Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso PM BA Soldado 2019: Edital com 2 mil vagas sai no dia 16 de outubro

Em live realizada no Instagram, Rui Costa garante novo edital em 2019; IBFC, mesma banca do último certame, vai organizar edital

A Polícia Militar do Estado da Bahia vai abrir um novo edital de concurso público para Soldado (Concurso PM BA 2019) em breve. O Governador do Estado da Bahia, Rui Costa, anunciou nesta terça-feira, 08 de outubro, que o edital do certame será publicado no dia 16 de outubro.

O edital PM-BA 2019 será organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

No Papo Correria, Rui Costa já havia confirmado, ao responder um seguidor, que o edital da PM-BA 2019, seria divulgado ainda este ano. “Sim, nós teremos concurso este ano, da Polícia Militar, da Polícia Civil, essas duas estão confirmadas. Devemos ter concurso também para Embasa. Em breve publicaremos o edital,” disse Rui. Veja o vídeo na íntegra:

Em maio deste ano, também no Papo Correria, o Governador já havia confirmado o edital do concurso PM-BA 2019 no segundo semestre. “Serão 2 mil vagas, sendo que nós vamos chamar em duas etapas para programar capacitação e treinamento. Chamaremos primeiro 1.000 vagas e em seguida depois que treinar as mil vagas, chamaremos mais mil para treinamento. Então, ao todo serão 2 mil vagas e o edital será divulgado no segundo semestre”, disse Rui.

Veja também: Concurso Polícia Civil PC BA 2019: Governador promete novo edital!

O Concurso PM BA 2019 – Soldado

Para concorrer a uma das vagas no concurso da Polícia Militar/BA, será necessário certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou formação técnica profissionalizante de nível médio, expedido por Instituição de Ensino reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC. Para ingresso e exercício na função de Soldado, o candidato deverá concluir com êxito no Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais.

Prepare-se: Apostila Concurso PM BA 2019 – Soldado

O cargo de Soldado requer nível médio completo, idade mínima de 18 e máxima de 30 anos, altura mínima de 1,60m para candidatos do sexo masculino e de 1,55m para candidatas do sexo feminino, além de Carteira Nacional de Habilitação válida, na categoria “B”.

Durante o período de realização do Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia, o candidato matriculado na condição de Aluno Soldado PMBA/CBMBA receberá, a título de bolsa de estudo, o equivalente a um salário mínimo. Após o curso de formação, o salário será de R$ 2.585,05 (dois mil, quinhentos e oitenta e cinco reais e cinco centavos), constituído de vencimento básico, acrescido de Gratificação de Atividade Policial Militar – GAPM, nos termos da legislação vigente, mais 10% (dez por cento) de Auxilio Fardamento sobre o valor do soldo.

O Policial Militar terá missão de executar o policiamento ostensivo fardado, nas diversas modalidades, planejado pelas autoridades policiais militares competentes, a fim de assegurar o cumprimento da lei, a preservação da ordem pública e o exercício dos poderes constituídos; exercer a missão do policiamento ostensivo de segurança, de trânsito urbano e rodoviário, de proteção ambiental, guarda de presídios e instalações vitais, além do relacionado com a prevenção criminal, justiça restaurativa, proteção e promoção aos direitos humanos, preservação e restauração da ordem pública; atuar de maneira preventiva para dissuasão em locais ou áreas específicas, onde se presuma ser possível a perturbação da ordem; atuar de maneira repressiva, em caso de perturbação da ordem, e exercer a atividade de repressão criminal especializada; executar, quando designado, atividades de inteligência, de forma integrada com o Sistema de Inteligência, na forma da lei; participar, quando designado, de pesquisa, estatística e análise criminal, com vistas à ação policial militar; entre outras atribuições.

Conheça o GUIA DO TAF PARA CONCURSOS PÚBLICOS, clique aqui!

Último edital foi divulgado em 2017

O último edital do concurso da Polícia Militar do Estado da Bahia foi divulgado em 2017, com nada menos que 2.000 (duas mil) vagas para participação no Curso de Formação de Soldado da Polícia Militar da Bahia do Quadro de Praças Policiais Militares (QPPM). O edital contou com 1.819 vagas para candidatos do sexo masculino e 181 para o sexo feminino.

As oportunidades foram  destinadas as regiões de Salvador (500 vagas masculino e 26 feminino), Juazeiro (186 masculino e 28 feminino), Feira de Santana (310 masculino e 36 feminino), Ilhéus (230 masculino e 20 feminino), Vitória da Conquista (212 masculino e 27 feminino), Barreiras (196 masculino e 20 feminino) e Itaberaba (185 masculino e 24 feminino).

