontológico; elaborar relatórios e planos de trabalho e fornecer dados estatísticos inerentes à área de atuação; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Engenharia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Atribuições: Elaborar projetos relativos a construção, conservação e reforma dos prédios do Tribunal; acompanhar e fiscalizar obras e serviços; realizar exames técnicos de expedientes relativos a execução de obras; prestar assistência em assuntos técnicos relacionados a projetos de obras de instalações prediais e de estruturas; executar desenho técnico; emitir pareceres técnicos e elaborar especificações técnicas e relatórios sobre assuntos relativos à sua área de atuação; acompanhar a manutenção das centrais e aparelhos de ar condicionado e das instalações elétricas e hidráulicas dos prédios do Tribunal; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia (Segurança do Trabalho)

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Arquitetura ou Engenharia acrescida de pós-graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho, devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia.

Atribuições: Executar atividades relacionadas a prevenção e controle de riscos dos locais de trabalho e das instalações e equipamentos; elaborar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes a segurança e à higiene do trabalho; vistoriar, avaliar, realizar perícias, emitir pareceres e laudos técnicos; propor políticas, programas, campanhas educativas, treinamento, normas e regulamentos de segurança do trabalho; elaborar projetos de sistemas de segurança e assessorar a elaboração de projetos de obras, instalação e equipamentos, opinando sob o ponto de vista da engenharia de segurança; propor medidas de prevenção de acidentes de trabalho; acompanhar e fiscalizar obras e serviços; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Estatística

Requisitos: Diploma ou Certificado de curso de Graduação em Estatística, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Estatística.

Atribuições: Planejar e desenvolver investigações estatísticas; coordenar os trabalhos de coleta, análise e interpretação de dados; elaborar pareceres e instrumentais técnicos, laudos e relatórios; fornecer informações que favoreçam a tomada de decisões e o acompanhamento da execução de atividades; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Medicina, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Medicina.

Atribuições: Realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos, pareceres e atestados; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; atuar em perícias médicas; atuar em programas de educação e prevenção de doenças; prescrever e administrar medicamentos; efetuar o controle de estoque e das condições de uso de equipamentos, materiais, instrumentos e medicamentos utilizados para atendimento médico; colaborar na fiscalização das condições de higiene e segurança dos locais de trabalho; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Cardiologia)

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Medicina acrescida de pós-graduação em Cardiologia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Medicina.

Atribuições: Realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente na área de cardiologia; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; atuar em perícias médicas; atuar em programas de educação e prevenção de doenças; entre outros.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínico Geral)

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Medicina acrescida de pós-graduação em Clínica Geral, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Medicina.

Atribuições: Realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente na área de clínica geral; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos, pareceres e atestados; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; entre outros.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina do Trabalho

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Medicina acrescida de pós-graduação em Medicina do Trabalho, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Medicina.

Atribuições: Realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente relacionadas à saúde ocupacional; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; entre outros.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina Psiquiatra

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Medicina acrescida de pós-graduação em Psiquiatria, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Medicina.

Atribuições: Realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente na área de psiquiatria; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; atuar em perícias médicas; atuar em programas de educação e prevenção de doenças; prescrever e administrar medicamentos; efetuar o controle de estoque e das condições de uso de equipamentos, materiais, instrumentos e medicamentos utilizados para atendimento médico; colaborar na fiscalização das condições de higiene e segurança dos locais de trabalho; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

topapostilas.com.br

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Nutrição

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Nutrição, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Nutrição.

Atribuições: Realizar programas e campanhas referentes à educação nutricional; prescrever e supervisionar dietas; atuar visando à segurança alimentar em todas as áreas da alimentação e nutrição; promover a manutenção e recuperação da saúde e prevenção de doenças dos servidores; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Psicologia, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Psicologia.

