Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso Polícia Civil PC RS 2018 tem edital com 1.200 vagas e até R$ 6.366,80!

Edital saiu no Diário Oficial do Estado; Oportunidades são para Escrivão e Inspetor de Polícia.


A Polícia Civil do Rio Grande do Sul tem edital de concurso público (Concurso PC RS) em andamento para preenchimento de 1.200 vagas nos cargos de Escrivão (600) e Inspetor de Polícia (600). Do quantitativo de vagas, 96 serão reservadas aos negros e pardos e 60 aos portadores de necessidades especiais. A FUNDATEC tem a responsabilidade do concurso, que teve edital retificado com o objetivo de incluir um subitem, além de mudanças nos programas e referências das provas escritas (veja aqui).

Para concorrer ao cargo de Inspetor de Polícia, o candidato deverá ter nível superior completo em qualquer área, além de Carteira Nacional de Habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo da categoria “B”, até a data da matrícula no Curso de Formação Profissional.  O Inspetor deverá realizar diligências, operações, vigilâncias e atos investigatórios; efetuar prisões, buscas e apreensões; cumprir mandados; colaborar na execução de atividades procedimentais e administrativas; cumprir e fazer cumprir as determinações das autoridades policiais; manter atualizados os bancos de dados de interesse da investigação policial. O salário será de R$ 6.366,80.

Já o Escrivão de Polícia tem requisito de nível superior completo em qualquer área, além de Carteira Nacional de Habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo da categoria “B”, até a data da matrícula no Curso de Formação Profissional.  O Escrivão deverá escriturar ou orientar a escrituração dos livros cartorários de delegacias; lavrar e expedir certidões; lavrar autos de prisão, de apreensão, de restituição, de depósito, de acareação e de reconhecimento; lavrar termos de declarações, de ocorrência, de fianças, de compromisso e de representação; entre outras. O salário será de R$ 6.366,80.

Inscrição Concurso Polícia Civil PC RS 2018

Os interessados em concorrer a uma das vagas puderam se inscrever entre 19 de dezembro e 19 de janeiro de 2018, no endereço eletrônico oficial da organizadora do concurso (www.fundatec.org.br). A taxa de inscrição custou R$182,41.

Isenção da taxa de inscrição

Para ser isento do pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá encaminhar a documentação de acordo com a situação abaixo (alínea “a” ou “b”) em que se enquadra:

a) Para os candidatos que recebem até um salário mínimo e meio mensal nacional per capita: – laudo médico (original ou cópia autenticada) fornecido por profissional cadastrado no Conselho de Medicina e pelo Sistema Único de Saúde que comprove a deficiência, devendo constar obrigatoriamente o CID, com data de emissão do laudo posterior ao dia 18/12/2016 (até 01 ano antes da publicação deste edital); – cópia reprográfica da Carteira de Identidade; – comprovante de renda mensal familiar do candidato atestando que recebe até um salário mínimo e meio nacional per capita e certidão de nascimento/casamento dos dependentes.

b) Para os candidatos que estão desempregados: – laudo médico (original ou cópia autenticada) fornecido por profissional cadastrado no Conselho de Medicina e pelo Sistema Único de Saúde que comprove a deficiência, devendo constar obrigatoriamente o CID, com data de emissão do laudo posterior ao dia 18/12/2016 (até 01 ano antes da publicação deste edital); – cópia reprográfica da Carteira de Identidade; – cópia da Carteira de Trabalho e declaração a próprio punho atestando que o candidato está desempregado.

Etapas e Provas do Concurso Polícia Civil PC RS 2018

O concurso será composto de Prova Escrita; Redação, de caráter eliminatório e classificatório; Prova de Capacitação Física; Sindicância da Vida Pregressa e Atual; Exames de Saúde;  Avaliação da Aptidão Psicológica; Curso de Formação Profissional.

A prova escrita será aplicada no dia 25 de fevereiro de 2018 em Porto Alegre (RS). A avaliação contará com 80 questões, sendo abordado temas de língua portuguesa, informática, raciocínio lógico, legislação estatutária, conhecimentos gerais, direito penal, direito processual penal, direito constitucional, direito administrativo e direitos humanos, conforme disposto no quadro abaixo.

Os locais e horários de provas serão divulgados no dia 16 de fevereiro. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia subsequente a aplicação das provas. O resultado sairá no dia 22 de março. A validade do concurso será de 24 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Prova de Capacitação Física do Concurso Polícia Civil PC RS 2018

Os candidatos aprovados e classificados na Fase de Capacitação Intelectual, com deficiência ou não, serão convocados para realizar a Prova de Capacitação Física, constituída de testes físicos, conforme estabelecido no edital, todos com caráter eliminatório, e organizada pela Academia de Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Os testes estabelecem limites mínimos de capacidade física e orgânica para que o candidato possa frequentar o Curso de Formação Profissional nas disciplinas que exigem esforço físico, tais como Treinamento Físico, Defesa Pessoal,Armamento e Tiro e Técnicas de Operações Policiais, bem como para desempenhar com eficiência e integralmente a função policial.

