Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso TRT MS: validade do certame é prorrogada até 2021

Tribunal Regional do Trabalho do Mato Grosso do Sul, da 24ª Região, prorrogou a validade do último concurso, aberto em 2016, até 2021


O Tribunal Regional do Trabalho do Mato Grosso do Sul, que compreende a 24ª Região, prorrogou a validade do último concurso, realizado em 2016 e homologado em 2017, até 2021. A expectativa é que mais candidatos classificados sejam convocados enquanto o concurso estiver válido.

O edital foi publicado no mês de dezembro de 2016 e contou com vagas para cargos de ensino médio e superior. Houve ainda, para candidatos de 2º grau, formação de cadastro reserva. Para Analista, foi oferecida uma vaga imediata mais cadastro reserva para o cargo de analista judiciário – Oficial de Justiça Avaliador Federal. As demais áreas apenas formaram reservas.

O concurso do TRT-MS 2016/2017 contou com 32.517 inscritos.

O Concurso TRT MS

O Concurso do TRT MS contou com vagas para Técnico Judiciário – Área Administrativo, cuja exigência é de nível médio completo. Houve oportunidades também para Técnico de Segurança e Transporte, com requisito de nível médio, além de Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, categoria D ou E. Por fim, os candidatos puderam concorrer a função de Analista nas especialidades Judiciária, Administrativa e Oficial de Justiça Avaliador Federal, com requisito de nível superior. As oportunidades para área Judiciária foram para as especialidades de Contabilidade, Tecnologia da Informação, Biblioteconomia, Engenharia e Medicina.

Os salários oferecidos pelo certame chegaram a R$10.119,93 para Analista, com exceção da especialidade de Oficial de Justiça – Avaliador Federal, cujo salário chega a R$11.822,80. Já o nomeado na função de Técnico contará com remuneração de R$ 6.167,99, com exceção da especialidade Segurança e Transporte, que tem salários de R$ 7.205,87.

Os inscritos no concurso foram avaliados por provas objetivas (todos), redação, estudo de caso e capacidade física, a depender do cargo escolhido pelo candidato. A avaliação objetiva contou com 60 questões, sendo 40 de conhecimentos específicos e 20 de conhecimentos gerais. As avaliações foram aplicadas na data prevista de 26 de março de 2017, em Campo Grande (MS). Os inscritos de técnico fizeram a avaliação pela manhã, enquanto os cargos de Analista tiveram as avaliações aplicadas pela tarde.

Leia Também:

top planilha

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.