Atribuições: Realizar atividades relacionadas às áreas de psicologia organizacional e clínica; realizar atendimentos, diagnósticos e inspeções de saúde relacionadas à Psicologia; orientar e encaminhar para psicoterapia e/ou para avaliação psiquiátrica, realizar psicoterapia de magistrados e servidores inclusive Psicoterapia Breve, aplicar testes projetivos de personalidade e outros quando solicitados, atuar em perícias relativas à saúde mental empreender visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; entre outros.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Serviço Social

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Serviço Social, devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) e registro no Conselho Regional de Serviço Social.

Atribuições: Elaborar estudos, projetos e pesquisas de âmbito social e de cunho socioeducativo; atuar em ações que envolvam a recuperação, a readaptação ou a orientação a servidores; promover ações com vistas à redução de fatores que interfiram no tratamento da saúde; efetuar contatos com a rede hospitalar para fins de atendimento especializado; prestar assessoramento técnico pertinente à sua área de atuação; entre outros.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em Tecnologia da Informação ou qualquer outro curso superior com Pós Graduação na área de Tecnologia da Informação, com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas/aula, expedido por instituição de ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Atribuições: Desenvolver projetos e sistemas de informática; documentar os sistemas; analisar e avaliar diagramas, estruturas e descrições de entradas e saídas de sistemas; sugerir as características e quantitativos de equipamentos necessários à utilização dos sistemas; analisar e avaliar as definições e documentação de arquivos, programas, rotinas de produção e testes de sistemas; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; prestar suporte técnico e treinamento aos usuários de sistemas; analisar e avaliar procedimentos para instalação de base de dados, assim como definir dados a serem coletados para teste paralelo de sistemas; entre outros.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade História

Requisitos: Diploma ou Certificado de Graduação em História (licenciatura ou bacharelado), devidamente reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Executar atividades relacionadas à pesquisa e divulgação da história da Justiça do Trabalho; prestar assistência em atividades de avaliação e seleção voltadas à preservação documental; realizar atividades de organização, manutenção, segurança e conservação do acervo histórico do Tribunal; efetuar estudos, pesquisas e assistência em questões relacionadas à sua área de atuação; entre outros.

Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; atender ao público interno e externo; classificar e autuar processos; realizar estudos, pesquisas e rotinas administrativas; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Telefonia

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Atribuições: Operar mesa telefônica, atendendo a chamadas telefônicas internas e externas; prestar informações ao público sobre assuntos relacionados ao Tribunal; receber e transmitir mensagens e informações; transferir ligações entre ramais; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e Carteira Nacional de Habilitação, categoria D ou E.

Atribuições: I – atuar na segurança dos magistrados, servidores e demais autoridades na área de jurisdição do órgão e em qualquer localidade do território nacional, quando autorizado pelo Presidente do Tribunal; II – realizar a segurança de magistrados e servidores no exercício de suas funções institucionais; III – atuar na preservação da ordem em recintos oficiais, conduzindo à autoridade policial, pessoas em situação de flagrante delito, ou ato infracional, ou, ainda, por determinação de autoridade judiciária; entre outras.

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) expedido por Instituição de Ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), acrescido de certificado de curso técnico de enfermagem e registro no Conselho Regional de Enfermagem.

Atribuições: Auxiliar na realização de procedimentos de enfermagem segundo prescrição médica ou odontológica; preparar e esterilizar material, instrumental e equipamentos; prestar auxílio ao médico, odontológico ou enfermeiro em técnicas específicas, quando da realização de exames e/ou tratamentos; prestar primeiros socorros; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação

Requisitos: Certificado, devidamente registrado, de curso de nível médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), com habilitação específica em cursos de Tecnologia da Informação que, somados, apresentem carga horária mínima de 120 (cento e vinte) horas-aula.

