Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso da Câmara de Olinda PE: novo edital é anunciado e comissão é formada!

Câmara de Olinda-PE vai abrir um novo edital de concurso; Último edital foi em 2015

Cresce a expectativa de abertura do novo edital de concurso público da Câmara de Olinda-PE. A Casa iniciou os preparativos de abertura do novo certame, conforme publicação no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco, edição do dia 30 de outubro. Na ocasião, a comissão organizadora do edital foi formada.

Segundo o documento, o grupo do concurso é composto por um presidente e outros quatro membros/servidores. A comissão do concurso será responsável por toda parte interna, como organizar, acompanhar e fiscalizar as atividades durante todo processo do concurso.

Além disso, o grupo de trabalho vai elaborar o termo de referência do concurso, documento também conhecido como projeto básico. O documento apresenta o número de vagas, cargos, escolaridades, salários, estrutura de provas e cronograma. Após finalizado, o projeto integra a licitação para escolha da banca organizadora.

As bancas organizadoras vão receber o documento para propor seus preços para ficar à frente do concurso.

O concurso da Câmara de Olinda-PE

A portaria que forma a comissão organizadora terá vigência de 90 dias, com possibilidade de prorrogação, conforme necessidade. Nesse período, o presidente do grupo vai receber gratificação de R$2.875,44, enquanto os demais membros receberão R$1.500,00.

Segundo o documento, a justificativa de abertura de um novo concurso é a existência de vagas no quadro de servidores efetivos. Sendo assim, a seleção será aberta para preencher tais cargos vagos, tendo em vista que o último concurso foi realizado há quatro anos.

Último edital da Câmara de Olinda-PE foi divulgado em 2015

O último edital da Câmara de Olinda-PE foi divulgado em 2015. Na ocasião, o edital trouxe 23 vagas para cargos de ensino médio e médio/técnico. As oportunidades foram para técnico em contabilidade, agente técnico, agente administrativo e guarda vigilante.

Na época, os salários chegaram a R$1.400, exceto para o cargo de guarda vigilante, cujo valor era de R$1.300 para jornada de trabalho de 30 horas por semana.

O certame contou com 6.259 inscritos. Desse total, 3.247 disputaram o cargo de técnico. A Consulplan organizou o certame, que contou com provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório.

A prova objetiva contou com 40 questões distribuídas nas matérias de Português, Raciocínio Lógico e Conhecimentos Gerais e Específicos. Para ser aprovado, foi necessário atingir um percentual mínimo de 50% do total de pontos.

O concurso ficou válido por dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?