A região de Salvador compõe Unidades subordinadas ao Comando de Operações Policiais Militares sediadas em Salvador e na Região Metropolitana de Salvador (BPM, CIPM); incluindo todas as suas áreas de responsabilidade. Já a região de Juazeiro compõe Companhias Independentes sediadas em Juazeiro; Paulo Afonso, Senhor do Bonfim, Jacobina, Casa Nova, Campo Formoso, Capim Grosso e Sobradinho; incluindo todas as suas áreas de responsabilidade.

A região de Feira de Santana compõe as Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM) sediadas em Feira de Santana, Alagoinhas, Euclides da Cunha, Santo Antônio de Jesus, Santo Amaro, Cipó, Cruz das Almas, Serrinha, Rio Real, Conde, Entre Rios, Santo Estevão, Riachão do Jacuípe, Catu, Irará e Amargosa. Já a região de Ilhéus integra as Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM) sediadas em Ilhéus; 87ª CIPM, Teixeira de Freitas, Itabuna, Porto Seguro, Valença, Itamaraju, Medeiros Neto, Gandu, Ubaitaba, Camacan, Ibicaraí, Canavieiras, Itacaré, Alcobaça, Mucuri; incluindo todas as suas áreas de responsabilidade.

A região de Vitória da Conquista compõe Unidades Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPM) sediadas em Vitória da Conquista, Jequié, Brumado, Guanambi, Itapetinga, Ipiaú, Cândido Sales, Poções, Livramento de Nossa Senhora, Maracás e Caetité; incluindo todas as suas áreas de responsabilidade. Já a região de Barreiras integra as Companhias Independentes da Polícia Militar sediadas em Barreiras, Ibotirama, Santa Maria da Vitória, Bom Jesus da Lapa, Macaúbas, Luís Eduardo Magalhães e Formosa do Rio Preto; incluindo todas as suas áreas de responsabilidade. Por fim, a região de Itaberaba compõe a Unidade de Itaberaba, Irecê, Seabra, Lençóis e Ipirá; incluindo todas as suas áreas de responsabilidade.

Avaliações dos candidatos

Os inscritos no concurso foram avaliados por provas objetivas e discursivas, ambas de caráter eliminatório e classificatório, aplicadas no mês de agosto de 2017. O candidato teve 04 (quatro) horas e 30 minutos para realizar a avaliação, incluído o tempo para leitura das instruções e preenchimento da Folha de Respostas, sendo responsabilidade do candidato observar o horário estabelecido.

A prova objetiva contou com 80 questões, composta de conhecimentos gerais (30 questões – 1,0 ponto por questão) e conhecimentos específicos (50 questões – 1,4 pontos por cada questão). Para ser aprovado, o candidato deverá ter o desempenho de 60 pontos (60%), tanto na prova objetiva quanto na prova discursiva.

A Prova Discursiva teve valor de 100 (cem) pontos e serão apresentados 3 (três) temas e o candidato deverá desenvolver apenas 1 (um) deles, devendo conter o mínimo de 20 (vinte) linhas e o máximo de 30 (trinta) linhas.

Conteúdo Programático da Prova Objetiva

CONHECIMENTOS BÁSICOS

LÍNGUA PORTUGUESA: 1.Ortografia oficial. 2. Acentuação gráfica. 3. Flexão nominal e verbal. 4. Pronomes: emprego, formas de tratamento e colocação. 5. Emprego de tempos e modos verbais. 6. Vozes do verbo. 7. Concordância nominal e verbal. 8. Regência nominal e verbal. 9. Ocorrência de crase. 10. Pontuação. 11. Redação (confronto e reconhecimento de frases corretas e incorretas). 12. Intelecção de texto. Redação oficial.

MATEMÁTICA/RACIOCÍNIO LÓGICO: 1.Resolução de problemas envolvendo frações, conjuntos, porcentagens, sequências (com números, com figuras, de palavras). 2. Raciocínio lógico?matemático: proposições, conectivos, equivalência e implicação lógica, argumentos válidos.