Atribuições: Executar atividades relacionadas ao desenvolvimento, teste, codificação, manutenção e documentação de programas e sistemas de informática; prestar suporte técnico e treinamento a usuários; elaborar páginas para internet e intranet; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; executar tarefas de operação, instalação e manutenção de equipamentos de informática; efetuar os procedimentos de cópia, transferência, armazenamento e recuperação de arquivos de dados; elaborar pareceres técnicos; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Requisitos gerais de ingresso no Tribunal – TRT/SP

O candidato aprovado neste concurso TRT SP 2018 será investido no Cargo/Área/Especialidade se atender às seguintes exigências na data da posse:

  • a) ter sido aprovado e classificado no Concurso na forma estabelecida neste Edital;
  • b) ser brasileiro nato ou naturalizado ou português em condição de igualdade de direitos com os brasileiros, na forma do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal;
  • c) ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;
  • d) estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • e) estar em dia com os deveres do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino;
  • f) apresentar certidões de antecedentes criminais da Justiça Federal, Eleitoral, Militar (estadual e federal) e da Justiça Estadual;
  • g) não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público federal, nos termos dispostos no artigo 137 da Lei nº 8.112/90;
  • h) possuir os documentos comprobatórios da escolaridade e pré-requisitos constantes do Capítulo 2 e os documentos constantes no Capítulo 15 deste Edital;
  • i) ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do Cargo/Área/Especialidade, conforme artigo 14, parágrafo único, da Lei nº 8.112/90.
  • j) estar em pleno gozo dos direitos políticos.

Inscrição Concurso TRT SP 2ª Região 2018

As inscrições do concurso TRT/SP 2018 foram realizadas entre 10 horas do dia 27 de abril de 2018 e 14 horas do dia 23 de maio de 2018, no endereço eletrônico oficial da organizadora do concurso (http://www.concursosfcc.com.br/). A taxa de inscrição custou:

R$ 95,00 para Analista; e

R$80,00 para Técnico.

Etapas e Provas do Concurso TRT SP 2ª Região 2018

Para todos os cargos do concurso foram aplicadas provas de conhecimentos básicos e específicos e provas discursivas. Haverá ainda, somente para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Segurança, Prova Prática: Capacidade Física Curso de Formação.

As provas objetivas e discursivas foram realizadas na cidade de São Paulo/SP no dia 22 de julho de 2018, nos seguintes períodos:

a) no período da MANHÃ: para os cargos de Técnico Judiciário, todas as áreas e especialidades;

b) no período da TARDE: para os cargos de Analista Judiciário, todas as áreas e especialidades

A prova terá duração de 04 horas e 30 minutos.

CONHECIMENTOS BÁSICOS – PARA TODOS OS CARGOS

Língua Portuguesa: Interpretação de texto. Argumentação. Pressupostos e subentendidos. Níveis de linguagem. Articulação do texto: coesão e coerência. Termos da oração. Processos de coordenação e subordinação. Discurso direto e indireto. Tempos, modos e vozes verbais. Classes de palavras. Flexão nominal e verbal. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Ocorrência da Crase. Ortografia e acentuação. Pontuação. Equivalência e transformação de estruturas. Redação.

Matemática e Raciocínio Lógico-Matemático: Números inteiros e racionais: operações (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação); expressões numéricas; múltiplos e divisores de números naturais; problemas. Frações e operações com frações. Números e grandezas proporcionais: razões e proporções; divisão em partes proporcionais; regra de três; porcentagem e problemas. Estrutura lógica de relações arbitrárias entre pessoas, lugares, objetos ou eventos fictícios; deduzir novas informações das relações fornecidas e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. Compreensão e elaboração da lógica das situações por meio de: raciocínio verbal, raciocínio matemático, raciocínio sequencial, orientação espacial e temporal, formação de conceitos, discriminação de elementos. Compreensão do processo lógico que, a partir de um conjunto de hipóteses, conduz, de forma válida, a conclusões determinadas.

