Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Concurso MPT Procurador 2019/2020 suspende provas discursiva e prática

Ministério Público do Trabalho abriu novo edital de concurso para o cargo de Procurador; Oportunidades são para quatro estados

O concurso do MPT para Procurador está suspenso por causa da epidemia do coronavírus. Em publicação no Diário Oficial da União, edição desta quinta-feira, 16 de abril, foi informado que as provas discursiva e prática do concurso do Ministério Público do Trabalho (MPT) estão suspensas.

As avaliações estavam previstas para serem aplicadas nos dias 10 e 17 de maio, respectivamente. Segundo o documento, um novo cronograma vai ser divulgado oportunamente.

A publicação também informa sobre a anulação das questões 14, 18, 29, 32, 47 e 97 por incorreção na respectiva elaboração, atribuindo os pontos correspondentes a todos os candidatos.

Além disso, a alteração do gabarito referente às questões: 11, passando a constar como alternativa correta a letra “D”; e 88, passando a constar como alternativa correta a letra “C”.

Notícia de abertura

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

O concurso público do Ministério Público do Trabalho (Concurso MPT 2019/2020) registrou nada menos que 5.646 candidatos inscritos. Os gabaritos das provas do concurso foram divulgados (veja aqui).

Segundo o órgão, a maioria dos candidatos optou por realizar as provas objetivas em São Paulo, que faz parte da Procuradoria Regional do Trabalho (PRT) da 2ª Região. Foram 802 inscritos nessa área.

O Conselho Superior do órgão publicou normas do 21º concurso público que visa preencher 04 vagas na função de Procurador do Trabalho nas Procuradorias Regionais do Trabalho da 3ª Região, em Belo Horizonte-MG, da 9ª Região, em Curitiba-PR, da 10ª Região, em Brasília-DF e da 18ª Região, em Goiânia-GO, além de outras que surgirem no prazo de validade do certame.

Para concorrer a uma das vagas de Procurador, o candidato deverá ter bacharelado completo em Direito e, no mínimo, três anos de atividade jurídica exercida exclusivamente após a conclusão da graduação. O salário da carreira está fixado no valor de R$ 28.947,55.

Inscrição Concurso MPT 2019/2020

Os interessados em concorrer a uma das vagas puderam se inscrever das 0h do dia 27 de novembro até as 23h59min do dia 26 de dezembro de 2019, observado o horário oficial de Brasília/DF, pela internet, no site oficial https://dti.pgt.mpt.gov.br/concurso.

O pagamento da taxa de inscrição foi no valor de R$ 250,00.

Etapas e Provas

O concurso MPT 2019/2020 vai contar com prova objetiva, prova discursiva, prova prática, prova oral e prova de títulos. A prova objetiva foi aplicada no dia 08 de março de 2020.

A avaliação objetiva contou com questões de direito constitucional, direitos humanos, direito individual do trabalho, direito coletivo do trabalho, direito processual do trabalho, direito civil e de empresa, regime jurídico do ministério público, direito processual civil, direito administrativo, direito previdenciário da seguridade social, direito penal, direito internacional e comunitário e direito constitucional.

Validade

O concurso vai ter validade de 24 meses,a  contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período, a critério do Conselho Superior do Ministério Público do Trabalho.

Sobre o órgão

O Ministério Público do Trabalho (MPT) é o ramo do MPU que tem como atribuição fiscalizar o cumprimento da legislação trabalhista quando houver interesse público, procurando regularizar e mediar as relações entre empregados e empregadores. Cabe ao MPT promover a ação civil pública no âmbito da Justiça do Trabalho para defesa de interesses coletivos, quando desrespeitados direitos sociais constitucionalmente garantidos aos trabalhadores. Também pode manifestar-se em qualquer fase do processo trabalhista, quando entender existente interesse público que justifique. O MPT pode ser árbitro ou mediador em dissídios coletivos e pode fiscalizar o direito de greve nas atividades essenciais.

Compete, ainda, ao MPT propor as ações necessárias à defesa dos direitos e interesses dos menores, incapazes e índios, decorrentes de relações de trabalho, além de recorrer das decisões da Justiça do Trabalho tanto nos processos em que for parte como naqueles em que oficie como fiscal da lei.

Informações do concurso
  • Concurso: Ministério Público do Trabalho
  • Banca organizadora: MPT
  • Escolaridade: superior
  • Número de vagas: 04 + CR
  • Remuneração: R$ 28.947,55
  • Inscrições: das 0h do dia 27 de novembro até as 23h59min do dia 26 de dezembro de 2019
  • Taxa de Inscrição: R$250
  • Provas: 08 de março de 2020
  • Situação: PUBLICADO

EDITAL CONCURSO MPT 2019/2020

Leia Também:

brasil 123  
4 Comentários
  1. ana alves Diz

    sabemos que pra ser qualquer profissional na vida devemos passar por um professor, penso que deviam valorizar um pouco mais os nossos professores…

  2. Cássio Holst Diz

    Um professor percebendo dois, três mil reais, e um procurador vinte e oito… que beleza… este é um país que tem tudo pra dar certo!

    1. Matheus Diz

      Mas vc tem q pensar o seguinte, o quanto um cara tem q estuda pra passar em concurso desses? 5 anos de faculdade de direito, mais 3 anos exercendo a profissão pra enfim poder prestar o concurso super difícil e q tem apenas 4 vagas…. Realmente professores não concursados ganham muito pouco, mas também não podemos julgar o salário de um procurador pq garanto q pra ele chegar ali é mt mais difícil e incerto do q um professor não concursado ou até mesmo o concursado( esse sim possui um ótimo salario)

      1. Fátima Diz

        Um professor concursado ganha em torno de 3 mil reais e se tiver dois registros ganha por volta de 5 a 6 mil líquidos mas trabalha 10 horas seguidas na escola e fora o trabalho em casa corrigindo lições e preparando suas aulas…eu tenho faculdade ( 4 anos) mais 2 anos de pós e mestrado e como professora não recebo mais que 5 mil…estou cansada de ver como as pessoas são desinformadas sobre as dificuldades da educação no Brasil e é absurdo um procurador ganhar 28 mil enquanto professores e médicos não conseguem ganhar nem a metade disso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?