Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso SECONT ES Auditor 2019: liberado orçamento para realização do certame! Salário é de R$9.326,63!

Edital foi autorizado com 10 vagas; Último concurso foi realizado em 2009

A Secretaria de Controle do Estado do Espírito Santo vai abrir um novo edital de concurso público para o cargo de Auditor do Estado (Concurso SECONT SEFAZ ES Auditor 2019) para o preenchimento de 10 vagas.  O Governo do Estado divulgou um comunicado em novembro com liberação especial de verbas, por meio de crédito especial para realização do novo certame. Segundo o texto, serão liberados R$43.355 para realização do concurso.

O edital do concurso SECONT-ES foi autorizado pelo Governador Paulo Hartung no dia 27 de agosto, durante coletiva de imprensa. A expectativa é que o edital seja divulgado em breve.

Para concorrer a uma das vagas, o candidato deverá ter nível superior nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Jurídicas, Engenharia Civil ou Tecnologia da Informação. O salário inicial do Auditor é de R$9.326,63, já com o auxílio-alimentação de R$300,00 incluso.

O edital do concurso SECONT-ES vem sendo aguardando desde o final do ano passado, quando a Secretaria divulgou a relação de operações administrativas que deveriam ser finalizadas entre 2018 e 2019. Dentre as atividades propostas, estava a abertura de novo concurso público.

Último Concurso Auditor SECONT ES

O último edital do concurso SECONT-ES para Auditor foi divulgado no ano de 2009. Na época, o certame contou com 15 vagas para preenchimento imediato, além de oportunidades em cadastro reserva, para contratação conforme necessidade. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) teve a responsabilidade do certame.

As oportunidades do certame foram destinadas as áreas de Administrador (02 vagas), Ciências Contábeis (01 vaga); Direito (03 vagas); Economia (01 vaga); Engenheiro Civil (04 vagas) e Tecnologia da Informação (04 vagas). Para concorrer a uma das vagas, o candidato precisou ter graduação na respectiva área. O salário foi de R$ 5.086,00.

Atribuições dos cargos

Auditor – Administrador: realizar auditorias de naturezas contábil, financeira, orçamentária, patrimonial, de sistemas e operacional; coordenar, quando designado, a execução de auditorias; elaborar programas e roteiros de auditorias; desenvolver estudos e pesquisas sobre matéria de interesse da SECONT; elaborar relatórios de auditoria; emitir pareceres e laudos por solicitação do Secretário de Estado de Controle e Transparência; ministrar cursos e/ou aulas e proferir palestras sobre auditoria; formular e aprimorar métodos de trabalho em auditoria; desempenhar outras atividades de natureza semelhante e compatível com sua função.

Auditor – Ciências Contábeis: realizar auditorias de naturezas contábil, financeira, orçamentária, patrimonial, de sistemas e operacional; coordenar, quando designado, a execução de 2 auditorias; elaborar programas e roteiros de auditorias; desenvolver estudos e pesquisas sobre matéria de interesse da SECONT; elaborar relatórios de auditoria; emitir pareceres e laudos por solicitação do Secretário de Estado de Controle e Transparência; ministrar cursos e/ou aulas e proferir palestras sobre auditoria; formular e aprimorar métodos de trabalho em auditoria; desempenhar outras atividades de natureza semelhante e compatível com sua função.

Auditor – Ciências Econômicas: realizar auditorias de naturezas contábil, financeira, orçamentária, patrimonial, de sistemas e operacional; coordenar, quando designado, a execução de auditorias; elaborar programas e roteiros de auditorias; desenvolver estudos e pesquisas sobre matéria de interesse da SECONT; elaborar relatórios de auditoria; emitir pareceres e laudos por solicitação do Secretário de Estado de Controle e Transparência; ministrar cursos e/ou aulas e proferir palestras sobre auditoria; formular e aprimorar métodos de trabalho em auditoria; desempenhar outras atividades de natureza semelhante e compatível com sua função.

Auditor – Ciências Jurídicas: realizar auditorias de naturezas contábil, financeira, orçamentária, patrimonial, de sistemas e operacional; coordenar, quando designado, a execução de auditorias; elaborar programas e roteiros de auditorias; desenvolver estudos e pesquisas sobre matéria de interesse da AGE; elaborar relatórios de auditoria; emitir pareceres e laudos por solicitação do Auditor-Geral do Estado; ministrar cursos e/ou aulas e proferir palestras sobre auditoria; formular e aprimorar métodos de trabalho em auditoria; desempenhar outras atividades de natureza semelhante e compatível com sua função.