Noções de informática: Noções de sistema operacional (ambientes Linux e Windows 7, 8 e 10). Edição de textos, planilhas e apresentações (ambientes Microsoft Office 2010, 2013 e LibreOffice 5 ou superior). Redes de computadores: Conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e Intranet; Programas de navegação (Microsoft Internet Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome); Programas de correio eletrônico (Microsoft Outlook e Mozilla Thunderbird); Sítios de busca e pesquisa na Internet; Grupos de discussão; Redes sociais; Computação na nuvem (cloud computing). Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas. Segurança da informação: Procedimentos de segurança; Noções de vírus, worms e outras pragas virtuais; Aplicativos para segurança (antivírus, firewall, anti-spyware etc.); Procedimentos de backup; Armazenamento de dados na nuvem (cloud storage).

Noções sobre Direitos das Pessoas com Deficiência (Resolução CNJ nº 230/2016 – art. 19): Inclusão, direitos e garantias legais e constitucionais das pessoas com deficiência (Lei nº 13.146/2015; Lei nº 11.126/2005 e Constituição Federal). Normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida (Lei nº 10.098/2000 e Decreto 5.296/2004). Prioridade de atendimento às pessoas portadoras de deficiência (Lei nº 10.048/2000 e Decreto 5.296/2004). Direitos no sistema de transporte coletivo (Lei nº 8.899/1994) e Decreto 3.691/2000). Símbolo de identificação de pessoas portadoras de deficiência auditiva (Lei nº 8.160/1991). Normas de apoio às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social (Lei nº 7.853/1989 e Decreto 3.298/1999).

Legislação e ética no serviço público: Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no Setor Público: Estatuto de Ética Profissional do Servidor do TRT da 6ª Região. Lei nº 8.112/1990 e alterações posteriores: Provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição; Direitos e vantagens; Regime disciplinar: deveres, proibições, acumulação, responsabilidades, penalidades, processo administrativo disciplinar. Lei nº 8.429/1992 e alterações posteriores: disposições gerais, atos de improbidade administrativa.

Órgão tem tradição em nomear candidatos além do número de vagas

O TRT-SP tem uma tradição que anima qualquer candidato a prestar o certame. Acontece que o órgão paulista sempre realiza nomeações além do número de vagas oferecidas no edital de abertura. No último concurso, por exemplo, a oferta foi de 329 vagas. No entanto, o órgão realizou a contratação de 1.647 classificados. O maior quantitativo de nomeados foi para o cargo de Técnico Judiciário – Área Administrativa, de nível médio, com 1.025 aprovados.

Informações do concurso
  • Concurso: Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP)
  • Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)
  • Escolaridade: médio e superior
  • Número de vagas: 320
  • Remuneração: até R$ 11.006,83
  • Inscrições: entre 10 horas do dia 27 de abril de 2018 e 14 horas do dia 23 de maio de 2018
  • Taxa de Inscrição: R$80,00 para Técnico e R$95,00 para Analista
  • Provas: 22 de julho de 2018
  • Situação: PUBLICADO

Edital Concurso TRT SP 2018

[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT 2ª Região/SP 2018 - Técnico Judiciário - Área Apoio Especializado (Comum a Todas Especialidade)
[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário - Área Administrativa
[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário - Área Administrativa [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário - Área Judiciária e Analista Judiciário - Área Judiciária - Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador Federal [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário e Técnico Judiciário (Comum a Todos)
[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT2ª Região/SP 2018 - Técnico Judiciário - Área Administrativa - Especialidade Segurança [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] (Apostila Digital) TRT2ª Região/SP 2018 - Técnico Judiciário - Área Administrativa [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário - Área Administrativa [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário - Área Administrativa [CD Grátis]
[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário - Área Judiciária e Analista Judiciário - Área Judiciária - Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador Federal [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Analista Judiciário e Técnico Judiciário (Comum a Todos) [CD Grátis]
[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Técnico Judiciário - Área Administrativa - Especialidade Segurança [+Curso Online Grátis]

 

[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Técnico Judiciário - Área Administrativa [+Curso Online Grátis]
[PRÉ VENDA] Apostila TRT2ª Região/SP 2018 - Técnico Judiciário - Área Apoio Especializado (Comum a Todas Especialidade) [CD Grátis]

Leia Também:

top planilha

Comentários estão fechados.