Os testes de Capacitação Física necessariamente serão realizados na ordem descrita no edital. Os testes que compõem a Prova de Capacitação Física devem ser realizados pelo candidato sem a ajuda ou intervenção de terceiros e sem a utilização de equipamentos ou próteses que interfiram no desempenho ou no rendimento físico.

Será considerado inapto na Prova de Capacitação Física e, consequentemente, eliminado no Concurso, o candidato que não alcançar o mínimo de 02 (dois) pontos em cada teste físico e média aritmética mínima de 03 (três) pontos no conjunto dos 04 (quatro) testes, conforme edital.

Fases da prova de capacidade física

Nesta Fase, o candidato que não obtiver pontuação mínima em qualquer um dos testes de capacitação física previstos no ANEXO IV não poderá prosseguir na realização dos demais testes, sendo eliminado do Concurso e, consequentemente, Porto Alegre, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017 Diário Oficial 89 excluído do processo seletivo. Nestes casos, não será permitida a permanência do candidato eliminado no local da prova. 8.5. Não será permitida a permanência de acompanhante do candidato, ou de pessoas estranhas ao Concurso, nas dependências do local onde for realizada a Prova de Capacitação Física.

Os casos de alterações psicológicas ou fisiológicas (períodos menstruais, gravidez, câimbras, efeitos de medicamentos, contusões, luxações, fraturas, etc.), de doença, ou compromissos pessoais que impossibilitem o candidato de submeter-se aos testes, ou de neles prosseguir, ou que lhes diminuam a capacidade físico–orgânica, ou as condições climáticas ou meteorológicas desfavoráveis, não serão considerados para fins de tratamento diferenciado, mudança de horário ou nova prova, pelos examinadores ou pela Comissão de Concurso, em respeito ao princípio da isonomia.

O candidato deverá comparecer no local da prova munido da Cédula de Identidade Civil e vestindo roupa adequada à prática de exercícios físicos, em dia e hora previamente divulgados por Edital publicado conforme o estabelecido no edital.  O aquecimento e/ou alongamento muscular, antes de qualquer dos testes de capacitação física, será de inteira responsabilidade do candidato. Antes da realização da Prova de Capacitação Física, os candidatos deverão, no prazo que será estipulado no Edital de convocação para essa prova, apresentar à Comissão de Concurso atestado médico específico original (modelo será publicado em edital quando da convocação para a Prova de Capacitação Física), com data de emissão de no máximo 30 (trinta) dias antes da data da realização dos testes, em que conste expressamente que o candidato está apto à prática de atividades físicas, em especial para a realização dos testes físicos previstos no edital. Não serão aceitos atestados emitidos pela internet, por fax ou fotocopiados. O candidato que não comparecer, que deixar de apresentar o atestado médico referido no edital ou que apresentá- lo com restrições à realização de qualquer dos testes físicos será impedido de realizar a Prova de Capacitação Física e consequentemente será eliminado do Concurso.,

Eliminação da prova de capacidade física

Será também eliminado do Concurso Público o candidato que: a) proceder à incorreção ou descortesia com qualquer dos examinadores, executores, fiscais ou autoridades presentes; b) for surpreendido, em ato flagrante, durante a realização da prova, utilizando-se de materiais não permitidos, de celular ou de outro equipamento de qualquer natureza; c) utilizar-se de quaisquer recursos ilícitos ou fraudulentos; d) ausentar-se do local de realização da prova, sem o acompanhamento do fiscal, antes de ter concluído todos os testes; e) não permitir ser submetido ao detector de metal (quando aplicável); f) não permitir a coleta de sua assinatura e/ou se recusar a realizar qualquer procedimento que tenha por objetivo comprovar a autenticidade de identidade e/ou de dados; g) fumar no ambiente de realização das provas; h) negar-se a participar de qualquer um dos testes físicos; i) atrasar-se quando do chamamento para cada teste; j) recusar-se a ser filmado pelos aplicadores; k) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido.

A Academia de Polícia Civil não se responsabilizará por perdas ou extravio de objetos e equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização dos testes. A Prova de Capacitação Física será filmada pela Academia de Polícia Civil, cabendo somente a esta a gestão das imagens reproduzidas. As provas ocorrerão com qualquer condição climática, salvo por determinação contrária da Comissão de Concurso.

Edital Concurso Polícia Civil PC RS 2017-2018

Último Concurso Polícia Civil PC RS

O último concurso da Polícia Civil/RS aconteceu em 2014, quando contou com 700 vagas para os cargos de Escrivão (350) e Inspetor (350). Os inscritos foram avaliados por prova de capacitação intelectual, prova de capacitação física, exames de saúde, avaliação da aptidão psicológica e curso de formação.

Já para o cargo de delegado, o último concurso aconteceu em 2009. O concurso foi composto de prova de capacitação intelectual (prova objetiva preambular, discursiva e oral); prova de capacitação física; exames de saúde; avaliação de aptidão psicológica; sindicância da vida pregressa; e curso de formação profissional. O edital contou com 27 vagas.

Para ser considerado aprovado, o candidato precisou acertar no mínimo 18 questões de língua portuguesa e 48 no total. A redação, que tinha valor de 20 pontos, tinha nota mínima de 12.

Leia Também:

top planilha

Comentários estão fechados.