Auditor – Engenharia Civil: realizar auditorias de naturezas contábil, financeira, orçamentária, patrimonial, de sistemas e operacional; coordenar, quando designado, a execução de auditorias; elaborar programas e roteiros de auditorias; desenvolver estudos e pesquisas sobre matéria de interesse da AGE; elaborar relatórios de auditoria; emitir pareceres e laudos por solicitação do Auditor-Geral do Estado; ministrar cursos e/ou aulas e proferir palestras sobre auditoria; formular e aprimorar métodos de trabalho em auditoria; desempenhar outras atividades de natureza semelhante e compatível com sua função.

topapostilas.com.br

Auditor – Tecnologia da Informação: realizar auditorias de naturezas contábil, financeira, orçamentária, patrimonial, de sistemas e operacional; coordenar, quando designado, a execução de auditorias; elaborar programas e roteiros de auditorias; desenvolver estudos e pesquisas sobre matéria de interesse da SECONT; elaborar relatórios de auditoria; emitir pareceres e laudos por solicitação do Secretário de Estado de Controle e Transparência; ministrar cursos e/ou aulas e proferir palestras sobre auditoria; formular e aprimorar métodos de trabalho em auditoria; desempenhar outras atividades de natureza semelhante e compatível com sua função.

Provas

O concurso contou com provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório; prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e avaliação de títulos, de caráter classificatório. Na primeira fase, como de costume no método de seleção Cespe, a avaliação contou com 120 questões. A prova contou com blocos de Conhecimentos Básicos (20 questões), Conhecimentos Complementares (50) e Conhecimentos Específicos (50).

A prova discursiva teve valor de 20,00 pontos e consistiu na elaboração de relatório de auditoria, a partir de caso específico, com o máximo de 30 linhas, com base nos conhecimentos constantes no edital.  prova discursiva teve o objetivo de avaliar o conteúdo – conhecimento do tema, a capacidade de expressão na modalidade escrita e o uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa. O candidato teve que produzir, com base em temas formulados pela banca examinadora, relatório de auditoria, a partir de caso específico, primando pela coerência e pela coesão.

A avaliação de títulos teve valor de 5,00 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a esse valor. Somente foram aceitos os títulos abaixo relacionados, expedidos até a data da entrega, observados os limites de pontos do quadro a seguir.

Sobre a SECONT ES

A Auditoria Geral do Estado (AGE) foi criada pela Lei Complementar nº. 3.932, em maio de 1987, e incluída na estrutura organizacional do Poder Executivo no primeiro nível hierárquico do Governo. Após 17 anos de criação da AGE, a Lei Complementar nº. 295/04 reorganizou o controle interno redefinindo as competências, finalidades e estrutura organizacional, de acordo com o dispositivo contido no artigo 74, da Constituição Federal de 1988, que ampliou a competência do controle interno.

Em 2003 a AGE passou por uma grande reformulação. Por meio da Lei Complementar nº 478, publicada no dia 17 de março de 2009, no Diário Oficial do Estado, a Auditoria Geral do Estado passou a denominar-se Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont), ampliando suas atribuições e estrutura organizacional para implementação de novos mecanismos de controle e transparência por meio do Portal da Transparência e de outras ações governamentais.

Entre as finalidades da Secont destacam-se a implementação de procedimentos de prevenção e de combate à corrupção. Além da política de transparência da gestão e a ampliação dos mecanismos de controle dos recursos públicos, mediante a abertura de canais de comunicação direta com a sociedade, que expandam a capacidade do cidadão de  fiscalizar e avaliar as ações governamentais.

A Secont tem como competências, além das definidas no artigo 4º, da Lei Complementar n.º 295/04: exercer a supervisão técnica dos órgãos que compõem o Sistema de Controle Interno, prestando orientação normativa; auxiliar à implementação de procedimentos de prevenção e combate à corrupção, bem como a política de transparência da gestão; determinar a instauração de tomada de contas, para apuração de fatos, identificação dos responsáveis e quantificação pecuniária do dano; e gerir o Portal de Transparência do Governo do Estado.

Dentro da nova estrutura da Secont, os cargos de auditor geral do Estado e auditor geral adjunto passaram a ter nova denominação: secretário de Estado de Controle e Transparência e subsecretário de Estado de Controle. Também foi criada a Subsecretaria de Estado da Transparência e o cargo de subsecretário de Estado da Transparência. Esta subsecretaria é responsável pelo gerenciamento do Portal da Transparência do Governo do Estado.

Informações do concurso
  • Concurso: Secretaria de Controle do Estado do Espírito (SECONT-ES)
  • Banca organizadora: a definir
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 10
  • Remuneração: R$9.326,63
  • Inscrições: a definir
  • Taxa de Inscrição: a definir
  • Provas: a definir
  • Situação: AUTORIZADO
  • Link do último edital

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.