HISTÓRIA DO BRASIL: 1. A sociedade colonial: economia, cultura, trabalho escravo, os bandeirantes e os jesuítas. 2. A independência e o nascimento do Estado Brasileiro. 3. A organização do Estado Monárquico. 4. A vida intelectual, política e artística do século XIX. 5. A organização política e econômica do Estado Republicano. 6. A Primeira Guerra Mundial e seus efeitos no Brasil. 7. A Revolução de 1930. 8. O Período Vargas. 9. A Segunda Guerra Mundial e seus efeitos no Brasil. 10. Os governos democráticos, os governos militares e a Nova República. 11. A cultura do Brasil Republicano: arte e literatura. 12. História da Bahia: 12.1. Independência da Bahia. 12.2. Revolta de Canudos. 12.3. Revolta dos Malés. 12.4. Conjuração Baiana. Sabinada.

GEOGRAFIA DO BRASIL: 1. Organização político-administrativa do Brasil: divisão política e regional. 2. Relevo, clima, vegetação: hidrografia e fusos horários. 3. Aspectos humanos: formação étnica, crescimento demográfico. 4. Aspectos econômicos: agricultura, pecuária, extrativismo vegetal e mineral, atividades industriais e transportes. 5. A questão ambiental degradação e políticas de meio ambiente. 6. Geografia da Bahia: aspectos políticos, físicos, econômicos, sociais e culturais.

ATUALIDADES: Domínio de assuntos relevantes e atuais (nacionais e internacionais) divulgados pelos principais meios de comunicação.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL: 1. Constituição da República Federativa do Brasil: Poder Constituinte. 2. Dos princípios fundamentais. 3. Dos direitos e garantias fundamentais. 3.1. Dos direitos e deveres individuais e coletivos. 3.2. Da nacionalidade. 3.3. Dos direitos políticos. 4. Da organização do Estado. 4.1. Da organização político-administrativa. 4.2. Da União. 4.3. Dos Estados federados. 4.4. Do Distrito Federal e dos Territórios. 4.5. Da administração pública. 4.5.1. Disposições gerais. 4.5.2. Dos servidores públicos. 4.5.3. Dos militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios. 5. Da segurança pública. 6. Constituição do Estado da Bahia. 6.1. Dos Servidores Públicos Militares. 6.2. Da Organização dos Poderes. 6.2.1. Do Poder Legislativo. Da Assembleia Legislativa. Das Competências da Assembleia Legislativa. 6.2.2. Do Poder Executivo. Das Disposições Gerais. Das Atribuições do Governador do Estado. 6.2.3. Do Poder Judiciário. Das Disposições Gerais. Da Justiça Militar. 6.2.4. Do Ministério Público 6.2.5. As Procuradorias. 6.2.6. Da Defensoria Pública. 6.2.7. Da Segurança Pública.

NOÇÕES DE DIREITOS HUMANOS: 1. Precedentes históricos, Direito Humanitário, Liga das Nações e Organização Internacional do Trabalho (OIT). 2. A Declaração Universal dos Direitos Humanos/1948. 3. Convenção Americana sobre Direitos Humanos/1969 (Pacto de São José da Costa Rica) (arts. 1° ao 32). 4. Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (arts. 1° ao 15). 5. Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos/1966 (arts. 1° ao  271).

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO: 1. Administração pública: conceito e princípios. 2. Poderes administrativos. 3. Atos administrativos. 3.1. Conceito. 3.2. Atributos. 3.3. Requisitos. 3.4. Classificação. 3.5. Extinção. 4. Organização administrativa. 4.1. Órgãos públicos: conceito e classificação. 4.2. Entidades administrativas: conceito e espécies. Agentes públicos: espécies. 5. Regime jurídico do militar estadual: Estatuto dos Policiais Militares do Estado da Bahia (Lei estadual nº 7.990, de 27 de dezembro de 2001). 6. Lei estadual nº 13.201, de 09 de dezembro de 2014 (Reorganização a Polícia Militar da Bahia).

NOÇÕES DE DIREITO PENAL: 1. Da aplicação da lei penal. 1.1. Lei penal no tempo. 1.2. Lei penal no espaço. 2. Do crime. 2.1. Elementos. 2.2. Consumação e tentativa. 2.3. Desistência voluntária e arrependimento eficaz. 2.4. Arrependimento posterior. 2.5. Crime impossível. 2.6. Causas de exclusão de ilicitude e culpabilidade. 3. Contravenção. 4. Imputabilidade penal. 5. Dos crimes contra a vida (homicídio, lesão corporal e rixa). 6. Dos crimes contra a liberdade pessoal (ameaça, sequestro e cárcere privado). 7. Dos crimes contra o patrimônio (furto, roubo, extorsão, apropriação indébita, estelionato e outras fraudes e receptação). 8. Dos crimes contra a dignidade sexual 9. Dos crimes contra a paz pública (quadrilha ou bando). 10. Legislação esparsa: Lei federal n° 9.455, de 07 de abril de 1997 (Crimes de tortura).

