Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

TRF-RJ/ES 2ª Região acelera os preparativos do concurso para nível médio e superior! Até R$9.662!

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-RJ/ES) não mede esforços para realizar o seu concurso público ainda em 2016. O órgão já acelera os preparativos do concurso e, para divulgar o edital no próximo semestre, precisará iniciar muito em breve o processo de escolha da organizadora. A previsão de abertura do concurso foi dada pelo presidente da comissão do concurso, juiz Carlos Guilherme Lugones. A expectativa agora é que nos próximos encontros do grupo, uma minuta do edital, com informações como prazo de inscrição, provas e disciplinas, deverá começar a ser elaborada.

O presidente da comissão já confirmou que o concurso visará à formação de cadastro de reserva, para ser utilizado durante o prazo de validade, de dois anos, prorrogável por igual período. As vagas serão para 28 especialidades, as mesmas do último concurso, realizado em 2011.

Tendo por base a última seleção do órgão que, a cada mês, tem novos aprovados empossados, o TRF-RJ/ES contratou 48 novos servidores. Com números atualizados em 25 de fevereiro de 2016, foram realizadas 1.118 convocações. A tendência é que essa característica do órgão se mantenha no concurso que está por vir. O que reforça toda essa ideia é a carência de pessoal e o elevado número de saídas, denunciados pelo Sindicato dos Servidores da Justiça Federal (Sisejufe). Em relação ao cargo que é destaque da disputa, o técnico judiciário sem especialidade, de nível médio, foram 486 convocações em 2015, que subiram para 501 este ano (15 a mais).

O juiz ainda motivou o estudo dos interessados, além das boas remunerações oferecidas, é a política de qualificação de servidores implementada no órgão. “Os candidatos podem ter certeza de que no tribunal e nas seções judiciárias do Rio de Janeiro e do Espírito Santo os servidores contam com recursos materiais, serviços de apoio e ações de capacitação e aperfeiçoamento para possibilitar o melhor cumprimento das atividades diárias”, disse Lugones.

O Estado do Rio de Janeiro aparece ainda, como o estado principal das convocações. Foram 963 convocações em 2015, que chegaram a 1.007 este ano (44 a mais). O Espírito Santo, por sua vez, teve 93 chamadas no ano passado, chegando a 97 neste (quatro a mais). Em números gerais, hoje o TRF-RJ/ES contabiliza 1.104 convocações, das quais 1.007 são para o Rio e 97 para o Espírito Santo. No estado fluminense, são 432 analistas chamados e 574 técnicos, sendo que 501 são técnicos judiciários sem especialidade. A validade do concurso TRF 2ª Região de técnicos judiciários sem especialidade, segurança e transporte expira em 16 de julho, e o dos demais cargos, em 29 de junho. O novo concurso TRF 2ª Região 2016 tem o objetivo de manter um cadastro válido.

O concurso TRF 2ª Região (Rio de Janeiro e Espírito Santo) 2016 visará a formação de cadastro reserva em cargos de nível médio e superior, nas funções de técnico e analista judiciário, respectivamente. O salário, que por sinal é um dos atrativos para participar do certame, pode chegar a até R$9.662,84. A expectativa é que o edital seja divulgado no segundo semestre deste ano.

Espera de muitas convocações – O último concurso realizado contou com bastante aprovados. Foram 1.056 convocações, sendo 963 no Rio (406 analistas e 557 técnicos – 486 administrativos e 71 de apoio especializado) e outras 93 no Espírito Santo (29 analistas e 64 técnicos – 60 administrativos e quatro de apoio especializado).

Em 2011, foram oferecidas vagas em cadastro reserva para os cargos de técnico e analista judiciários em 28 especialidades. A validade do certame foi de dois anos, com possibilidade de prorrogação por mais dois. Para nível médio, houve chances na área administrativa, Telecomunicações e Eletricidade, além de Segurança e Transporte (exigência de habilitação D ou E, além da escolaridade). No nível médio/técnico, as chances foram nas áreas de Contabilidade, Enfermagem e Informática. Por fim, para nível superior as chances foram para as áreas administrativa, para quem possui qualquer graduação, e judiciária, para bacharéis em Direito, entre outros.

O salário de nível médio é de R$6.224,79, somando vencimento de R$2.824,17, gratificação de atividade judiciária (GAJ) de R$2.541,75, Vantagem Pecuniária Individual (VPI) de R$59,87 e auxílio-alimentação de R$799. Já o cargo de analista, nível superior, o subsídio chega a R$9.662,84, com salário-base de R$4.633,67, GAJ de R$4.170,30, VPI de R$59,87 e auxílio-alimentação de R$799.

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Comentários estão fechados.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?