Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso TJ MG: Saiu o edital para Juiz Leigo para diversas comarcas

Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ-MG) vai designar Juízes Leigos do Sistema de Juizados Especiais para 45 comarcas do Estado

Edital publicado. O Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ-MG) faz saber aos interessados a abertura de edital de processo seletivo simplificado para formação de cadastro de reserva. O documento tem objetivo de designar Juízes Leigos do Sistema de Juizados Especiais para 45 comarcas do Estado.

As vagas são para as cidades de Ribeirão das Neves, Santa Luzia, São João Del Rei, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Itajubá, Itaúna, Ituiutaba, Muriaé, Nova Lima, Pará de Minas, Pedro Leopoldo, Ponte Nova, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso, Belo Horizonte, Barbacena, Betim, Caratinga, Contagem, Governador Valadares, Ibirité, Ipatinga, Itabira, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Varginha, Vespasiano, Araxá, Formiga, Frutal, Guaxupé, Viçosa, Campo Belo, Poços de Caldas, Manhuaçu, Unaí, Paracatu, Curvelo, Diamantina e Três Corações.

De acordo com o edital, são requisitos do cargo: Ser brasileiro, nato ou naturalizado, e maior de 18 anos; Não ser cônjuge, companheiro ou parente, consanguíneo ou afim, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau, inclusive, do Juiz Titular ou em exercício no Juizado Especial no qual exerça suas funções; Não exercer atividade político/ partidária, ou ser filiado a partido político, ou ser representante de órgão de classe ou entidade associativa; Possuir inscrição definitiva e ativa no quadro de advogados da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB; Possuir mais de dois anos de experiência jurídica, até a data da efetiva designação para a função de juiz leigo; Não registrar antecedente criminal nem responder a processo penal, ressalvado o disposto no parágrafo único do art. 7º da Resolução nº 792/2015, do TJMG; Não ter sofrido penalidade, nem praticado ato desabonador no exercício de cargo público, da advocacia ou da atividade pública ou privada, ressalvado o disposto no parágrafo único do art. 7º da Resolução nº 792/2015, do TJMG. Não acumular cargos, empregos ou funções públicas, exceto aqueles permitidos de acordo com o art. 37, XVI, alínea ” b” da Constituição Federal, sem prejuízo do disposto no inciso XI do art. 37 da Constituição Federal; Não receber proventos de aposentadoria que caracterize acumulação ilícita de cargos na forma do artigo 37, inciso XVI, § 10 da Constituição Federal.

A remuneração é de R$24,00, conforme termo de acordo lavrado em audiência de conciliação ou em audiência de instrução e julgamento homologado, R$ 30,00 para projeto de sentença de julgamento antecipado da lide homologado e R$ 48,00 por projeto de sentença referente à audiência de instrução e julgamento homologado.

A produtividade mínima mensal a ser cumprida pelo Juiz leigo será de 80 audiências, ficando a critério do juiz de direito a organização da pauta e 80 projetos de sentença, podendo tal meta ser majorada por deliberação do Conselho de Supervisão e Gestão dos Juizados Especiais.

A produtividade mínima mensal a ser cumprida pelo juiz leigo será de:

I – 80 (oitenta) audiências, ficando a critério do juiz de direito a organização da pauta;

II – 80 (oitenta) projetos de sentença, podendo tal meta ser majorada por deliberação do Conselho de Supervisão e Gestão dos Juizados Especiais.

Atribuições

São atribuições do juiz leigo: I – realizar audiências de conciliação; II – realizar audiências de instrução e julgamento, podendo, inclusive, colher provas; III – apresentar projeto de sentença, em matéria de competência dos Juizados Especiais, a ser submetida ao juiz de direito do Juizado no qual exerça suas funções, para homologação por sentença.

Inscrição e Provas

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever até as 23h59min do dia 11 de novembro de 2019, no site da banca organizadora (www.institutoaocp.org.br). A taxa de inscrição custa R$50,00.

A seleção vai contar com:

  • prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório,
  • prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório,
  • avaliação de títulos, de caráter apenas classificatório
  • curso de capacitação, de caráter apenas eliminatório.

As provas objetivas e prova discursiva serão aplicadas no dia 15 de dezembro, em Belo Horizonte (MG), no turno da tarde, das 13h às 17h.

Os locais de provas serão divulgados no comprovante definitivo de inscrição. O gabarito oficial da prova objetiva será publicado no Diário do Judiciário eletrônico – DJe e disponibilizado nos endereços eletrônicos www.tjmg.jus.br e www.institutoaocp.org.br, no dia subsequente ao da realização da prova.

Validade

A Seleção Pública terá validade de 2 (dois) anos, a contar da homologação, podendo ser prorrogada a critério do Conselho de Supervisão e Gestão dos Juizados Especiais, por igual período.

Informações do concurso
  • Concurso: Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais (TJ-MG)
  • Banca organizadora: Instituto AOCP
  • Escolaridade: superior
  • Inscrições: até as 23h59min do dia 11 de novembro de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$50,00
  • Provas: 15 de dezembro de 2019
  • Situação: PUBLICADO

Edital Concurso TJ MG – Juiz Leigo

Leia Também:

PENSAR CURSOS brasil 123

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?