Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso DPE RS: validade do último certame é prorrogada até 2021

Defensoria Pública do Rio Grande do Sul prorrogou a validade do seu último concurso público para servidores, realizado em 2017, até 2021.

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul prorrogou a validade do seu último concurso público para servidores, realizado em 2017, até 2021. O documento foi publicado no Diário Eletrônico desta quinta-feira, 05 de dezembro.

O concurso DPE-RS foi homologado em dezembro de 2017 e tinha validade até dezembro de 2017. Agora, com a prorrogação de dois anos, o certame fica válido até dezembro de 2021.

O concurso da Defensoria Pública-RS foi divulgado para o preenchimento de 136 vagas nos cargos de técnico e analista, de nível médio e superior, respectivamente. As vagas foram para as áreas Administrativa, Edificação, Informática, Logística, Segurança e Segurança do Trabalho.

Para analistas, o edital contou com vagas para as áreas Processual, Contabilidade, Economia, Administração, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Farmácia, Segurança da Informação, Assistência Social, Biblioteconomia, Arquivista, Comunicação Social, Psicologia, Infraestrutura e Redes, Banco de Dados e Desenvolvimento de Sistemas.

Os salários oferecidos eram de R$3.243,90, para os cargos de nível médio e de R$5.947,15 para as funções de nível superior. Além das imediatas no concurso, o edital trouxe vagas em cadastro reserva, para contratação conforme necessidade durante a validade do certame, que agora segue em vigor até dezembro de 2021.

O Concurso DPE RS

O concurso contou com as seguintes etapas:

Primeira Fase, constituída de provas escritas, eminentemente com 60 questões objetivas e de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório, com itens de: língua portuguesa, raciocínio lógico-matemático, legislação institucional e conhecimentos específicos para o exercício do cargo e sua especialidade;

Segunda Fase, constituída de provas escritas, eminentemente com questões discursivas, de caráter eliminatório e classificatório;

Terceira Fase, assim estabelecida: a) para os cargos de analista, análise de títulos, de caráter eminentemente classificatório; Prova prática de capacidade Física para o cargo de técnico na especialidade segurança.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?