NOÇÕES DE IGUALDADE RACIAL E DE GÊNERO: 1. Constituição da República Federativa do Brasil (art. 1°, 3°, 4° e 5°). 2. Constituição do Estado da Bahia, (Cap. XXIII “Do Negro”). 3. Lei federal n° 12.288, de 20 de julho de 2010 (Estatuto da Igualdade Racial). 4. Lei federal nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989 (Define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor) e Lei  federal n° 9.459, de 13 de maio de 1997 (Tipificação dos crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor). 5. Decreto federal n° 65.810, de 08 de dezembro de 1969 (Convenção internacional sobre a eliminação de todas as formas de discriminação racial). 6. Decreto federal n° 4.377, de 13 de setembro de 2002 (Convenção sobre a eliminação de todas as formas de discriminação contra a mulher). 7. Lei federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006 (Lei Maria da Penha). 8. Código Penal Brasileiro (art. 140). 9. Lei federal n° 9.455, de 7 de abril de 1997 (Crime de Tortura). 10. Lei federal n° 2.889, de 1º de outubro de 1956 (Define e pune o Crime de Genocídio). 11. Lei federal nº 7.437, de 20 de dezembro de 1985 (Lei Caó). 12. Lei estadual n° 10.549, de 28 de dezembro de 2006 (Secretaria de Promoção da Igualdade Racial); alterada pela Lei estadual n° 12.212, de 04 de maio de 2011. 13. Lei federal nº 10.678, de 23 de maio de 2003, com as alterações da Lei federal nº 13.341, de 29 de setembro de 2016 (Referente à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República).

Noções de direito Penal Militar: 1. Dos crimes contra a autoridade ou disciplina militar: Motim. Revolta. Conspiração. Aliciação para motim ou revolta. Da violência contra superior ou militar de serviço: Violência contra superior. Violência contra militar de serviço. Desrespeito a superior. Recusa de obediência. Oposição à ordem de sentinela. Reunião ilícita. Publicação ou crítica indevida.  Resistência mediante ameaça ou violência.  2. Dos crimes contra o serviço militar e o dever militar: Deserção. Abandono de posto. Descumprimento de missão. Embriaguez em serviço. Dormir em serviço. 3. Dos crimes contra a Administração Militar: Desacato a Superior. Desacato a militar. Desobediência. Peculato. Peculato-furto.  Concussão. Corrupção ativa. Corrupção passiva. Falsificação de documento. Falsidade ideológica. Uso de documento falso. 4. Dos crimes contra o dever funcional: Prevaricação.

TV NOTÍCIAS CONCURSOS

Informações do concurso
  • Concurso: Polícia Militar da Bahia
  • Banca organizadora: IBFC
  • Escolaridade: médio
  • Número de vagas: 2.000
  • Remuneração: R$ 2.585,05 (conforme último concurso)
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: PREVISTO
  • Link do último edital
[Combo] Apostila Digital PREPARATÓRIA Polícia Militar PM-BA 2019 - Soldado + Top Planilha + Guia do TAF

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

43 Comentários
  1. Rogério Diz

    Olá fiz o ultimo concurso de 2017 em Vitória da Conquista por questão minimas da redação acabe não passando,mas esse ano to muito ansioso pois vou fazer de novo enquanto tiver concurso da PM eu to fazendo kkkkkkkkkkkkk a esperança é a ultima que morre!!!!!!!!!!!

  2. GEISA Diz

    Tenho 32 anos, posso me escrever?

  3. Gleisa Diz

    Gostaria de saber idade e altura p fazer esse curso da PM?

  4. William Diz

    Sera que sem carteira de motorista da pra entrar?

  5. Priscila de Brito Lima Diz

    Eu ainda não sou formada irei mim formar esse ano só tenho 17 anos irei fazer 18 anos ano que vem em maio, quero fazer o curso ano que vem aí em Barreiras-Ba. Tem como eu fazer o curso

  6. raimundo luis dos santos Diz

    boa tarde!

    fiz 31 anos agora em maio posso fazer o cursos

    1. michel Diz

      Não, pelo edital informa ate 30 anos.

    2. Leoman Fernandes Diz

      Pode. O limite de idade é no ato da matrícula do curso de formação. Se o curso iniciar e você ainda não tiver completado 31 anos você estará apto.

  7. Sônia Alves Dos Santos Diz

    Olá senhor governador eu gostaria se saber ,a questão da idade ouvi dizer o máximo estão querendo aprova até 45 anos isso é muito bom mesmo.

    1. Ocione pereira carlos Diz

      Tem homens com 55 até 60 bem conservado e apto a concorrer e prestar serviço na área Militar!
      Porque o governo não dá uma oportunidade

    2. Fernando Diz

      45 anos é pra polícia civil

  8. Maria Edna Diz

    Quando vai começar as inscrições quero mim escrever

  9. Alexandre Carlos Diz

    quando que vai sair as iscrições , tem previsao

  10. Alana Pereira Diz

    Que dia começa às inscrições ? Pode se escrever que não tem habilitação? Estou ansiosa para mim escrever

  11. Diron Diz

    Quando começa as inscrições?

  12. Amanda Diz

    Por quer não abrem logo o edital do concurso com data de inscrição e prova…pra q aqueles que quiserem participar se antecipar e estudar?!!!

  13. Jessica de lima Diz

    Tem previsão para as inscrições ?

  14. Geovana Diz

    Ola, termino o ensino médio em dezembro de 2019 e gostaria de saber se posso fazer a prova mesmo assim, já que em 2020 eu já terei terminado os estudos, e estou dentro de todos os outros critérios.

    1. Jr Diz

      Pode sim, normal. Faça sim, até lá são muitas fases, prazos, edital demora, a banca erra e retifica; Se eu não estiver enganado é só na data da posse, antes da posse ou na inscrição do curso de formação(TEM QUE LER O EDITAL).

  15. Albenisio Da silva santos Diz

    Podemos fazer a inscrição sem a carteira de habilitação?

  16. Juliana Diz

    Boa Tarde , pra fazeer o concurso so è ter o email medio completo ? Alguem pode me inform por favor !

    1. Matheus Diz

      Pode sim, porém precisa ser gmail.

  17. Adriele Diz

    Tem data prevista pras inscrições?

  18. Luan B Diz

    Muito bom. E meu sonho

  19. Fabiana Diz

    Olá Rui eu tenho 30 anos tou cursando 1 ano será qi consigo fazer o concurso da pm meu sonho é ser uma policial

    1. Thales Diz

      não, teria que ter concluído este ano ou anteriormente.

  20. Erica dos Santos Diz

    Gostaria de saber se eu tiver 1,53 do sexo feminino posso ser aprovada no concurso da PM bahia em ? Gostaria muito de fazer , será que sou aprovada em ? Boa noite.

  21. SUZANA ANDRADE Diz

    qual a idade minima para fazer o concurso de investigador e escrivão da pc?

  22. Alailton Diz

    Olá Rui Costa estou concluindo o ensino médio ano que vem,posso me escrever no concurso da PM.

    1. NELSON Diz

      COM CERTEZA

    2. Rui Costa Diz

      Pode não

  23. gledson sales Diz

    queria muito fazer mais ja vou fazer 35 anos seria bom se alterasse para 35

  24. gledson sales Diz

    queria muito fazer mais ja vou fazer 35 anos o ano que vem

    1. Israine Diz

      Há rumores de que a idade máxima será alterada para 35 anos , tenho 33 e estou a torcida !!
      Procure Se informar aobre

  25. Edmilson Diz

    Quando sera as escliçoes e qual local da prova

  26. Mileyde Souza Diz

    Uma boa noticia

  27. Márcio Diz

    A respeito da idade limite, eu ouvir rumores de ser extendida até 35 anos, procede?

    1. Samuel Diz

      Boa tarde guerreiro!
      Tem um projeto de lei, do vereador Targino Machado para alterar de 30 para 35 anos, mas ainda não foi aprovado.

    2. Rosy Diz

      tbm estou sabendo!

      1. Gabrielle Diz

        Qual o local da prova na Bahia?

  28. Josef Diz

    Nota se que da guarda é até 45 ano de idade e não teve problema algum. E acredito que teve más inscritos e gerou mas recursos arrecadados da taxa de inscrição.

  29. Josef Diz

    Esse concurso será bom. Mas porquê não abre para 18 a 35 anos de idade?

  30. Marcelo Diz

    Ola senhor governador já que se pronunciou sobre o sertame da Polícia militar pra o ano de 2019, deveria também se pensa no sistema Prisional que esta esquecido na bahia!! Creio eu que os nobres colegas e as unidades esta precisando de efetivo seja o semhor imparcial também com a categoria, mais ja que nao gosta da classe se fassa pelo menos um processo seletivo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?